Três ex-presidentes da AMP coordenam campanha de Requião

Publicado em 31 julho, 2014
Compartilhe agora!

Ex-prefeitos Gabriel "Gabão" Samaha (Piraquara), Moacyr Fadel (Castro) e Joarez Henrichs (Barracão), ambos os três ex-presidentes da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), coordenam o esforço para o senador Roberto Requião voltar ao Palácio Iguaçu em 2014 e, concomitantemente, trabalham pelo retorno de centenas de ex-colegas à s prefeituras em 2016; na eleição de 2010, o trio trabalhou pela eleição do atual governador Beto Richa (PSDB); eles dizem que agora estão com o peemedebista porque o tucano "quebrou o Paraná" em pouco mais de três anos de gestão.
Ex-prefeitos Gabriel “Gabão” Samaha (Piraquara), Moacyr Fadel (Castro) e Joarez Henrichs (Barracão), ambos os três ex-presidentes da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), coordenam o esforço para o senador Roberto Requião voltar ao Palácio Iguaçu em 2014 e, concomitantemente, trabalham pelo retorno de centenas de ex-colegas à s prefeituras em 2016; na eleição de 2010, o trio trabalhou pela eleição do atual governador Beto Richa (PSDB); eles dizem que agora estão com o peemedebista porque o tucano “quebrou o Paraná” em pouco mais de três anos de gestão.
O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao tetra mandato de governador do Paraná, nesta campanha, conta com a ajuda de três ex-presidentes da Associação dos Municípios do Paraná (AMP).

Os ex-prefeitos Gabriel “Gabão” Samaha (Piraquara), Moacyr Fadel (Castro) e Joarez Henrichs (Barracão) coordenam o esforço para o peemedebista voltar ao Palácio Iguaçu em 2014 e, concomitantemente, trabalham pelo retorno de centenas de ex-colegas à s prefeituras em 2016.

Na eleição de 2010, o trio de ex-presidentes da AMP trabalhou pela eleição do atual governador Beto Richa (PSDB). Eles dizem que agora estão com Requião porque o tucano “quebrou o Paraná” em pouco mais de três anos de gestão.

A AMP representa os 399 municípios paranaenses, mas Fadel, Henrichs e Gabão representam ao menos três levas! de ex-prefeitos que também estão sedentos para voltar ao poder em seus respectivos municípios.

O atual presidente da AMP, Luiz Sorvos (PDT), jura que está com a senadora Gleisi Hoffmann (PT) na corrida pelo Palácio Iguaçu.

Compartilhe agora!

Comments are closed.