Pesquisas e ‘media training’ na véspera do primeiro debate no Paraná

Com início dos debates e do horário eleitoral na tevê, marqueteiros ganham mais importância nas campanhas; até agora, com a judicialização da política, as coordenações jurídicas deram o tom na corrida pelo governo do Paraná; nesta quinta-feira (14), à s 22 horas, haverá o primeiro debate televisivo promovido pela Band TV, sob o comandado do jornalista Fabrício Binder; horas antes do confronto, Ibope e Datafolha deverão divulgar os primeiros números estaduais da corrida eleitoral de 2014; veja quem são os media training dos principais candidatos ao Palácio Iguaçu.

Com início dos debates e do horário eleitoral na tevê, marqueteiros ganham mais importância nas campanhas; até agora, com a judicialização da política, as coordenações jurídicas deram o tom na corrida pelo governo do Paraná; nesta quinta-feira (14), à s 22 horas, haverá o primeiro debate televisivo promovido pela Band TV, sob o comandado do jornalista Fabrício Binder; horas antes do confronto, Ibope e Datafolha deverão divulgar os primeiros números estaduais da corrida eleitoral de 2014; veja quem são os media training dos principais candidatos ao Palácio Iguaçu.

Os principais candidatos ao governo do Paraná deverão dedicar boa parte de sua agenda esta semana aos marqueteiros que fazem media training (treino) na véspera do primeiro debate televisivo previsto para quinta-feira (14), à s 22 horas, na Band TV.

O candidato do PSDB, Beto Richa, que busca a reeleição no cargo de governador, está sendo adestrado pelo jornalista Marcelo Cattani, dublê de secretário de Comunicação e coordenador de campanha.

O senador Roberto Requião (PMDB), que tentará ocupar o Palácio Iguaçu pela quarta vez, treinará por conta e risco em frente do espelho. Ele é o “marqueteiro” de si próprio.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT) deposita a esperança de bom desempenho no confronto televisivo no marqueteiro Oliveiros Marques, que a acompanha desde 2008.

Ogier Buchi (PRP), homem de TV, delegou à  experiente jornalista Ruth Bolognese a tarefa de estrategista de marketing.

Além da movimentação dos profissionais de comunicação no pré-debate, os institutos Ibope e Datafolha deverão divulgar horas antes do confronto na Band TV os primeiros números estaduais da corrida pelo governo do Paraná.

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O nosso governador atual Beto Richa já sai perdendo porque não esta valorizando o funcionalismo público. No governo Requião as promoções e progressões eram pagas logo que venciam. agora….. Sr Governador de uma olhada p o funcionalismo público do Paraná ainda ha tempo grato

  2. taca-le pau requião !!!!

  3. A nanicada, (-) de 10% nas pesquisas, deveria ficar fora do debate

  4. Vou pro Litoral Paranaense todo ano, e o que esse Beto Richa tem feito no estado só cagado, litoral abandonado, enfim tem que tirar ele do governo é fraco demais, forque que já quebrou com o estado.

  5. Se no Brasil já existisse a proibição para a reeleição em qualquer cargo e também fosse proibido se candidatar se já está em algum mandato, só assim Requião, Gleisi e Richa ficariam de fora. Requião e Gleisi por ainda estarem no mandato de Senador e Richa por não poder se reeleger.
    Só assim a política no Brasil teria uma renovação.

  6. FORÇA REQUIÃO

    O GOVERNO DO PARANÁ PRECISA DE VOCE.

  7. Deveria participar do debate somente os candidatos com chance de uma provavel vitória e este Sr de nome OGIER BUCHI

  8. …,Á PESQUISA CORRETA É A SEQUINTE;DILMA 65% DOS VOTOS VÁLIDOS E REQUIÃO FUTURO GOVERNADOR,É SÓ RESERVAR O TERNO PARA Á POSSE,VIVA O PARANÁ,VIVA O BRASIL!!!

  9. já fiz minha pesquisa data bar do cheiroso e só deu requião na cabeça

  10. Debate, jogo; só depois da novela!

  11. Esperamos que a TV Tarobá também transmita esse debate para todo o estado do Paraná. Vamos ver o Betinho ser bombardeado pela Gleisi e pelo Requiao.