30 de agosto de 2014
por esmael
39 Comentários

De olho em 2016, Fernanda Richa mergulha na região Sul de Curitiba

A mulher do governador Beto Richa (PSDB) não esconde de ninguém que sonha com a Prefeitura de Curitiba. Se o projeto de reeleição do marido bater na trave, ela fica apta para disputar a eleição em 2016.

A mulher do governador Beto Richa (PSDB) não esconde de ninguém que sonha com a Prefeitura de Curitiba. Se o projeto de reeleição do marido bater na trave, ela fica apta para disputar a eleição em 2016.

A primeira-dama do Paraná, Fernanda Richa (PSDB), neste sábado (30), participou de carreata nos bairros Tatuquara e Rio Bonito ao lado dos “cueca de seda” Ratinho Júnior (PSC) e Ratão. Leia mais

30 de agosto de 2014
por esmael
19 Comentários

30 de Agosto: Justiça Eleitoral nega direito de resposta a àlvaro Dias no horário de Ricardo Gomyde

O juiz Leonardo Castanho Mendes, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), neste sábado (30), negou ao senador àlvaro Dias (PSDB) direito de resposta no programa exibido no horário eleitoral do adversário Ricardo Gomyde (PCdoB).

Gomyde, após apresentar sua plataforma, conclui dizendo que “jogar cavalo em cima de professor, comigo nunca”, referindo-se ao confronto entre professores e cavalaria no dia 30 de agosto de 1988, quando Dias era governador do Paraná (clique aqui para assistir ao vídeo).

“O protesto existiu, o enfrentamento com policiais da cavalaria existiu e o representante era, à  época, Governador do Estado”, registrou o magistrado ao julgar improcedente o pedido do tucano.

“O mais são interpretações de quem viveu aqueles fatos, de quem se disse agredido por ordem do titular do Governo, que repercutiram ao longo dos anos, tanto que a cada aniversário do protesto novamente se revivem as acusações”, continuou o juiz.

Castanho Mendes ainda sugeriu ao indeferir a liminar de àlvaro Dias:

“Se o representante de fato deu a ordem para que ocorresse o enfrentamento, para que os cavaleiros avançassem sobre os protestantes, cuida-se de fato que não pode ser considerado sabidamente verídico, nem inverídico”.

Leia a íntegra da decisão judicial:

REPRESENTAà‡àƒO n!º 3029-20.2014.6.16.0000

Representante : àlvaro Fernandes Dias e Coligação “Todos Pelo Paraná”

Advogados : Paulo Roberto Ferraz e outros

Representada : Coligação “Paraná Olhando Pra Frente”

Representado : Ricardo Crachineski Gomyde

Representado : José Elizeu Chociai

Representado : Paulo Edson Pratinha Alves

DECISàƒO LIMINAR

Trata-se de representação eleitoral formulada àlvaro Fernandes Dias e Coligação “Todos Pelo Paraná” em face de Coligação “Paraná Olhando Pra Frente” , Ricardo Crachineski Gomyde, José Elizeu Chociai e Paulo Edson Pratinha Alves, visando à  obtenção de direito de resposta, considerada a propaganda eleitoral na televisão.

A representação menciona afirmações feitas por professores, em que se alude aos fatos ocorridos em Curitiba em 30 de agosto de 1988, onde o estado interveio em um manifesto de professores no Centro Cívico da Cidade, inclusive com envio de forças da cavalaria, quando era Governador do Estado o ora representante. Há também a manifestação do candidato Ricardo Gomyde, que, após apresentar sua plataforma, conclui dizendo que “jogar cavalo em cima de professor, comigo nunca” , em clara referência aos fatos históricos antes mencionados.

O protesto existiu, o enfrentamento com policiais da cavalaria existiu e o representante era, à  época, Governador do Estado. Esses são fatos incontroversos. O mais são interpretações de quem viveu aqueles fatos, de quem se disse agredido por ordem do titular do Governo, que repercutiram ao longo dos anos, tanto que a cada aniversário do protesto novamente se revivem as acusações. Se o representante de fato deu a ordem para que ocorresse o enfrentamento, para que os cavaleiros avançassem sobre os protestantes, cuida-se de fato

30 de agosto de 2014
por esmael
24 Comentários

No horário eleitoral da TV, Ricardo Gomyde fala dos cavalos de àlvaro Dias

“Cada um com seus cavalos”, filosofa Ricardo Gomyde, candidato ao Senado pelo PCdoB, ao fazer trocadilho e lembrar os problemas do senador àlvaro Dias (PSDB) com os cavalos. No caso, como registrou no horário eleitoral de ontem à  noite (29), com a cavalaria que empregou contra os professores no fatídico dia 30 de agosto de 1988. Leia mais

30 de agosto de 2014
por esmael
20 Comentários

Mesmo sob suspeição, RPC TV (Globo) contrata nova pesquisa Ibope

Acusado de fraude eleitoral no Paraná, instituto Ibope foi contratado novamente pela RPC TV (Globo); empresa de Carlos Augusto Montenegro tem contratos que chegam a R$ 5 milhões com o governo do Paraná e, ao mesmo tempo, pesquisa intenção de votos para o Palácio Iguaçu; nesta semana, em pedido de providências ao Ministério Público, senador Roberto Requião afirmou que no Paraná o patrão do Ibope é o governador Beto Richa!; por que a impoluta! RPC TV insiste no Ibope sendo que há empresas de pesquisas no estado que despontam nacionalmente?

