Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

4 de agosto de 2014
por esmael
7 Comentários

Deputado Evandro Júnior jura que trabalha pela reeleição de Richa

O deputado estadual Evandro Júnior (PSDB), da região de Maringá, em nota, afirmou que “apoia e trabalha pela reeleição do governador Beto Richa”. O parlamentar, que é neto do ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, Hermas Brandão, nega informação publicada hoje no Blog do Esmael de que ele reforça a oposição na Assembleia. A saia-justa surgiu porque o avô do moço é coordenador-geral da campanha do senador Roberto Requião (PMDB) ao Palácio Iguaçu. A seguir, a íntegra do esclarecimento do deputado tucano:

“Em relação à  nota publicada em seu blog em que faz referência ao deputado estadual Evandro Junior, ele tem a informar que apoia e trabalha pela reeleição do governador Beto Richa, por reconhecer no seu governo as qualidades que o povo paranaense espera de seus representantes e, ainda, acreditar que num segundo mandato será possível ampliar as conquistas refletidas em obras, ações e programas, como o de atração de investimentos que já geram, hoje, milhares de empregos e revitalizam a economia paranaense como um todo.

Certo do registro público desta manifestação em seu blog, o deputado Evandro agradece a atenção.”

4 de agosto de 2014
por esmael
10 Comentários

Richa desrespeita decisão judicial ao manter placas, acusa Gleisi

A senadora Gleisi Hoffmann (PT), candidata ao Palácio Iguaçu pela coligação Paraná Olhando pra Frente, nesta segunda-feira (4), comemorou decisão da Justiça Eleitoral que obrigou o governador Beto Richa (PSDB), candidato à  reeleição, a retirar em 72 horas todas as placas de obras com publicidade institucional, espalhadas pelo estado, sob pena de pagamento de multa de R$ 20 mil por descumprimento.

A petista acusa o adversário tucano de torcer no nariz para a Justiça Eleitoral que considera ilegal este tipo de publicidade institucional em período de campanha.

O juiz Leonardo Castanho Mendes tomou a decisão a partir de informação da coligação Paraná Olhando pra Frente de que o candidato à  reeleição, Beto Richa, estava desrespeitando a decisão da última quinta-feira (31), que determina a retirada em 24 horas de cinco placas da campanha publicitária Mais uma obra!.

Informamos a Justiça Eleitoral que placas com o slogan “Mais uma obra” não haviam sido retiradas. A partir dessa constatação, o juiz achou por bem determinar a retirada de todas as placas de obras!, explica o coordenador jurídico da coligação Paraná Olhando pra Frente, Luiz Fernando Pereira.

Desrespeito

Na última quinta-feira (31), a Justiça Eleitoral determinou a retirada, no prazo máximo de 24 horas, de todas as placas de obras espalhadas pelo estado, que integram a propaganda institucional Mais uma obra!.

O Juiz Auxiliar Leonardo Castanho Mendes fixou multa de R$ 10 mil por placa em caso de desrespeito.

Na decisão, o magistrado chamava a atenção para o fato de a propaganda não expressar conteúdo informativo ou educativo!, que não apresenta nenhuma relevância à  população! e que “evidentemente, referida propaganda irregular afeta a igualdade de oportunidades entre candidatos no pleito eleitoral!.

Segue a íntegra da decisão:

Despacho em 04/08/2014 – RP N!º 155089 DR!º LEONARDO CASTANHO MENDES

REPRESENTAà‡àƒO n!º 1550-89.2014.6.16.0000

A Coligação “Paraná Olhando Pra Frente” (PT/PDT/PCdoB/PTN/PRB) informa o descumprimento pelos representados da decisão liminar de fls. 71/74 (acrescida pelos fundamentos da decisão de fls. 80/81), noticiando que foi identificada uma placa posicionada em frente à  Escola Estadual Dom Pedro II com os dizeres “Mais Uma Obra” , objeto de discussão nestes autos, considerada como propaganda institucional em período vedado. Pede-se a aplicação da multa pelo descumprimento e a sua majoração.

Decido.

