Por decreto, Richa institui censura contra servidores públicos no Paraná

Governador Beto Richa extrapola poder ao decretar proibição da manifestação dos servidores públicos do estado nas redes sociais, colocar adesivos em seus carros, usar camisetas, bonés e broches de seus candidatos preferidos; "Até a novela das nove para discutir política!, protesta Luiz Fernando Delazari, da coordenação jurídica da campanha de Roberto Requião; "Vamos ingressar nas próximas horas com um mandado de segurança contra essa aberração!, anuncia.

Governador Beto Richa extrapola poder ao decretar proibição da manifestação dos servidores públicos do estado nas redes sociais, colocar adesivos em seus carros, usar camisetas, bonés e broches de seus candidatos preferidos; “Até a novela das nove para discutir política!, protesta Luiz Fernando Delazari, da coordenação jurídica da campanha de Roberto Requião; “Vamos ingressar nas próximas horas com um mandado de segurança contra essa aberração!, anuncia.

O governador Beto Richa (PSDB) exagerou na tentativa de “segurar” o funcionalismo público que lhe é hostil por conta de promessas não cumpridas nos últimos três anos e meio de “choque de gestão”. Para conter a “rebordosa”, o tucano editou o decreto 9768, que institucionaliza a censura no Paraná.

Pelo decreto de Richa, os servidores públicos não poderão se manifestar nas redes sociais, colocar adesivos em seus carros, nem colocar camisetas, bonés e broches de seus candidatos preferidos.

“Até a novela das nove para discutir política, o eleitor pode votar com camisetas e bonés. Por que o governador quer proibir a manifestação de consciência? Será que ele se acha o ditador das araucárias?”, protestou o advogado Luiz Fernando Delazari, da coordenação jurídica da campanha de Roberto Requião (PMDB) ao Palácio Iguaçu.

“Vamos ingressar nas próximas horas com um mandado de segurança contra essa aberração, esse entulho da ditadura militar, porque o direito de manifestação é consagrado pela Constituição Federal. Esse decreto de Richa pretende silenciar a opinião e nós, que temos tradição democrática, não vamos permitir”, disse Delazari.

Leia um trecho do decreto 9768:

Art. 7!º Ficam vedados aos agentes públicos do Poder Executivo Estadual:

II – as manifestações silenciosas, em horário de expediente, de preferência por determinado candidato, inclusive por meio de redes sociais, por meio de equipamentos públicos, tais como a colocação de cartazes, adesivos ou qualquer tipo de peça publicitária nas dependências internas do local de trabalho, em veículos oficiais ou custeados com recursos públicos, bem como a utilização de camisetas, bonés, broches, dísticos, faixas e qualquer outra peça de vestuário que contenha alusão, ainda que indireta, de caráter eleitoral;

III – a menção, divulgação ou qualquer forma de alusão a candidatos, partidos ou coligações no momento da prestação dos serviços ou distribuição gratuita de bens.

Leia a íntegra do decreto da censura (9768) assinado por Richa:

96 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. ENCONTROU UMA MANEIRA DE PROTEGER A BANDALHEIRA TUCANA?
    TADINHO!!!!

  2. Somente quem é funcionário público sabe o que acontece nos bastidores do poder. em épocas de campanha, os servidores comissionados e com cargos d chefia são OBRIGADOS a dedicar o horário de almoço e finais de semana para panfletagem, bandeiradas e outras atividades em prol do candidato da situação. A máquina administrativa é usada a todo vapor nas campanhas, inclusive com viaturas transportando material de propaganda pelos Estado todo. A escala é clara, quanto mais elevado o cargo, mas abusiva e criminosa será a ação, ou seja, se quiser manter o cargo tem que assumir os riscos da ilegalidade. É aceitar o pedir exoneração. E tem filas de espera….

  3. Façam um comparativo e depois reflitam, no Mandato de 8 anos do Requião os professores tiveram 19% de aumento mais ou menos, no mandato do Beto Richa tiveram quase 56% de aumento.

