5 de agosto de 2014
por esmael
19 Comentários

Aécio recua de demagogia e mantém salário de senador

Demagogia de Aécio Neves, sobre salários, durou apenas algumas horas; tucano recuou da decisão de abrir mão dos vencimentos durante a campanha eleitoral; correligionário àlvaro Dias manteve-se firme e hoje, no Senado, anunciou licença de 120 dias; por que também não abre mão dos 105 funcionários que tem direito, das cotas e estrutura de marajá na Casa?

Demagogia de Aécio Neves, sobre salários, durou apenas algumas horas; tucano recuou da decisão de abrir mão dos vencimentos durante a campanha eleitoral; correligionário àlvaro Dias manteve-se firme e hoje, no Senado, anunciou licença de 120 dias; por que também não abre mão dos 105 funcionários que tem direito, das cotas e estrutura de marajá na Casa?

O senador Aécio Neves (PSDB-MG), candidato a presidente da República, horas depois de anunciar que abriria mão do salário durante a campanha, recuou da decisão e continuará na Casa para manter a estrutura que dispõe em seu gabinete. Leia mais

5 de agosto de 2014
por esmael
36 Comentários

Requião domina as redes sociais

Análise de 76 mil comentários em sites, blogs e perfis no Twitter e Facebook, durante o mês de julho, o senador Roberto Requião (PMDB) foi mencionado positivamente por 55,45%, o governador Beto Richa (PSDB) teve 26,73% de menções positivas e a senadora Gleisi Hoffmann (PT) foi citada positivamente 17,82%.

Análise de 76 mil comentários em sites, blogs e perfis no Twitter e Facebook, durante o mês de julho, o senador Roberto Requião (PMDB) foi mencionado positivamente por 55,45%, o governador Beto Richa (PSDB) teve 26,73% de menções positivas e a senadora Gleisi Hoffmann (PT) foi citada positivamente 17,82%.

O Blog do Esmael teve acesse a um relatório elaborado por agência de monitoramento de redes sociais, de Curitiba, sobre a presença dos candidatos ao governo do Paraná no ambiente virtual. Leia mais

5 de agosto de 2014
por esmael
20 Comentários

Gleisi: “Paraná é o 7!º estado que mais recebe recursos do governo federal”

A senadora Gleisi Hoffmann (PT), candidata ao Palácio Iguaçu, nesta terça-feira (5), disse que o o Paraná recebeu R$ 38,75 bilhões do orçamento federal em recursos destinados a investimento em obras e ações de custeio nos 12 anos de governo do PT, de 2003 a 2014.

De acordo com a petista, o Paraná tem se mantido, em média, como a 7!ª entre as 27 Unidades da Federação (26 Estados mais o Distrito Federal) que mais recebeu recursos do governo federal sob as gestões de Lula e Dilma.

Gleisi aproveita para cutucar o governador Beto Richa (PSDB), que tenta a reeleição, sem citá-lo nominalmente: O nosso governo será pró-ativo. Não podemos ficar de braços cruzados, como acontece hoje, esperando pelos repasses do governo federal”.

“Como governadora, vou coordenar pessoalmente a apresentação de projetos. Hoje, a maioria dos recursos que chega até o estado vem por iniciativa direta do governo federal!, promete a senadora do PT.

Acerca dos recursos recebidos pelo Paraná

A senadora se apoia em informações do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) do Tesouro Nacional, do Sistema de Operações Imobiliárias (Siopi) da Caixa Econômica Federal (CEF) e do Sistema de Elaboração Orçamentária do Legislativo (Selor) do Congresso Nacional.

Somente em 2013, o Paraná recebeu R$ 5,6 bi. Com isso, o estado ficou na frente de 20 Unidades da Federação e atrás apenas de estados mais populosos, como São Paulo (R$ 14,7 bi), Minas Gerais (R$ 12,6 bi), Rio de Janeiro (R$ 13,2 bi), Bahia (R$ 6,9 bi), Rio Grande do Sul (R$ 9,7 bi) e Distrito Federal (R$ 13,4 bi).

5 de agosto de 2014
por esmael
13 Comentários

Gustavo Fruet enfrentará nova greve de professores a partir de 11 de agosto

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), vai enfrentar nova greve do magistério municipal de Curitiba a partir do dia 11 de agosto. A decisão foi tomada em assembleia no dia 31 de julho, com o Centro de Convenções de Curitiba lotado. A principal reivindicação que motiva a greve da categoria é a redução do prazo de implantação do novo Plano de Carreira das professoras e professores da rede.