O pedid

4 de agosto de 2014
por esmael
1 Comentário

Comissão da Verdade fará audiências em Londrina e Maringá

via Folha de Londrina

A Comissão Estadual da Verdade-PR Tereza Urban e o Fórum Paranaense de Resgate da Verdade, Memória e Justiça, realizam a partir desta terça (5) Audiências Públicas em Maringá e Londrina, no norte do Paraná. Os eventos têm parceria com diversas instituições locais e, conforme a CEV/PR, foram agendados para investigar graves violações de direitos humanos ocorridas nas duas cidades e região, no período de 1946 a 1988, em especial, durante a vigência da Ditadura Militar brasileira instaurada a partir de 1964.

Em Londrina, a Audiência terá duração de dois dias. Na quarta (6), será das 9h à s 18h , na Câmara Municipal. Na quinta (7) será no Centro de Estudos Sociais Aplicados, da Universidade Estadual de Londrina(UEL), das 9h à s 21h.

Em Maringá, a Audiência será na terça (5), na Prefeitura Municipal, Auditório Hélio Moreira, das 9h à s 18h, tendo três focos: serão colhidos depoimentos de militantes políticos, sindicais e estudantis que viviam na região Norte do estado e que tiveram seus direitos políticos e civis cassados e/ou foram presos e torturados durante a Ditadura Militar; serão colhidos depoimentos de lideranças indígenas dos povos Kaigang e Xetá, que sofreram violações dos seus direitos, durante a Ditadura Militar e; por fim, em sessão solene e simbólica, na Câmara de Vereadores, será restituído o mandato do vereador Bonifácio Martins.

Bonifácio Martins exerceu o mandato de vereador em Maringá por duas legislaturas (1956/60 e 1960/64). Com o golpe militar de 1!º de abril/64 e a instauração do Primeiro Ato Institucional, em 9 de abril/64, Martins foi indiciado no Inquérito Policial Militar (IPM) conhecido como “Zona Norte do Paraná”, onde dezenas de militantes de esquerda, sindicalistas e estudantes foram presos e processados.

Frente ao quadro de insegurança então existente no país e sabendo que seu nome era visado, o vereador evadiu-se de Maringá em abril/64, acompanhado da esposa e de duas filhas, uma delas ainda criança de colo. Deixou para trás sua empresa de prestação de serviços, uma residência que havia construído, localizada no antigo aeroporto, e uma vida de lutas políticas e cidadãs.

Cinquenta anos depois, por iniciativa da Câmara de Vereadores e de pesquisadores de História da Universidade Estadual de Maringá (UEM), com o aval e participação da CEV/PR, haverá a restituição simbólica do mandato do Vereador. Estarão presentes na ocasião as duas filhas do Vereador, Ilvana Martins da Costa Neves e Ildene Martins Scola, que receberão a homenagem póstuma pelo pai.

Para a audiênci

4 de agosto de 2014
por esmael
8 Comentários

Justiça libera candidatura de Cheida

O deputado estadual Luiz Eduardo Cheida (PMDB) informa que conseguiu autorização do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para disputar a reeleição. Ele sofreu condenação no mês passado, em segunda instância, por improbidade administrativa, ainda do tempo que era prefeito de Londrina (1993-1996). Pelo Twitter, o peemedebista comemorou: Leia mais

4 de agosto de 2014
por esmael
11 Comentários

Oposição a Richa consegue maioria na Assembleia Legislativa do Paraná

Palácio Iguaçu admite que oposição conseguiu maioria na Assembleia Legislativa do Paraná; oposicionistas somam 28 parlamentares ante 25  que ainda permanecem na bancada de apoio a Richa; deputados Herminhas e Evandro Júnior, respectivamente filho e neto do coordenador da campanha de Requião, ex-conselheiro do Tribunal de Contas, Hermas Brandão, são contabilizados na oposição; "A vaca foi para o brejo com corda e tudo", observa o deputado Antônio Anibelli Neto , o Anibelinho, que aposta em esvaziamento da pauta na Casa.

Palácio Iguaçu admite que oposição conseguiu maioria na Assembleia Legislativa do Paraná; oposicionistas somam 28 parlamentares ante 25 que ainda permanecem na bancada de apoio a Richa; deputados Herminhas e Evandro Júnior, respectivamente filho e neto do coordenador da campanha de Requião, ex-conselheiro do Tribunal de Contas, Hermas Brandão, são contabilizados na oposição; “A vaca foi para o brejo com corda e tudo”, observa o deputado Antônio Anibelli Neto , o Anibelinho, que aposta em esvaziamento da pauta na Casa.