  4. Copel eh Requiao e ele sabe! Se depender dos Copelianos esse playboy já perdeu!!!

  5. Na ditadura é assim. O tirano pode tudo, mas o povo tem que se submeter às regras ditadas pelo “dono”, inclusive da consciência das pessoas. Digo isso porque o Sr. Governador, autor do referido decreto, já foi condenado, como candidato nessa campanha, por desrespeito à Lei Eleitoral, por duas vezes, por usar o Facebook oficial do Governo do Estado para fazer promoção pessoal. Veja o documento do TRE:
    http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tre-pr-decisao-juizes-auxiliares-2014-1421-84-2014-6-16-0000

  6. Meus amigos entendo isto como sendo desespero de causa, ele esta vendo que os funcionários não estão contente com ele, e que os funcionários e professores irão reprovar ele nas urnas e irão votar no REQUIÃO.

  7. Eu li todo o decreto. Não tenho preguiça nem dificuldade de interpretacao … Enfim isto é censuraaaaa!! Não digo isso referente aos carros oficiais… Ao uso dos aparatos do estado para divulgação de qual candidato sera votado ou não.. Mas agora eu não posso usar uma camiseta do candidato que votarei??? E vai que por ventura naquele dia eu só tinha aquela camiseta para vestir… Piadinhas a parte , a única coisa que espero dessa eleição é que o Betinho suma, seja destroçado e vá falir e acabar com o orçamento dele… Que deixe nosso estado em paz.. Longe de de sua política neoliberal fracassada… Que esse desgoverno acabe logo!!!! Some Rocha.

  8. Concordo com tudo isso. Funcionário Público não deve fazer propaganda em horário de expediente. Inclusive o Senhor Governador Beto Richa que também é funcionário público, deveria dar o exemplo e renunciar ao cargo para fazer a sua campanha eleitoral.

  9. VINDO DESSE BLOG, ATAQUES AO BETO RICHA NUNCA PODEM SER CONSIDERADOS, BEM ESTILO REQUIÃO DE SER, GOSTA DE DAR BORDOADA

  10. …,O PSDB/DEM/PPS,APROVAM QUALQUER COISA,AFINAL,ESSA CAMBADA MANDAM NO JUDICIÁRIO(?),DO BRASIL…,QUE INVEJA DO JUDICIÁRIO DA FRANÇA…,ACORDA PARANÁ,ACORDA BRASIL…,REFORMA DO JUDICIÁRIO,JÁ!!!

  11. Blog do Esmael é igual ao famoso e saudoso Abelardo Barbosa o “Chacrinha”:
    “Eu não vim para esclarecer, eu vim para confundir”.

  12. Nao acho censura, é até uma maneira de proteger os servidores, visto que muitos dos que apoiaram seu partido nas ultimas eleições ficaram na corda bamba após a troca de governo. Sem comentar que muitos são obrigados a colar tais adesivos em seus carros. Eu apoio!

  13. Fico admirado que um professor não saiba entender um decreto. E quer administrar o Estado.

  14. NÃO GOSTOU DO MEU ADESIVO DE REQUIÃO ??? VEM VEM…QUERO VER VOCÊ TIRAR…PLAYBOY SEM ESCRUPULOSOS.

  15. Me chamou a atenção a foto do Colégio Estadual do Paraná estampando a reportagem. O que será que isso quer dizer? Isso me parece que lá é o lugar onde a fiscalização vai correr solta, afinal a direção da instituição tem todos os requintes para realizar o serviço. Um lugar sem lei onde mesmo com decreto de nomeação as pessoas praticam a função que querem. Vejamos o Dec. 10996 de 8 de maio, o qual não é cumprido. Além disso a pseudo democracia também é uma constante.

  16. No Detran, os servidores da ponta como eu nao possuem acesso livre a internet, sao bloqueados, ao que sei somente os cargos de chefia, diretoria entre outros que podem….logo tem algo errado.

  17. Parabéns ao governador, pois funcionários públicos não podem e nem devem fazer campanha a quem quer que seja. Enquanto isto o outro vai acabar com o pedágio….kkkkkk

    • Funcionário da rede pública ou privada é acima de tudo cidadão. O que não se deve, é utilizar-se dos mecanismos públicos para impedir o que a democracia tem de mais legítimo, a liberdade de pensamento, opinião e atitude. Todos somos o povo.

  18. Nani, nani nani, bom para nós progressistas.

  19. Beto Richa, faz merda em toda a sua gestão e fica com medo da opinião… nem deveria tentar se reeleger se esta com medo…

  20. Concordo com o decreto do Governador, dentro de órgãos publico não é lugar de fazer politicas partidárias e sim o lugar do servidor publico prestar da melhor forma a sua função. Agora fora do horário de expediente faça o que quiser e fale de quem quiser, pq não existe politico bom, são todos iguais!