A paralisação dos mestres curitibanos poderá atrapalhar o plano de Fruet, que é alavancar o nome da senadora Gleisi Hoffmann (PT) na disputa pelo governo do Paraná.

O Plano de Carreira da categoria está sendo discutido desde maio de 2013, após o encerramento da Campanha de Lutas do ano passado. O projeto de lei foi enviado pela Prefeitura à  Câmara Municipal no dia 1!° de julho, entretanto, não há consenso em relação ao prazo de, no mínimo, dois anos estabelecido pela administração municipal para implantação integral do novo Plano.

O incentivo a formação continuada e um plano de carreira que valorize o profissional do magistério é também uma forma de contribuir com a melhoria da educação pública do município.

As professoras e professores da rede estão sem aumento real há dois anos. A argumentação da Prefeitura para conceder apenas o reajuste da inflação de 5,38% esse ano foi de que como o Plano de Carreira seria implantado, não seria possível discutir aumento real para a categoria.

Greve do início do ano

A greve do dia 17 de março desse ano conquistou o enquadramento por tempo de serviço, reivindicação histórica da categoria, que sofreu duras perdas em 2001, quando o atual Plano de Carreira foi implantado. Em 2001, a administração municipal da época fez o enquadramento dos profissionais do magistério por salário similar, o que achatou a remuneração de toda a categoria e fez com professores com dez anos de diferença recebessem salários quase equivalentes.

5 de agosto de 2014
por esmael
6 Comentários

Unicef contabiliza mais de 400 crianças mortas e 2,5 mil feridas em Gaza

via Agência Brasil

Mais de 400 crianças morreram e 2,5 mil ficaram feridas nos bombardeios do Exército israelense em Gaza, indicou hoje o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que calcula que 370 mil menores precisam urgentemente de ajuda psicológica para ultrapassar esta situação traumática.

O número de crianças mortas durante esta operação militar é 408 e supera o de menores mortos durante a [operação] Chumbo Fundido!, a ofensiva anterior de Israel, entre 2008 e 2009 – durante a qual 350 crianças morreram. Se se comparar a demografia de Gaza com a dos Estados Unidos seria como se 200 mil crianças norte-americanas tivessem morrido, disse à  imprensa Pernille Ironside, que dirige o gabinete do Unicef em Gaza.

Ironside assinalou que não há eletricidade no território palestino, controlado pelo movimento islâmico Hamas, e que os sistemas de água potável e de saneamento não funcionam, de modo que o risco de surgirem doenças transmissíveis e diarreia é iminente.

Há que ter em conta o tamanho da Faixa de Gaza. São 45 quilômetros de comprimento por seis a 14 [quilômetros] de largura e não há uma única família que não tenha sido diretamente afetada por alguma perda!, adiantou. A destruição é total. Usaram armas horríveis que provocam amputações terríveis. E isto aconteceu diante dos olhos das crianças, que viram morrer os seus amigos, os seus pais!, disse Ironside.

Por isso, o Unicef calcula que 370 mil menores precisam de ajuda psicológica para tentarem ultrapassar, de algum modo, o trauma vivido. Um menino ou uma menina que tenha hoje 7 anos de idade já passou por três ofensivas: a de 2008-2009, a de 2012 e a de agora!, assinalou a responsável da agência da ONU.

Ironside disse ainda que 142 escolas na Faixa de Gaza, incluindo 89 da Agência das Nações Unidas para os Refugiados Palestinos, ficaram danificadas nos bombardeios israelenses, adiantando que três estabelecimentos de ensino da ONU foram alvo de ataques diretos.

Para responder ao disparo de foguetes palestinos contra seu território, Israel lançou em 8 de julho a Operação Margem Protetora, que já causou pelo menos 1.850 mortos palestinos. Do lado israelense morrer

5 de agosto de 2014
por esmael
10 Comentários

Novo presidente da Comec mais perdido que surdo em bingo

Pegou mal. Em audiência realizada ontem (4) sobre transporte coletivo no município de Tijucas do Sul, o novo presidente da Comec (Coordenação da Região Metropolitana), Luis Alberto Alves, recém-nomeado pelo governador Beto Richa (PSDB), deixou o público presente decepcionado. O evento tinha como intuito discutir novas soluções para a melhoria do transporte público na região, principalmente, no que diz respeito ao valor da tarifa. Hoje, o tijucano paga R$ 15,00 na passagem de ônibus para ir à  Curitiba.