Os deputados Hermas Brandão Filho (PSB), o Herminhas, e Evandro Júnior (PSDB) já são contabilizados pelo próprio Palácio Iguaçu como integrantes da oposição na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). Leia mais

4 de agosto de 2014
por esmael
26 Comentários

“Vargas não pode pegar carona em avião, mas a velha mídia pode?”

Em menos de 24 horas, jornal curitibano Gazeta do Povo descumpre código de postura divulgada por ele próprio em nome da imparcialidade!; repórter pegou carona no avião do presidenciável tucano Aécio Neves, que repetiu na entrevista a cantilena de Richa de que o Paraná tem sido descriminado pelo governo federal; se a Gazetona, da velha mídia, pode pegar carona em aviões de políticos por que André Vargas não pode?!, questionou um indignado petista.

Em menos de 24 horas, jornal curitibano Gazeta do Povo descumpre código de postura divulgada por ele próprio em nome da imparcialidade!; repórter pegou carona no avião do presidenciável tucano Aécio Neves, que repetiu na entrevista a cantilena de Richa de que o Paraná tem sido descriminado pelo governo federal; se a Gazetona, da velha mídia, pode pegar carona em aviões de políticos por que André Vargas não pode?!, questionou um indignado petista.

Na edição desta segunda-feira (4), a Gazeta do Povo dedicou uma página para exibir entrevista exclusiva com o candidato do PSDB à  presidência, Aécio Neves. Leia mais

4 de agosto de 2014
por esmael
26 Comentários

“As pessoas não querem ficar escutando lamentações, que a culpa é do outro”, diz Gleisi Hoffmann

via Metro

Leia a seguir a íntegra da entrevista publicada na edição de hoje do Jornal Metro. Ao final, há um perfil da candidata.! 

Porque o eleitor deve votar na senhora? Penso que o Paraná, por ser a quinta economia do país, está deixando de aproveitar oportunidades de desenvolvimento de políticas públicas. O Paraná tem hoje um governo tímido, que não tem ação nem iniciativa, e depende muito da atuação dos outros. Todas as vezes que eu vejo o governador falar sobre o Paraná é sempre colocando responsabilidade em outro. Ou no governo passado, ou no governo federal, ou nas condições adversas. Quando nós queremos fazer as coisas, temos que tomar as rédeas da situação e fazer acontecer. O Paraná pode responder a ações e estímulos para ser referência de políticas nacionais, inclusive. Poderíamos ser uma referência no desenvolvimento da saúde. Somos o 23!º Estado em investimentos na saúde, sequer investimos os 12% que manda a legislação.

O governador Richa diz que outros Estados governados pela oposição não tiveram uma adversária na chefia da Casa Civil e que o Paraná sofreu com isso. O que a senhora diz sobre isso? Eu lamento, por que é uma desculpa para justificar a incompetência administrativa, a inoperância a que o Estado foi submetido. à‰ um governador que prometeu um choque de gestão e está entregando aos paranaenses uma gestão chocante. Eu não me lembro, como paranaense, nos últimos 15, 2

4 de agosto de 2014
por esmael
21 Comentários

Polícia Civil do Paraná pode ser despejada devido a calote em aluguéis

Humilhante pedido de despejo da Polícia Civil, devido calote em aluguéis, se soma à s cenas humilhantes de policiais militares empurrando viaturas sem combustível em várias cidades do Paraná; governo Beto Richa deixou de pagar proprietários de imóveis em Curitiba (Departamento da Polícia e o Instituto de Identificação), em Ponta Grossa, Cianorte e Campo Mourão; há crise que dure para sempre?

Humilhante pedido de despejo da Polícia Civil, devido calote em aluguéis, se soma à s cenas humilhantes de policiais militares empurrando viaturas sem combustível em várias cidades do Paraná; governo Beto Richa deixou de pagar proprietários de imóveis em Curitiba (Departamento da Polícia e o Instituto de Identificação), em Ponta Grossa, Cianorte e Campo Mourão; há crise que dure para sempre?