  21. E bateu o desespero no rapaz… sem problemas nos manifestamos mais ainda fora do expediente. . meu carro já está adesivado Volta Requião

  22. Parabéns, Rodrigo!
    Sempre com coragem de enfrentar e denunciar os desgovernos!Vamos juntos por um Paraná para os trabalhadores! #TôComRodrigo #Voto16

  23. Boa parte das normas contidas neste decreto do governador já fazem párte das normas expedidas pela justiça eleitoral em todas as esferas do serviço publico. Portanto não precisava de um decreto do governador repetindo tais “instruções”. Mas Richa o fez somente para embutir outras “normas’ visando coagir o funcionalismo publico estadual. É expediente da ditadura, usado abusivamente pelo governador e candidato a reeleição.

  24. Os funcionários do SICREDI são obrigado a se filiar ao PT. Se não o fizerem são perseguidos e até mesmo demitidos.
    Porque o senhor, Esmael Morais, não fala sobre isso?

    Há muito podridão na “Politica no Brasil”

  25. A Historia se repete, para aqueles governantes desatentos, que não aprenderam as lições do passado, de repente passa um filme na minha cabeça, AI5, DITADURA, PRESOS, EXTRADITADOS, GEN. GEISEL, MDB, PMDB, DIRETAS,ULISSES GUIMARÃES, DEMOCRACIA. Beto acorda, O PMDB velho de guerra, tem Historia e REQUIÃO é o nosso comandante.

  26. Niemöller é o autor de uma adaptação de um célebre poema de Vladimir Maiakovski “E Não Sobrou Ninguém” tratando sobre o significado do Nazismo na Alemanha:

    “Quando os nazistas levaram os comunistas, eu calei-me, porque, afinal, eu não era comunista. Quando eles prenderam os sociais-democratas, eu calei-me, porque, afinal, eu não era social-democrata. Quando eles levaram os sindicalistas, eu não protestei, porque, afinal, eu não era sindicalista. Quando levaram os judeus, eu não protestei, porque, afinal, eu não era judeu. Quando eles me levaram, não havia mais quem protestasse”
    Wikiquote
    O Wikiquote possui citações de ou sobre: Martin_Niemöller

    Martin Niemöller http://pt.wikipedia.org/wiki/Martin_Niem%C3%B6ller

  27. beto imitando o colega ‘carioca’ drogado

  28. Uma atitude “normal”para quem esta com o barco fazendo água!

  29. APRA-PR Entra com Mandado de Segurança Contra Ato do Chefe do Poder Executivo do Estado do PR, tendo como Objeto o Decreto Estadual nº 8827-13.

    http://www.aprapr.org.br/2013/11/09/apra-pr-entra-com-mandado-de-seguranca-contra-ato-do-chefe-do-poder-executivo-do-estado-do-pr-tendo-como-objeto-o-decreto-estadual-no-8827-13/

  30. Meu carro vai ser adesivado e vai ficar em frente a repartição em que trabalho o dia todo. Não tem decreto que me faça abrir mão do meu direito de expressão.
    Lógico que não devemos fazer propaganda durante o expediente de trabalho, nem usar equipamentos (computadores) para acessar redes sociais, pois sou um prestador de serviços a população e em horário de trabalho devo exercer a função da melhor maneira possível. Mas em minha casa é outra história. A constituição me garante esse direito.

    • Disse tudo. Fora do meu local de trabalho faço o que eu quiser. Minha rede social só sa Requião vou adesivar o carro e vai ficar no meu local de trabalho e nada me impede disso.

  31. Eu acho que o beto deveria liberar queria ver o desespero dos barnabés torcendo pela volta do mamona,

  32. A QUE PONTE CHEGAM O AFUNDAMENTO E O DESESPERO POLÍTICO?
    MAIS UMA INCONSTITUCIONALIDADE QUE SERÁ DESFEITA NOS TRIBUNAIS, DARÁ A VÍTIMA (SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS QUE POSSAM PERSEGUIR E ENCHEREM O SACO) O DIREITO E A POSSIBILIDADE DE MOVER AÇÃO PARA INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS CONTRA O ESTADO DEVIDO ABUSO E DESVIO DE PODER!
    BETO RICHA NÃO SE REELEGE, MAS VAI ENCHER O ESTADO DE PRECATÓRIOS!

