Na TV, Gomyde vai mostrar cavalaria da era àlvaro Dias contra professores

Publicado em 19 agosto, 2014

Em 30 de agosto de 1988, quando àlvaro governava o Paraná, o Batalhão de Choque e a Cavalaria da PM foram utilizados para dispersar educadores em greve que protestavam em frente ao Palácio Iguaçu (sede do governo estadual). A partir desse confronto, todos os anos, profissionais da educação fazem eventos para relembrar o massacre! atribuído ao tucano.
Em 30 de agosto de 1988, quando àlvaro governava o Paraná, o Batalhão de Choque e a Cavalaria da PM foram utilizados para dispersar educadores em greve que protestavam em frente ao Palácio Iguaçu (sede do governo estadual). A partir desse confronto, todos os anos, profissionais da educação fazem eventos para relembrar o massacre! atribuído ao tucano.
O ex-deputado Ricardo Gomyde (PCdoB), candidato ao Senado pela coligação de Gleisi Hoffmann (PT), foi convencido por correligionários a mostrar no horário eleitoral imagens da cavalaria avançando sobre professores em greve durante a gestão do então governador àlvaro Dias (1986-1989).

Nos três primeiros programas eleitorais Gomyde se apresentará como candidato “paz e amor”, mas já dando algumas caneladas no adversário do PSDB que tenta a reeleição. Nas semanas seguintes, entretanto, o comunista deverá exibir imagens do confronto ocorrido há 26 anos.

Em 30 de agosto de 1988, quando àlvaro governava o Paraná, o Batalhão de Choque e a Cavalaria da PM foram utilizados para dispersar educadores em greve que protestavam em frente ao Palácio Iguaçu (sede do governo estadual). A partir desse confronto, todos os anos, profissionais da educação fazem eventos para relembrar o massacre! atribuído ao tucano.

Gomyde também deverá mostrar na televisão imagens do senador àlvaro Dias sendo expulso da Unicentro, em Guarapuava, quando tentava fazer uma palestra sobre à‰tica na vida pública! (clique aqui).

Comments are closed.