Repercute internacionalmente “receita de bolo’ sabor laranja de Requião Filho

A inusitada reação de Requião Filho, que publicou hoje uma receita de bolo em protesto contra a censura de sua coluna, no Blog do Esmael, chamou a atenção de órgãos de imprensa da Europa (The Guardian, da Inglaterra) e dos Estados Unidos (The New York Times), que estão apurando a história; expediente era usado na ditadura militar, quando era proibido falar sobre o regime de exceção no país; será que o tiro dos aliados de Beto Richa saiu pela culatra?

A inusitada reação de Requião Filho, que publicou hoje uma receita de bolo em protesto contra a censura de sua coluna, no Blog do Esmael, chamou a atenção de órgãos de imprensa da Europa (The Guardian, da Inglaterra) e dos Estados Unidos (The New York Times), que estão apurando a história; expediente era usado na ditadura militar, quando era proibido falar sobre o regime de exceção no país; será que o tiro dos aliados de Beto Richa saiu pela culatra?

O advogado Maurício Requião Filho, colunista do Blog do Esmael, nesta quinta-feira (24), em protesto contra a judicialização da opinião trocou a acidez da crítica política pela acidez cítrica ao escrever no espaço uma receita de bolo sabor laranja (clique aqui). Ele é alvo de pedido de censura na Justiça Eleitoral.

A inusitada reação de Requião Filho chamou a atenção de órgãos de imprensa da Europa (The Guardian, da Inglaterra) e dos Estados Unidos (The New York Times), que estão apurando a história.

O colunista ficou indignado com uma representação do ex-deputado José Domingos Scarpelini, filiado no PSB, partido aliado do governador Beto Richa (PSDB), que pediu a censura de Requião Filho por “propaganda irregular” em benefício próprio e de seu pai, senador Roberto Requião (PMDB), que disputa o governo do Paraná.

Requião Filho é candidato a deputado estadual pelo PMDB e, conforme reclamação de Scarpelini, utilizou sua coluna no Blog do Esmael para criticar a segurança pública do governo estadual e promover as respectivas candidaturas peemedebistas.

Durante a ditadura militar, que vigorou no país entre 1964 e 1985, quando a imprensa não podia falar sobre o regime fardado, os jornalistas ao invés de discutir o governo dos milicos passavam receitas de bolo e publicavam poemas.

O Blog do Esmael, sempre pautado pela pluralidade de ideias, é contra a judicialização da opinião, refuta a censura seja de direita ou de esquerda, e se solidariza com o colunista que tem seu direito à  liberdade de expressão ameaçado pela conjuntura eleitoral. Pela Constituição Federal, pela democracia.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. O TRE acatou o pedido???? Se acatou, o Requião Filho tem todo o direito de espernear; Se NÃO acatou, está reclamando de quê??? Cada uma!!!!!

  2. Roberto Requião anda dizendo nas rádios que o pessoal tem que convidar o Beto Richa com o mesmo espaço de tempo etc. E frisando: “Mas entrevistem ele à tarde, porque de manhã ele dorme”. O troco: “Entrevistem o Requião bem cedo porque depois que o Gardenal começa a perder o efeito, ele não fala coisa com coisa”.

  3. sai fora aspone junior, trabalho e pago meus impostos, que aliás servem para colocar comida na sua mesa até hoje! já paguei sua conta desde pequeno, agora tu quer mais né? mãmãe eu quero mamar, da tetinha pro junior não chorar! kkkkkk

  4. kd os links do mauricio tadeu de mello e siilva mauricio requiao, requião filho? tbm quero um salário de 100k as custas da realização do pai!

  5. Não repercute nem no Paraguai esta laranjada do Bombado.

  6. kkk pode apagar esse chavequinho nao cola! quero teta mãe! kkk