    A crítica em si é natural do ser humano, traduzindo um direito impregnado de qualificação constitucional, plenamente justificável aos que exercem qualquer atividade de interesse da coletividade em geral, pois o interesse social, que legitima o direito de criticar, sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as pessoas públicas, políticas e as figuras notórias, que exercem, ou não, cargos oficiais na administração pública. Assim sendo qualquer cidadão não deixa de cumprir prescrições expressamente estabelecidas seja lá quais forem previstas em leis, estatutos, regulamentos e outros dispositivos legais, ou seja, o pretenso “delito de opinião” não tem tipificação como crime ou contravenção penal, por isso naturalmente não há violações que afetem preceitos de hierarquia, de disciplina, de ética, de honra pessoal, de pundonor ou decoro seja lá de qual classe profissional. A crítica nos meios de comunicação social feitas por cidadãos investidos ou não de cargo público ás pessoas públicas e a figuras notórias, por mais duras e veementes que possam ser, deixa de sofrer, quanto ao seu concreto exercício, as limitações externas que ordinariamente resultam dos direitos de personalidade. Ou seja, não induz responsabilidade penal, administrativa e civil seja lá de quem for, a publicação de texto com crítica, em algum meio de comunicação de massa, cujo conteúdo divulgue observações em caráter mordaz ou irônico ou, então, veicule opiniões em tom de crítica severa, dura ou, até, impiedosa, ainda mais se a pessoa, a quem tais observações forem dirigidas, ostentar a condição de figura notória ou pública, investida, ou não, de autoridade governamental, pois, em tal contexto, a liberdade de crítica qualifica-se como verdadeira excludente, apta a afastar o intuito doloso de ofender, ou seja, à liberdade de expressão é direito básico de qualquer cidadão, inscrito em cláusulas pétreas da Constituição Federal no seu Art. 5º: “IV ““ é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato” e “IX ““ é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença.”

  33. E roupa vermelha pode?

  34. A QUE PONTE CHEGAM O AFUNDAMENTO E O DESESPERO POLÍTICOS?
    MAIS UMA INCONSTITUCIONALIDADE QUE SERÁ DESFEITA NOS TRIBUNAIS, DARÁ A VÍTIMA (SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS PERSEGUIREM E QUE ENCHEREM O SACO) O DIREITO E A POSSIBILIDADE DE MOVER AÇÃO PARA INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS CONTRA O ESTADO DEVIDO ABUSO E DESVIO DE PODER!
    BETO RICHA NÃO SE REELEGE, MAS VAI ENCHER O ESTADO DE PRECATÓRIOS!

    Esmael e demais a crítica em si é natural do ser humano, traduzindo um direito impregnado de qualificação constitucional, plenamente justificável aos que exercem qualquer atividade de interesse da coletividade em geral, pois o interesse social, que legitima o direito de criticar, sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as pessoas públicas, políticas e as figuras notórias, que exercem, ou não, cargos oficiais na administração pública. Assim sendo qualquer cidadão não deixa de cumprir prescrições expressamente estabelecidas seja lá quais forem previstas em leis, estatutos, regulamentos e outros dispositivos legais, ou seja, o pretenso “delito de opinião” não tem tipificação como crime ou contravenção penal, por isso naturalmente não há violações que afetem preceitos de hierarquia, de disciplina, de ética, de honra pessoal, de pundonor ou decoro seja lá de qual classe profissional. A crítica nos meios de comunicação social feitas por cidadãos investidos ou não de cargo público ás pessoas públicas e a figuras notórias, por mais duras e veementes que possam ser, deixa de sofrer, quanto ao seu concreto exercício, as limitações externas que ordinariamente resultam dos direitos de personalidade. Ou seja, não induz responsabilidade penal, administrativa e civil seja lá de quem for, a publicação de texto com crítica, em algum meio de comunicação de massa, cujo conteúdo divulgue observações em caráter mordaz ou irônico ou, então, veicule opiniões em tom de crítica severa, dura ou, até, impiedosa, ainda mais se a pessoa, a quem tais observações forem dirigidas, ostentar a condição de figura notória ou pública, investida, ou não, de autoridade governamental, pois, em tal contexto, a liberdade de crítica qualifica-se como verdadeira excludente, apta a afastar o intuito doloso de ofender, ou seja, à liberdade de expressão é direito básico de qualquer cidadão, inscrito em cláusulas pétreas da Constituição Federal no seu Art. 5º: “IV – é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato” e “IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença.”