O valor que tem deixado a comunidade desesperada. Pois bem, para esclarecer esta história e tentar solucionar, nada melhor que o presidente da Comec.

Primeiro, Alves chegou aproximadamente uma hora atrasado e assim que começou a falar já causou alguns espantos por parte das pessoas ali presentes. O escolhido do governador disse que não sabia o que poderia fazer. Não soube responder de quem é a responsabilidade em cobrar uma nova licitação das linhas metropolitanas (sendo que quem administra o transporte coletivo na RMC é a Comec).

Também errou feio no posicionamento de Tijucas do Sul no IDH !“ àndice de Desenvolvimento Humano. Repetiu por três vezes que Tijucas possui o 18!º IDH do Estado, sendo que atualmente ocupa a triste colocação número 277.

O presidente da Comec chegou a falar até do caso do tigre de Cascavel, mas em nenhum momento conseguiu explicar porque uma família de quatro pessoas que vive em Tijucas do Sul gasta R$ 120,00 de passagem para ir até a capital um percurso de menos 50 quilômetros.

Logo que fez sua catastrófica explanação, Luis Alberto Alves pediu pra sair! da reunião e deixou a Audiência rolar! no salão da igreja de Tijucas.

Para o presidente da Câmara Municipal, Claudemir Machado (PT), a atitude do representante maior do transporte foi lamentável. Um tema desta magnitude, que desperta a atenção da comunidade local ser tratada com tanta displicência é complicado!, disse após o término da sessão.

A Audiência Pública sobre o transporte coletivo foi realizada por iniciativa dos vereadores. Fizeram parte das discussões o prefeito de Pinhais e presidente da Assomec (Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba) Luizão Goulart (PT), o deputado estadual Toninho Wandscheer (PT), o prefeito anfitrião Altair Gringo (PP) e os representantes da Concessionária Litoral Sul, Prefeitura de Curitiba e Prefeitura de São José dos Pinhais.

5 de agosto de 2014
por esmael
33 Comentários

Aécio e àlvaro abrem mão de salários, mas mantêm estruturas de marajás no Senado

Os senadores àlvaro Dias e Aécio Neves anunciam que abriram mão de salários em função da campanha, mas mantêm estrutura de marajás no Senado com até 105 funcionários em Brasília e nos estados; "E a presidente, também vai abrir?", provoca o presidenciável tucano; Blog do Esmael pergunta no plano local, no Paraná, e aí governador Beto Richa, não também vai abrir?; a demagogia visa engabelar os eleitores mais desavisados; ora, por que os parlamentares do PSDB não exoneram o exército de comissionados que têm nos gabinetes e renunciam a seus mandatos, não seria mais justo?

Os senadores àlvaro Dias e Aécio Neves anunciam que abriram mão de salários em função da campanha, mas mantêm estrutura de marajás no Senado com até 105 funcionários em Brasília e nos estados; “E a presidente, também vai abrir?”, provoca o presidenciável tucano; Blog do Esmael pergunta no plano local, no Paraná, e aí governador Beto Richa, não também vai abrir?; a demagogia visa engabelar os eleitores mais desavisados; ora, por que os parlamentares do PSDB não exoneram o exército de comissionados que têm nos gabinetes e renunciam a seus mandatos, não seria mais justo?

Há duas semanas o senador àlvaro Dias (PSDB-PR), que luta para manter-se no cargo, abusou [mais uma vez] da demagogia visando tocar o coração do eleitor mais desavisado: abriu mão do salário como parlamentar. Leia mais

5 de agosto de 2014
por esmael
14 Comentários

Iniciativa Popular exige fim de rodízio da máfia das funerárias em Curitiba

Presidente da Femoclam, Nilso Pereira, abre guerra contra a máfia das funerárias; nesta terça, líder comunitário protocola na Câmara de Curitiba, à s 11 horas, uma Lei de Iniciativa Popular subscrita por 69 mil eleitores alterando o rodízio no serviço funerário em vigor na capital desde 1987; "O usuário precisa ter direito à  livre escolha", defende.

