alvaro_gomyde_professores.jpg

| Comente agora

Em 30 de agosto de 1988, quando Álvaro governava o Paraná, o Batalhão de Choque e a Cavalaria da PM foram utilizados para dispersar educadores em greve que protestavam em frente ao Palácio Iguaçu (sede do governo estadual). A partir desse confronto, todos os anos, profissionais da educação fazem eventos para relembrar o “massacre” atribuído ao tucano.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.