requiao_copel.jpg

| Comente agora

Roberto Requião anuncia que pedirá ao Ministério Público prisão de diretores da Copel por falsidade ideológica; segundo o candidato do PMDB ao governo do Paraná, a companhia emitiu hoje “nota fria” sobre a quantidade de diretores recebendo supersalários na estatal de energia; “Tenho segurança de que são 17 diretores e não dez como comunicou a Copel”, disse ao Blog do Esmael; mais cedo, o senador prometera, se eleito ao Palácio Iguaçu, revisar acordos com a Tradener e tarifaços praticados por Richa, bem como demitir diretores da empresa com salários que, segundo o parlamentar, passam de R$ 80 mil por mês.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.