Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Disputa pelo governo continua sem pesquisa confiável! no Paraná

Senador Roberto Requião não perdeu a oportunidade para fustigar a sondagem vedada pela Justiça, a pedido do PPL (antigo MR-8): "A pesquisa que dá vantagem ao Beto é da mesma empresa que lhe garantiu vitória na convenção do PMDB!; será que as pesquisas do Ibope e Datafolha resistirão à  excessiva judicialização no Paraná?; existe pesquisa confiável neste mundo de meu Deus?

Senador Roberto Requião não perdeu a oportunidade para fustigar a sondagem vedada pela Justiça, a pedido do PPL (antigo MR-8): “A pesquisa que dá vantagem ao Beto é da mesma empresa que lhe garantiu vitória na convenção do PMDB!; será que as pesquisas do Ibope e Datafolha resistirão à  excessiva judicialização no Paraná?; existe pesquisa confiável neste mundo de meu Deus?

A Justiça interditou no começo de ontem à  noite a primeira pesquisa de opinião sobre a corrida pelo Palácio Iguaçu. O juiz auxiliar Leonardo Castanho Mendes, do Tribunal Regional do Paraná (TRE), acatou argumentos de Alzimara Bacellar, do Partido da Pátria Livre (PPL), antigo Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8), de que havia três falhas graves no levantamento realizado pelo mineiro Instituto Veritá.

Entre amanhã (13) e quinta-feira (14), dia de debate entre os candidatos ao governo do Paraná, há promessas do Datafolha e Ibope acerca de novos números da corrida eleitoral no estado. Por enquanto, a briga pelo cargo continua no escuro.

A coligação da senadora Gleisi Hoffmann (PT) não quis comentar a suspensão da pesquisa Veritá, nem a do governador Beto Richa (PSDB) que luta pela reeleição.

Já o senador Roberto Requião (PMDB) não perdeu a oportunidade para fustigar a sondagem vedada pela Justiça: “A pesquisa que dá vantagem ao Beto é da mesma empresa que lhe garantiu vitória na convenção do PMDB”, tuitou.

Será que as pesquisas do Ibope e Datafolha resistirão à  excessiva judicialização no Paraná? Existe pesquisa “confiável” neste mundo de meu Deus ou seria mais uma lenda urbana?

Comentários desativados.