Por Esmael Morais

Coluna Enio Verri: Bons resultados na economia colocam em xeque terrorismo econômico!

Publicado em 05/08/2014

Enio Verri, em sua coluna desta quarta, estabelece uma comparação entre índices inflacionários e preços dos produtos nos governos Lula e Dilma com os da era tucana; colunista também critica o terrorismo midiático, dos jornalões e dos urubólogos, que, depois agourar a seleção na Copa, agora torcem contra as conquistas dos brasileiros; à‰ mais uma derrota daqueles que sentem saudades dos tempos de Fernando Henrique Cardoso e das grandes filas em busca de emprego, inflação alta e dos empréstimos do Fundo Internacional Monetário!, critica o deputado do PT; leia o artigo e compartilhe.

Enio Verri, em sua coluna desta quarta, estabelece uma comparação entre índices inflacionários e preços dos produtos nos governos Lula e Dilma com os da era tucana; colunista também critica o terrorismo midiático, dos jornalões e dos urubólogos, que, depois agourar a seleção na Copa, agora torcem contra as conquistas dos brasileiros; à‰ mais uma derrota daqueles que sentem saudades dos tempos de Fernando Henrique Cardoso e das grandes filas em busca de emprego, inflação alta e dos empréstimos do Fundo Internacional Monetário!, critica o deputado do PT; leia o artigo e compartilhe.

Enio Verri*

Brasil 7 x 1 urubólogos e vira-latas de plantão. O sucesso da organização da Copa do Mundo parece não ter desanimado aqueles que torcem contra o nosso País. Especialistas! e jornalistas imparciais! agora concentram suas forças no terrorismo econômico.

à‰ a mesma história que se repete ano a ano e que se potencializa durante a campanha eleitoral. O Brasil vai acabar!, a economia brasileira está em colapso!, entre tantos outros jargões que se ouve e se lê em grandes jornalões e canais de televisão, principalmente, naqueles ligados à  família Marinho.

Ainda bem que a realidade que o povo vive não é a realidade que os grandes meios de comunicações vendem. Pelo terceiro mês seguido o àndice Geral de Preços !“ Mercado (IGP-M) apresentou deflação. Ressalta-se que deflação é o oposto de inflação.

Segundo a Fundação do Getúlio Vargas, o IGP-M em maio teve uma queda de 0,61% enquanto em Junho a redução foi de 0,74% e, neste mês, o índice foi reduzido em 0,63%. A expectativa de inflação continua em queda e abaixo da meta de inflação do Banco Central.

Os resultados do IGP-M é uma resposta aos terroristas econômicos que pregavam que o Brasil não controlava a inflação. Para quem tem memória fraca, em 2002, o índice de inflação no último ano do governo Fernando Henrique Cardoso foi de 10,38%. Isso para não falar do período em que os preços dos produtos subiam 80% de um dia para o outro.

Contrariando os raivosos urubólogos, o àndice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec) teve um crescimento de 3% em relação ao mês de junho, segundo a Confederação Nacional de Indústria (CNI). O Inec alcançou 109,5 pontos em julho.

Segundo relatório da Confederação Nacional da Indústria, o aumento na confiança do consumidor é resultado de uma expectativa mais elevada de que a inflação continuará controlada, na melhora da renda e na segurança no emprego.

O Brasil real, que cresce e se desenvolve, é o País que criou, no primeiro semestre, 944.678 novas empresas. Os dados apresentados pelo Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas é recorde e representa um aumento de 4,3% em comparação ao mesmo período do ano passado.

à‰ mais uma derrota daqueles que sentem saudades dos tempos de Fernando Henrique Cardoso e das grandes filas em busca de emprego, inflação alta e dos empréstimos do Fundo Internacional Monetário.

*Enio Verri é deputado estadual, presidente do PT do Paraná e professor licenciado do departamento de Economia da Universidade Estadual do Paraná. Escreve nas terças sobre poder e socialismo.