    • ABOBADO
      MAs vc é um ignorante mesmo, Celso. Tá careca de saber que a máquina pública nao pode ser usada. O Governador só preserva a democracia.
      Deixa de ser bravateiro.

      • Pé chato, vc vai ficar roxinho de raiva e deve aproveitar os de cargo em comissão, porque ninguem aguenta 35% de rejeição tchau beto

      • Abobado, preserva a democracia mas queria censurar o blog do Esmael, abobado…

      • Caro Sr. esta expresso na Constituição Federal no seu Art. 5º: “IV ““ é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato” e “IX ““ é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença.” Somos um povo por natureza democrata.

  35. É verdade abaixo esse ditador, bom mesmo era o Requião que só forçava os funcionários em sua hora de folga a fazer propaganda, sem incentivar a censura.

  36. Delazari falando de respeito e democracia e vc esmael prestando o maior deserviço a democracia brasileira. As proibições servem mais para barrar o uso da máquina a favor do que impedir a oposição.

    Delazari e esmael, não sejam hipócritas. O decreto do governo apenas transcreve o conteúdo da Resolucao 23404, de 2014 do TSE. Advogado, não fale besteira, primeiro questione as normas federais antes de sair atirando e achar que todo mundo e imbecil.

    O beto não inventou nada, não proibiu nada, apenas como governante responsável está cumprindo a lei que regula está eleição.

    • Isso mesmo.
      Ignorância ou má fé? O Decreto é obrigatório ao executivo, deve orientar os servidores para as exigências da legislação eleitoral. Serve para evitar o uso da máquina pública. Tem um bem similar nas eleições de 2012, apenas com enfoque municipal.
      Se houver descumprimento do que prescreve o decreto, o agente público será punido pela justiça eleitoral, geralmente com multas pesadas. Tal ocorreu em 2006 quando o Delazari era o SECRETINO de segurança pública e o coronel Porcides, na época comandante dos bombeiros, foi autuado pela justiça eleitoral por reunir a tropa para assistir o Cd do Requião explicando o CRIAME DE PM’s que ele tinha no Canguiri…
      http://www.bemparana.com.br/noticia/5688/jornais-apocrifos-e-cds-de-requiao

      Com as normas atuais, comissionado se quizer agitar bandeira na esquina tem de fazer fora do horário de expediente.
      Inclusive defende os servidores contrários ao governo, pois não podem nem ser transferidos ao se declararem adeptos da oposição.
      Lamentável ver pessoas esclarecidas em assuntos da lei demonstrando tão pouco conhecimento dela. Ou será má fé mesmo?

  37. Nessa aí tá incluído o Fala Merda e seus assemelhados?

  38. MEU DEUS! O que está faltando para o povo entender que o PSDB é uma praga que contamina a democracia?

  39. Bateu o desespero no guri de prédio, o decreto 9768, que institucionaliza a censura no Paraná é uma verdadeira aberração, um atentado ao Estado Democrático e a Constituição. Pura hipocrisia, afinal, os comissionados do Palácio Iguaçu postam profissionalmente nas redes sociais, esse decreto tem por objetivo calar os eleitores (servidores) independentes.

  40. Isso só pode ser piada, ainda colocam foto de militar do exército para fazer uma comparação a ditatura que há anos passou, que naquela época eles cumpriam ordem, dessa forma está complicada.

  41. Isso mesmo Berto Rincha continua assim.

  42. Beto está pedindo para não ir nem para o segundo turno.
    Agora resolveu legislar contra matéria de ordem pública positivada na Constituição.

  43. É governador Beto Richa; desafio Vossa Senhoria a me demitir ou a qualquer um de meus companheiros de trabalho. Estou licenciado para concorrer às eleições para o governo do Paraná, inclusive contra todas as suas ações no que concerne à sua política para a educação que levaram a 90% da categoria entrar em greve esse ano.Vou denunciar veementemente em todas as oportunidades em que eu puder. Lei da mordaça? Espero que não se atreva! Do blog do Esmael Morais; Ao invés de nos ameaçar deveria estar contratando educadores para suprir as vagas dos que, amparados pela lei, se licenciaram. Isso sim, seria ter compromisso com a educação.