Acusado de fraude eleitoral no Paraná, instituto Ibope foi contratado novamente pela RPC TV (Globo); empresa de Carlos Augusto Montenegro tem contratos que chegam a R$ 5 milhões com o governo do Paraná e, ao mesmo tempo, pesquisa intenção de votos para o Palácio Iguaçu; nesta semana, em pedido de providências ao Ministério Público, senador Roberto Requião afirmou que no Paraná o patrão do Ibope é o governador Beto Richa!; por que a impoluta! RPC TV insiste no Ibope sendo que há empresas de pesquisas no estado que despontam nacionalmente?

A RPC TV (Globo) torceu o nariz para as severas acusações de fraude eleitoral contra Ibope ao contratar nova rodada com 1.008 entrevistas, que serão realizadas entre hoje e quinta-feira (4) ao custo de R$ 60.480,00, sobre a corrida pelo Palácio Iguaçu. Leia mais

30 de agosto de 2014
por esmael
25 Comentários

Por causa de candidatos laranjas!, RPC TV cogita desistir de debate ao governo do Paraná

A RPC TV (Globo) pode desistir de realizar o tradicional debate entre candidatos ao governo nas vésperas da eleição; emissora considera que a presença dos cinco "laranjas" atrapalharia o bom andamento do confronto; ideia seria organizar enfrentamento com os três principais candidatos: Richa, Requião e Gleisi; na foto, Ogier Buchi faz ginástica para ouvir conversa entre Túlio Bandeira e Requião no último debate realizado pela Band Curitiba.

A RPC TV (Globo) pode desistir de realizar o tradicional debate entre candidatos ao governo nas vésperas da eleição; emissora considera que a presença dos cinco “laranjas” atrapalharia o bom andamento do confronto; ideia seria organizar enfrentamento com os três principais candidatos: Richa, Requião e Gleisi; na foto, Ogier Buchi faz ginástica para ouvir conversa entre Túlio Bandeira e Requião no último debate realizado pela Band Curitiba.

A RPC TV, emissora afiliada à  Globo, cogita desistir do debate entre os candidatos ao governo do Paraná programada para o próximo dia 30 de setembro, uma terça-feira, depois da novela Império. Leia mais

30 de agosto de 2014
por esmael
12 Comentários

Coluna do Ricardo Gomyde: 30 de Agosto – A cavalaria contra a educação

Ricardo Gomyde, em sua coluna deste sábado, relembra do trágico confronto da cavalaria com professores que protestavam em frente ao Palácio Iguaçu; era 30 de agosto de 1988, portanto, há exatos 26 anos educadores foram atacados com cavalos, bombas e balas de borracha; Abaixo a repressão! Senhor comandante, não toque em nenhum professor, somos pacíficos! Vocês têm filhos na escola!!, diziam, segundo o colunista, que acompanhava sua mãe, dona Neusa, na Batalha do Centro Cívico; Nesta data tão marcante para a educação no Paraná, devemos, além de protestar para que a insanidade repressiva de 1988 não caia no esquecimento... A educação de qualidade é o eixo do desenvolvimento do país!, destaca Gomyde, que ontem participou da marcha em Curitiba; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Gomyde, em sua coluna deste sábado, relembra do trágico confronto da cavalaria com professores que protestavam em frente ao Palácio Iguaçu; era 30 de agosto de 1988, portanto, há exatos 26 anos educadores foram atacados com cavalos, bombas e balas de borracha; Abaixo a repressão! Senhor comandante, não toque em nenhum professor, somos pacíficos! Vocês têm filhos na escola!!, diziam, segundo o colunista, que acompanhava sua mãe, dona Neusa, na Batalha do Centro Cívico; Nesta data tão marcante para a educação no Paraná, devemos, além de protestar para que a insanidade repressiva de 1988 não caia no esquecimento… A educação de qualidade é o eixo do desenvolvimento do país!, destaca Gomyde, que ontem participou da marcha em Curitiba; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Gomyde*

Algumas coisas valem mais pelo simbolismo que encerram do que por qualquer outra coisa. à‰ o caso da manifestação dos professores paranaenses que relembra, anualmente, o fatídico 30 de agosto de 1988 quando, atacados com bombas e balas de borracha, enfrentaram a cavalaria. Abaixo a repressão! Senhor comandante, não toque em nenhum professor, somos pacíficos! Vocês têm filhos na escola!!, diziam. A lembrança simboliza o descontentamento histórico com o tratamento dispensado à  educação, uma questão que toca fundo a alma do país. Leia mais