Justiça determina apreensão de panfletos em comitê de Beto Richa

Publicado em 13 agosto, 2014
Compartilhe agora!
A Justiça Eleitoral mandou apreender panfletos da coligação do candidato-governador Beto Richa (PSDB) que seriam ofensivos à  opositora candidata Gleisi Hoffmann (PT). O mandado é para o comitê central da candidatura tucana que fica no Centro Cívico, em Curitiba. Nos panfletos, constam afirmações como: "Gleisi vai acabar com as UPS. Candidata do PT, quer acabar com a segurança nos bairros."
A Justiça Eleitoral mandou apreender panfletos da coligação do candidato-governador Beto Richa (PSDB) que seriam ofensivos à  opositora candidata Gleisi Hoffmann (PT). O mandado é para o comitê central da candidatura tucana que fica no Centro Cívico, em Curitiba. Nos panfletos, constam afirmações como: “Gleisi vai acabar com as UPS. Candidata do PT, quer acabar com a segurança nos bairros.”

A Justiça Eleitoral determinou que seja cumprido mandado de busca e apreensão no comitê central do candidato à  reeleição, governador Beto Richa (PSDB), por conta da distribuição de panfletos que seriam ofensivos à  candidata Gleisi Hoffmann (PT), da coligação Paraná Olhando Pra Frente.

O material joga pesado contra a candidata do PT com frases como “Gleisi vai acabar com as Unidades do Paraná Seguro (UPS). Candidata do PT quer acabar com a segurança nos bairros.” “Se de depender da petista, estão com os dias contados os postos policiais nos bairros…”.

A decisão do juiz auxiliar Lourival Pedro Chemim atende a representação da coligação de Gleisi. Os panfletos levam a assinatura da coligação de Beto Richa. Além de sujeito à  multa de R$ 10 mil cada vez que se provar que a distribuição do material foi reiterada!, Beto tem 48 horas, a partir da notificação, para apresentar respostas. A busca e apreensão foi expedida para o endereço do comitê central de campanha dos autores do panfleto, situado na Rua Comendador Fontana, 161, no Centro Cívico.

Confiar a íntegra da decisão liminar.! 

Compartilhe agora!

Comments are closed.