Presidente da Femoclam, Nilso Pereira, abre guerra contra a máfia das funerárias; nesta terça, líder comunitário protocola na Câmara de Curitiba, à s 11 horas, uma Lei de Iniciativa Popular subscrita por 69 mil eleitores alterando o rodízio no serviço funerário em vigor na capital desde 1987; “O usuário precisa ter direito à  livre escolha”, defende.

O presidente da Federação de Associação de Moradores de Curitiba e região Metropolitana (Femoclam), Nilson Pereira, protocola nesta terça-feira (5), à s 11 horas, na Câmara Municipal de Curitiba, um Projeto de Lei de Iniciativa Popular subscrito por 69 mil eleitores que põe fim à  máfia das funerárias. Leia mais

5 de agosto de 2014
por esmael
6 Comentários

Londrinenses batizam buracos de rua com nomes de políticos

via Jornal de Londrina

Os nomes dos vereadores e do prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff (PSD), estão “decorando” os buracos da Rua Iugoslávia, na zona sul de Londrina. Liderados pelo morador Marcos Vinícius Jorge, a pintura dos buracos e as placas com anúncios como Vende-se pedras!, é uma forma de protestar contra o descaso do poder público diante de tantos pedidos formais para consertar a rua.

Funcionários da Prefeitura estiveram no local na última quinta-feira (31), mas os reparos foram! insuficientes. O próprio prefeito Alexandre Kireeff também visitou a rua na sexta-feira para conferir o serviço. O prefeito disse que ficou lindo, mas a operação tapa-buracos não resolve nada. Não queremos trabalho mal feito, que vai embora com a primeira chuva. à‰ o nosso dinheiro que está sendo jogado fora. Pagamos impostos e não é barato. Queremos o mesmo tratamento que é dado para as outras regiões. Estamos cansados de tirar pedras da rua para evitar acidentes”, reclamou Marcos Vinícius Jorge.

São tantas pedras soltas jogadas na rua e buracos que, na opinião de Mario Jorge, irão faltar nomes para batizá-los. Dá para colocar o nome de todos os vereadores, secretariado e do prefeito, que ainda sobram buracos!, garantiu.

O morador Eros Fernando, que também aderiu ao protesto, esclareceu que a iniciativa é um ato de cidadania para chamar a atenção do poder público e que não possui nenhuma ligação com qualquer movimento político ou com os candidatos que vão concorrer à s próximas eleições. Nenhum vereador mora aqui e não nos candidatamos nem para presidente da associação de bairro!, afirmou.

Os buracos e as pedras soltas já estão trazendo prejuízos para o bolso dos moradores. Maria da Glória Coelho contou que precisou trocar os pneus do carro que foram avariados em decorrência da péssima qualidade do asfalto. Você já imaginou passar de carro por aqui, cinco, seis vezes por dia?!, questionou.

Mario Jorge acrescentou que o grupo não vai parar de protestar até que o problema seja resolvido definitivamente. Vamos bolar outras situações porque queremos um trabalho digno.!

5 de agosto de 2014
por esmael
29 Comentários

Policiais criam “dispositivo” contra falta de combustível em viaturas no PR

Viaturas da PM são "equipadas" no Paraná com bicicletas, que seriam utilizadas em caso de falta de combustível; nos últimos meses, policiais e bombeiros foram flagrados empurrando veículos pelas ruas de várias cidades devido à  falta de gasolina no tanque; governo de Beto Richa enfrenta dura crise financeira e de gestão; imagem do dispositivo! inventado pelos policiais, que circula nas redes sociais, confirma ditado segundo qual o seguro já morreu de velho.

Viaturas da PM são “equipadas” no Paraná com bicicletas, que seriam utilizadas em caso de falta de combustível; nos últimos meses, policiais e bombeiros foram flagrados empurrando veículos pelas ruas de várias cidades devido à  falta de gasolina no tanque; governo de Beto Richa enfrenta dura crise financeira e de gestão; imagem do dispositivo! inventado pelos policiais, que circula nas redes sociais, confirma ditado segundo qual o seguro já morreu de velho.

