Coluna do Marcelo Araújo: Fruet mandou “Vó Gertrudes” para o asilo

Publicado em 11 agosto, 2014
Compartilhe agora!

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda-feira, afirma que o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, mandou Vó Gertrudes! para o asilo sem dó nem piedade; Ela está abandonada no asilo por seu netinho preferido, seu verdadeiro pai, o prefeito Gustavo Fruet!, anota o colunista especialista em multa e trânsito; segundo ele, a Fanpage da personagem criada pela Prefeitura de Curitiba está abandonada e até agora o município não deu satisfação sobre a tentativa de fraude em 60 mil multas contra os curitibanos; leia o texto e compartilhe.
Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda-feira, afirma que o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, mandou Vó Gertrudes! para o asilo sem dó nem piedade; Ela está abandonada no asilo por seu netinho preferido, seu verdadeiro pai, o prefeito Gustavo Fruet!, anota o colunista especialista em multa e trânsito; segundo ele, a Fanpage da personagem criada pela Prefeitura de Curitiba está abandonada e até agora o município não deu satisfação sobre a tentativa de fraude em 60 mil multas contra os curitibanos; leia o texto e compartilhe.
Marcelo Araújo*

Neste dia 11 de Agosto quero cumprimentar todos os Advogados por seu dia, classe da qual tenho muito orgulho de fazer parte, e o faço na pessoa do Presidente da Seção Paraná, Dr. Juliano Breda. Dito isto, vamos aos fatos.

Ao visitar a Fanpage de Vó Gertrudes! fiquei preocupado com sua saúde, pois as postagens estão paupérrimas. São meras notas replicadas, escassas com espaçamentos temporais consideráveis. A página está praticamente abandonada, se nos basearmos nas curtidas!. Ela está abandonada no asilo por seu netinho preferido, seu verdadeiro pai, o prefeito Gustavo Fruet.

Resolvi matar a saudade e in box! perguntar a ela sobre a procedência da informação de que motociclistas poderiam ser multados por ultrapassarem pela direita ao usarem a faixa preferencial! dos ciclistas na via calma. Com a resposta fiquei preocupado com a saúde da já debilitada senhora.

Primeiro porque não respondeu ao que lhe foi perguntado, como na música, não disse nem que sim nem não. Saiu pela tangente dizendo que não achava conveniente falar sobre multas, mas que pessoas infratoras contumazes que tivessem sua CNH suspensa a lei se encarregaria de retirar do convívio da via calma.

Nessa eu quase chamei o governador para pedir ao SIATE para atender a véia!.

Ela confunde infração administrativa, contravenção e crime.

Segundo porque na via calma a 45 Km/h a pessoa pode perder a CNH por 2 meses e pagar uma multa de R$ 500,00 ao município. Mesmo assim, se isso ocorrer a pessoa não deixa de ser pedestre, não está impedido de ser ciclista nem passageiro de coletivo ou de qualquer veículo, pois não é necessário ser habilitado. Aliás, engraçado que nenhum cicloativista criticou o fato da faixa compartilhada não comportar a distância de 1,5m entre um veículo de 4 rodas e as bicicletas, pois se fosse na gestão anterior seria motivo de bicicletada.

A conclusão é que a Vó Gertrudes! depois de medicada deve ser devidamente aposentada, pois já não tem energia para atividades diárias, à s vezes nem semanais. Está esquecida por seu netinho mais querido. Talvez as barrigadas! cometidas pelos companheiros do seu netinho tenham agravado seu estado, como a tentativa de fraude nas multas que até agora estão sem satisfação, entre outras barbaridades.

De multa eu entendo!

*Marcelo Araújo é advogado, presidente da Comissão de Trânsito, Transporte e Mobilidade da OAB/PR. Escreve nas segundas-feiras para o Blog do Esmael.

Compartilhe agora!

Comments are closed.