richa_gleisi_cx2.jpg

| Comente agora

Para o procurador Alessandro José Fernandes de Oliveira, do Ministério Público Federal, a postura de Beto Richa ao esconder a prestação de contas aponta para existência de um caixa dois de campanha. “Ao postergar a prestação das devidas informações por exigência legal a todos os candidatos imposta, para além de violarem a legislação eleitoral relativa à prestação de contas, a conduta dos representados dá fortes indicativos probatórios iniciais de ocorrência de caixa dois (movimentação de gastos sem tramitação na conta bancária específica)”. Denúncia partiu da Coligação Paraná Olhando Pra Frente, que tem a senadora Gleisi Hoffmann (PT) como candidata ao Palácio Iguaçu. Abaixo, leia a íntegra do parecer do MPF.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.