paixao_marlei_arns

| Comente agora

Disputa pela direção da APP-Sindicato traz nuances políticas que podem passar despercebidas aos 70 mil educadores aptos a votar no próximo dia 10 de setembro; Chapa 1, a “Chapa da Professora Marlei”, luta para emplacar Hermes Leão e manter no comando da entidade o mesmo grupo há 21 anos; situação carrega como ônus a “política do cafezinho” que prevaleceu nos últimos três anos em relação ao ex-secretário Flávio Arns e o governador Beto Richa; Professor Paixão, da Chapa 2, oriundo de um racha na CUT, na oposição, promete oxigenar administrativamente o poderoso sindicato; são três chapas que concorrem à APP e na próxima sexta-feira (29) elas farão um teste de popularidade durante marcha em comemoração ao “30 de Agosto”, que foi antecipado um dia.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.