    • ABOBADO
      Este Tomazine é um abobado mesmo. Ele próprio confirma que está licenciado e é professor. Só que nem sabe interpretar um decreto. Se ele está licenciado, logo não está no exercício da função publica. Está sim exrcendo seu direito de fazer sua campanha. Aprenda a ler, ou deixa de ser malandro com bravatinhas iguais a esta

  44. É o limite do desgoverno! Faz caca durante quatro anos e não quer que os funcionários demonstrem o seu descontentamento. Requião, dê uma surra de cinta no piá de prédio e o coloque de castigo!

  45. Só falta agora ele mandar misses e explodir os redutos de pessoas com opinião propria! parece um SS!

  46. Sera que este piá de bosta vai colocar a policia militar para fiscalizar os funcinarios ? Volte logo REQUIÃO antes que o estado quebre.

  47. Sou professora e me sinto indignada com este moleque . Depois da pesquisa de intenção de voto acho que o REQUIÃO e a DILMA ganham no primeiro turno.

  48. O Dellazari é promotor de justiça, comissionado do Requião ou advogado dele???

    Pode isso Arnaldo???

  49. O Atual Governador esta com medo da democracia? é essa pergunta que eu faço a ele com esse seu decreto.

    • OUTRO ABOBALHADO
      Se a legislação permitisse, quem estaria ganhando com servidores fazendo campanha no horário de trabalho seria obviamente o proprio governador. Tu é mesmo um imbecilóide, Luan. Aprenda a conviver com governadores que prezam pela legaldade. Vc deve estar a costumado com o cuturno do seu chefe mamoneiro,, que ditador, não respeita nem as mulheres trabalhadoras, perguntando se ela trai o marido

      • Puxa saco de um governador que não sabe governar.Faliu o ESTADO tentou vender a Sanepar as reservas florestais do Estado, mentiu sobre não saber do aumento de 35% do conta de luz .CENSURA os funcionários públicos e ainda impõe que os mesmos acompanhe reuniões politicas.LADRÃO ….

  50. Mas obrigar o servidor, a trabalhar na campanha, só porque tem uma chefia de 300 reais isso pode né, já ouvi muito “vc tem uma chefia, é melhor ir”.

  51. ANTES DE COMENTAR LEIA AS NOVE PAGINAS DO DECRETO POR FAVOR, EU LI.

    NA BOA PESSOAL, SERÁ QUE EU FIQUEI INGENUO HOJE?
    Sempre estou aqui combatendo as estripulias do Beto Richa, mas nesse caso eu li as nove paginas desse decreto, até onde eu entendi é um conjunto de normas para que as repartições públicas, não vire a esquina das “marechais” a não ser que essas normas sejam aplicadas somente quando as manifestações dos servidores beneficiar o Requião, Gleisi e outros candidatos, sendo aplicado a todos inclusive ao Senhor Carlos Alberto Richa, não vi exagero, nem censura no texto, o duro é punir um puxa saco do governador, dentro da repartição fazendo campanha para ele, É DIFÍCIL, me ajuda ai, vai.

    • Vc tá ingênuo hoje; o governador só tomou a iniciativa devido ao fato de a sua moral estar mais baixa que fiofó de sapo; ele sabe que o funcionalismo vai trabalhar contra ele!

      • Polaco, você está totalmente correto. Dentro desta linha de pensamento veja que Beto Richa tenta censurar o blog do Esmael não o do Campana que passa o dia iinteiro lambendo o saco do governador.

      • SABE NADA
        Este polaco sabe de nada, ele sim injenuo. Estas mesmas normas foram publicadas no periodo que os servidores tinha que se desincompatibilizar pra concorrer. Só foi re-publicado agora. Não tem nada a ver com candidato A ou B. Não basta ler, Polaco, é preciso aprender a ler, interpretar.

