gomyde_pedagio.jpg

| Comente agora

“Quem vai para Santa Catarina por uma rodovia federal, por exemplo, paga um preço justo; já quem vai às praias paranaenses, ou ao Porto de Paranaguá, deixa no pedágio um valor exorbitante. Portanto, o problema não é o pedágio, mas o pedágio praticado no Paraná”. A afirmação é de Ricardo Gomyde em sua coluna deste sábado, que denuncia a tarifa de R$ 15,40 cobrada no trecho da BR 277, administrado pela Ecovia, por sagrar o bolso do paranaense e encarecendo o custo da produção. “O Paraná não aguenta mais esse peso em suas costas. É preciso agir!”, cobra o colunista. Leia o texto e compartilhe.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.