stf_vargas

| Comente agora

Ministro Ricardo Lewandowski concedeu liminar que autoriza os advogados de defesa do deputado André Vargas (sem partido) a obterem cópia de documentos sigilosos do processo disciplinar do qual o parlamentar é alvo no Conselho de Ética da Câmara; ministro ressaltou que a Constituição assegura a ampla defesa e o contraditório àqueles que respondem a processos; defesa de Vargas alegou que o presidente da Casa, Henrique Alves (PMDB-RN) e o relator do caso, Júlio Delgado (PSB-MG), “estariam ouvindo testemunhas de defesa, sem lhes conceder devido e amplo acesso aos autos”; ex-PT, se absolvido, deputado poderá ser readmitido na campanha da senadora Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.