    • na boa polaco,você só e mais um que o maria vai com as outra,quem realmente leu o decreto,como eu,observou que se trata de uma regulamentação interna,papel de administrador,para que não se faça campanha politica ,em horário de trabalho,haja vista que eles não são pagos para isso,e não fala nada em horário de folga,o que deve ou não deve fazer,´”QUEM NÃO LÊ COM A DEVIDA ATENÇÃO, PERDE A OPORTUNIDADE DE FICAR CALADO”

  52. Os servidores não podem USAR O EQUIPAMENTO do Estado para acessar as redes sociais; ou se manifestar em HORÁRIO DE EXPEDIENTE; nem fazer propagada eleitoral NO LOCAL DE TRABALHO. Não acho uma aberração. Até porque a regra vale inclusive para comissionados. Leia mais em: http://www.sindiseab.org.br/uploads/jornal/jornal211_web.pdf

  53. Para mim isso significa…..”JOGANDO A TOALHA”!!!!!

  54. Requião não deixe isso acontecer, estamos com você, acredito que a grande maioria do funcionalismo está contigo. Péssimo desgoverno, vergonha dos paranaenses, fora, não precisamos de você.

  55. ABSURTO
    Q absurdo o playboizinho enrustido e guarda costas do mamoneiro (e ainda tendo cobertura do blog) ser contra um ato corretissimo. Se alguem usa a mãquina pra fazer campanha pro governador, vão criticar. O governo está apenas cumprindo o que determina a lei. No exercício da função pública nao pode e pronto. É a lei. Usar computadores e conecção de internet publica pra manifestação política seja pra quem for, é crime e pronto.
    Este arremedo de promotor publico é um fanfarrão. Ele sabe muito bem que a medida é correta.
    Quer manifestar-se seja pra que lado for, que façam fora do horário, com computadores pessoais, conecção de internet pessoal, etc.

  56. na prefeitura de curitiba nas gestões anteriores tinha censura também, quem colocasse adesivos no veículo de outro candidato que não fosse do prefeito era perseguido e transferido na urbs tinha uma pessoa no estacionamento só para anotar a placa do veículo adesivado fora outras perseguições eu já presenciei um supervisor da urbs colocando gravador no vestiário só para levar a gravação á chefia imediata.

    • Li o decreto e não acho cesura. Tem coisas boas, por exemplo: em horário de expediente funcionário publico não pode fazer propaganda eleitoral, deve trabalhar … e todos esperamos os funcionário públicos trabalhando, pois nós pagamos seus salários.

      • se isso não for censura,o que será,vou fazer capanha sim ,já coloquei adesivo no meu carro, e vou orientar meus alunos a não votarem nesse candidato de merda,nem por isso vou deixar de cumprir com minha funçao mas nas horas vagas fora de sala de aula sou um cidadão livre das abitrariedades desse governador

        • O decreto póibemanifestações políticas eleitoreiras no ambiente de trabalho e o uso do bem público para campanha! Pelo visto a senhora nãoleu o decreto por inteiro!!!!!!!!

          • Marco, usar um botom na lapela e um adesivo no carro é ato politiqueiro?
            Não seria politiqueiro o famigerado decreto?

          • Caro leodir,se você trabalhasse pro time do atlético-pr e fosse trabalhar nos corredores do clube com a camisa do Coritiba, você não acha que estaria constrangendo a quem de fato você deveria prestar o seu serviço,se não concorda com atual administração,fale a teu encarregado sua insatisfação,e não ficar fazendo papel de anti profissional insatisfeito,agora manisfestar em horário de folga,cada age conforme sua consciência,mas desrespeitar quem atualmente administra seu salario, acho um perfeito anti profissional,não merece o cargo que ocupa.

        • Seu carro é oficial?

        • Pelo jeito a Sra não soube interpretar o texto. Leia atentamente da próxima vez.

      • Concordo plenamente com vc. O pessoal não entende que se trata de horário de expediente e “carros oficiais”. As pessoas têm sérios problemas de interpretação.

        • Já vi muito post de aspone, no facebook, com votos de dentro do palácio Iguaçu… Não demora muito para encontrar mais… Está versão lançado o desafio!

      • Tambem não vejo problema algum, até nós do setor privado não podemos nos manifestar durante horário de trabalho, uma coisa é dentro da sua jornada de trabalho onde é pago para desempenhar uma função especifica, agora fora dela cada um faz oq quer.

      • Eu penso que em local de trabalho, não é lugar de entrar em face, ou outras redes sociais, mas sim de trabalhar, independente do seu candidato, e alei está clara…. EM LOCAL DE TRABALHO, VEÍCULO PÙBLICO… vamos trabalhar povo…. concordo com vc

    • Dom Beto Richa I. Vai ganhar meu voto. Espera!