O Blog do Esmael recebeu informação nesta segunda-feira (4) de que quatro unidades da Polícia Civil do Paraná poderão ser despejadas devido a calote dado pelo governo Beto Richa (PSDB) em aluguéis. Leia mais

4 de agosto de 2014
por esmael
7 Comentários

Nas redes, Dilma dobra a exposição de seus rivais

via Brasil 247

A presidente Dilma Rousseff possui mais do que o dobro das citações em redes sociais que os seus dois principais adversários juntos. Segundo relatório da empresa de monitoramento R18, em julho, a candidata petista à  reeleição foi mencionada 1,19 milhão de vezes no Facebook, no Twitter e no Instagram –aumento de 13% em comparação a junho.

Já o senador e candidato Aécio Neves (PSDB) registrou 360 mil referências nos mesmos sites, 88% a mais que no mês anterior. Por sua vez, o candidato do PSB, Eduardo Campos, teve o nome citado 130 mil vezes, 165% a mais que em junho.

Segundo a pesquisa, o desempenho de Dilma no período está relacionado à  Copa do Mundo. Após a eliminação da seleção brasileira por 7 a 1 contra a Alemanha, Dilma atingiu o pico mensal de citações em julho: mais de 65 mil.

Já o pico de Aécio está relacionado à s acusações sobre a construção de aeroporto no município de Cláudio (MG) em terreno que pertencia a sua família.

4 de agosto de 2014
por esmael
2 Comentários

70% das cidades do Paraná se livram dos lixões no prazo

via Bem Paraná

Terminou no último fim de semana o prazo para que os municípios brasileiros acabassem com os lixões a céu aberto, cumprindo a meta estabelecida em 2010 pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). No Paraná, muitas cidades não conseguiram cumprir com o prazo, mas ainda assim, há motivos para se comemorar. à‰ que de 65% a 70% dos municípios do Estado cumpriram ou estão perto de conseguir cumprir com a lei, enquanto no Brasil apenas 39,5% das cidades contam com destinação adequada dos resíduos sólidos.

A situação do lixo teve avanços nos últimos anos por conta da exigência da legislação. O pessoal foi se mexendo e resolvendo, mas uma grande parcela dos municípios paranaenses ainda não conseguiu acabar com os lixões!, afirma o prefeito de Pinhais e presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec).

Em 2011, uma auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) apontou que os lixões estavam presentes em 45% das cidades paranaenses. Dois anos depois, um levantamento feito pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) apontou que eram apenas 23,33% dos municípios que ainda utilizavam lixões a céu aberto para depositar os resíduos, ou seja, 93 dos 399 municípios do Estado. O estudo do IAP ainda diagnosticou que a maior parte das cidades que ainda depositam seus resíduos em áreas inadequadas são pequenas, em geral com menos de 20 mil habitantes.

Para resolver o problema, muitos se consorciam e/ou encaminham os dejetos para aterros controlados, que não são os locais mais adequados, mas são melhores que o lixão.

Normalmente, os municípios que ainda tem lixões são de pequeno porte e encontram dificuldades para se consorciar. Eles não têm condições de contratar um engenheiro ambiental, um arquiteto e um biólogo para cuidar da situação do lixo. Então, para conseguir isso, eles se consorciam para cuidar da gestão compartilhada. O problema maior, portanto, é a falta de capacidade operacional dos pequenos municípios, que inviabiliza resolver 100% do passivo!, aponta Carlos Garcez, coordenador de Resíduos Sólidos da Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

Luizão Goulart aponta ainda a escassez de dinheiro disponível para os municípios e a pobreza da própria população de algumas cidades como outra dificuldade a ser superada para se extinguir definitivamente os lixões. A maior dificuldade é o preço. Fica muito caro transportar e depositar o lixo. Além disso, um aterro sanitário demanda tecnologia, um gasto a mais para cumprir a destinação dos resíduos. Não temos quase nada de apoio para conseguir recurso, estamos nos virando por

4 de agosto de 2014
por esmael
2 Comentários

Mesmo anunciando cessar-fogo, Israel mantém ataques a Gaza

via Opera Mundi

Segundo fontes oficiais palestinas, uma menina de oito anos morreu e outras 30 pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira (04/08) em um ataque israelense no campo de refugiados de Shati, na Cidade de Gaza, pouco após entrar em vigor uma trégua humanitária anunciada por Israel no domingo.

