roma_beto_bier_requiao.jpg

| Comente agora

Senador Roberto Requião comemora nesta terça (29) decisão judicial que lhe dá poderes para “decepar” em praça pública cabeça de infiéis no PMDB; presidente estadual do partido, Osmar Serraglio, deverá ser intimado nas próximas horas sobre a decisão da 17ª Vara Civil de Curitiba; Rocha Loures, da direção nacional do partido, disse ao Blog do Esmael que de agora em diante a briga é com Brasília; candidato a deputado que não andar miudinho e ler a Carta de Puebla em voz alta terá o registro cancelado, adianta Luiz Fernando Delazari, o xerife de Requião; o deputado Luiz Cláudio Romanelli, por exemplo, será obrigado a pular do barco do tucano Beto Richa; também deputado Ademir Bier, da região Oeste, já havia aderido ao “Volta Requião” antes mesmo da decisão do juiz Austregésilo Trevisan.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.