Circula nas redes sociais foto de viatura da Polícia Militar do Paraná “equipada” com uma bicicleta acoplada ao estepe. O “dispositivo” seria acionado pelos policiais em caso de falta de combustível no veículo, cena bastante comum no estado governado por Beto Richa (PSDB). Leia mais

5 de agosto de 2014
por esmael
4 Comentários

Julgamento do prefeito de Cascavel no TSE será nesta quinta-feira

Será julgado nesta quinta-feira, 07 de agosto, pelo Tribunal Superior Eleitoral !“ TSE, o processo de cassação do prefeito de Cascavel, Edgar Bueno (PDT), e do vice Maurício Theodoro (PSDB). Eles foram acusados de fraude eleitoral no pleito de 2012, por terem afirmado na campanha que! o principal concorrente, Professor Lemos, não morava em Cascavel. Edgar e Maurício foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), deixaram o cargo por um dia, mas voltaram e estão até hoje no governo por força de liminares.

O julgamento da próxima quinta-feira deverá iniciar com a sustentação oral da acusação, em seguida os defensores de Bueno e Theodoro terão tempo para a defesa oral. Após, a Ministra relatora, Luciana Lóssio apresentará seu voto, que poderá sofrer alguma alteração em virtude das manifestações da acusação e da defesa, ao que os outros seis Ministros que compõem o colegiado para esta sessão deverão votar. Segundo informações do gabinete da Ministra, não é esperado que ocorram pedidos de vistas, até porque não há nenhum voto divergente do Colegiado do TRE-PR, ou seja, a cassação ocorreu por unanimidade de votos.

O município de Cascavel fica localizado na região oeste do Paraná, a 490 km de Curitiba. à‰ o quinto mais populoso com 305 mil habitantes e está entre os dez mais ricos do estado.

Com informações da Gazeta do iguaçu

5 de agosto de 2014
por esmael
6 Comentários

Começa a tramitar pedido de financiamento do metrô curitibano

Deve sair até meados de setembro a autorização ou não da Câmara de Vereadores para o financiamento da prefeitura no valor de R$ 700 milhões junto ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). O recurso é a contrapartida municipal na construção da fase 1 do metrô.

O projeto de lei foi enviado na última sexta-feira pelo Executivo aos vereadores e começou a tramitar ontem na Casa Legislativa. Na mensagem, a prefeitura pediu urgência na tramitação e, por isso, a Câmara tem agora 45 dias para passar o projeto nas comissões temáticas. O recurso se soma ao R$ 1,8 bilhão que virão do Orçamento Geral da União, do governo federal, a outros R$ 700 milhões que devem ser contratados em financiamento pelo governo do Paraná e também à  verba da iniciativa privada. No total, serão R$ 4,6 bilhões em investimentos na construção da primeira linha do metrô.

As obras estão em processo de licitação, cujo edital foi republicado há cerca de um mês e pode ser consultado no site:! www.curitiba.pr.gov.br/metro. A entrega dos envelopes e da documentação está prevista para 25 de agosto. A sessão pública para conhecimento do vencedor deve acontecer no dia 28, segundo a prefeitura. A fase 1 terá 17,6 quilômetros e 15 estações.

via Jornal Metro

5 de agosto de 2014
por esmael
22 Comentários

Coluna Enio Verri: Bons resultados na economia colocam em xeque terrorismo econômico!

Enio Verri, em sua coluna desta quarta, estabelece uma comparação entre índices inflacionários e preços dos produtos nos governos Lula e Dilma com os da era tucana; colunista também critica o terrorismo midiático, dos jornalões e dos urubólogos, que, depois agourar a seleção na Copa, agora torcem contra as conquistas dos brasileiros; à‰ mais uma derrota daqueles que sentem saudades dos tempos de Fernando Henrique Cardoso e das grandes filas em busca de emprego, inflação alta e dos empréstimos do Fundo Internacional Monetário!, critica o deputado do PT; leia o artigo e compartilhe.

Enio Verri, em sua coluna desta quarta, estabelece uma comparação entre índices inflacionários e preços dos produtos nos governos Lula e Dilma com os da era tucana; colunista também critica o terrorismo midiático, dos jornalões e dos urubólogos, que, depois agourar a seleção na Copa, agora torcem contra as conquistas dos brasileiros; à‰ mais uma derrota daqueles que sentem saudades dos tempos de Fernando Henrique Cardoso e das grandes filas em busca de emprego, inflação alta e dos empréstimos do Fundo Internacional Monetário!, critica o deputado do PT; leia o artigo e compartilhe.

Enio Verri*

Brasil 7 x 1 urubólogos e vira-latas de plantão. O sucesso da organização da Copa do Mundo parece não ter desanimado aqueles que torcem contra o nosso País. Especialistas! e jornalistas imparciais! agora concentram suas forças no terrorismo econômico. Leia mais