De acordo com Ashraf al Qidra, porta-voz do Ministério da Saúde na Faixa de Gaza, o ataque aconteceu minutos depois das 10h da manhã (horário local, 4h de Brasília), hora na qual Israel disse que tinha suspendido suas atividades ofensivas na faixa durante sete horas. O ataque atingiu a casa da família Bakri, onde morreu uma das filhas e outras 30 pessoas ficaram feridas. Os feridos foram levados ao hospital Shifa.

Uma hora depois, Israel também atacou uma casa no campo de Nusseirat, no coração de Gaza, onde houve um número indeterminado de feridos, segundo o citado porta-voz. O cessar-fogo foi declarado de forma unilateral por Israel para permitir à  população da faixa receber provisões e retornar a seus lares, dias depois das condenações internacionais pelos ataques à s escolas da UNRWA em Gaza.

O Exército israelense anunciou que o cessar-fogo duraria sete horas em grande parte da Faixa de Gaza, mas que não se aplicaria em diversas áreas da cidade de Rafah (no Sul do território), na fronteira com o Egito, onde os militares israelenses continuam sua ofensiva contra militantes do grupo islamita palestino Hamas.

O anúncio do cessar-fogo veio depois que as forças israelenses bombardearam no domingo uma escola da ONU para refugiados palestinos em Rafah, no qual morreram pelo menos dez civis. O ataque foi qualificado como “um ultraje moral e um ato criminoso”,

4 de agosto de 2014
por esmael
10 Comentários

Veja essa: Pesquisa aponta vitória de Dilma em Pernambuco, terra de Eduardo Campos

do Brasil 247
Pesquisa do Instituto Maurício de Nassau (IPMN), encomendada pelo Portal Leia Já, e publicada em parceria com o Jornal do Comércio, aponta favoritismo da presidente Dilma Rousseff no berço político do presidenciável socialista Eduardo Campos.

No levantamento, divulgado nesta segunda-feira (4), a presidente desponta com 40% das intenções de voto para presidente enquanto o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) está com 30%. O tucano Aécio Neves segue distante na disputa por voto no Estado e aparece com apenas 4%.

O economista Maurício Romão, um dos coordenadores do estudo, atribui o desempenho de Dilma à  influência do ex-presidente Lula no Nordeste. Ele tem um respeito muito grande em meio aos nordestinos e essa memória do eleitor se manifesta nos números!, explica.

Em relação a contradição entre a boa avaliação do governo de Eduardo Campos (PSB) durante os últimos sete anos (54%) e a intenção de votos para o socialista, Romão observa: Eduardo não é mais governador. Ele está ausente do Estado para se dedicar à  campanha como presidenciável e então isso também influencia. Toda ausência é sentida!.

4 de agosto de 2014
por esmael
19 Comentários

Coluna do Marcelo Araújo: Gustavo Fruet pode até ser bom moço, mas como prefeito a história é outra…

Creio que as colunas traduziram perfeitamente a impressão que todos temos. Como pessoa excelente, coração de ouro, boníssima (do sobrenome talvez), mas como prefeito...!, afirma em sua coluna nesta segunda-feira Marcelo Araújo; para o colunista especialista em multas, o bom-mocismo de Fruet não o exime de bem administrar a cidade de Curitiba; leia o texto e compartilhe.

Creio que as colunas traduziram perfeitamente a impressão que todos temos. Como pessoa excelente, coração de ouro, boníssima (do sobrenome talvez), mas como prefeito…!, afirma em sua coluna nesta segunda-feira Marcelo Araújo; para o colunista especialista em multas, o bom-mocismo de Fruet não o exime de bem administrar a cidade de Curitiba; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo*

Fazendo uma compilação de três colunas da Gazeta do Povo, do respeitadíssimo! Celso Nascimento, encontramos algumas pérolas cedidas pelo prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet. Leia mais