Judicialização: Requião anuncia processos contra Richa e Araupel por calúnia e difamação

Indignado, Requião anunciou nesta sexta (18) que vai processar o governador Beto Richa (PSDB), o diretor da Araupel, Tarso Giacomet, e meios de comunicação que teriam atribuído a ele o estímulo! à  ocupação de uma área de 35 mil hectares na região de Rio Bonito do Iguaçu e Quedas do Iguaçu, no Sudoeste; "Eu não instiguei invasão alguma, como esses irresponsáveis me acusam. Processo nessa cachorrada", fuzilou; Na onda da judicialização da eleição, o candidato do PMDB conta já ter acionado a Justiça Eleitoral 28 vezes nas últimas duas semanas.

Indignado, Requião anunciou nesta sexta (18) que vai processar o governador Beto Richa (PSDB), o diretor da Araupel, Tarso Giacomet, e meios de comunicação que teriam atribuído a ele o estímulo! à  ocupação de uma área de 35 mil hectares na região de Rio Bonito do Iguaçu e Quedas do Iguaçu, no Sudoeste; “Eu não instiguei invasão alguma, como esses irresponsáveis me acusam. Processo nessa cachorrada”, fuzilou; Na onda da judicialização da eleição, o candidato do PMDB conta já ter acionado a Justiça Eleitoral 28 vezes nas últimas duas semanas.

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, cumpre agenda nesta sexta-feira (18) em Londrina. O atento jornalista Cládio Osti, do blog Paçoca com Cebola, deu sua impressão sobre a passagem do candidato pelo município ao ouvi-lo na rádio CBN: “Foi até light ao falar do atual governador Beto Richa”.

O jornalista Fábio Silveira, do blog Baixo Clero, também londrinense, anotou que Requião quer forçar a comparação entre os dois governos — dele e de Richa — para quebrar a lógica de polarização entre PSDB e PT na eleição para governador.

Seria a fase “paz e amor” de Requião? Definitivamente, não.

Ao Blog do Esmael, nesta tarde, o senador anunciou que vai processar o governador Beto Richa (PSDB), o diretor da Araupel, Tarso Giacomet, e meios de comunicação que teriam atribuído a ele [Requião] o estímulo à  ocupação de uma área de 35 mil hectares na região de Rio Bonito do Iguaçu e Quedas do Iguaçu, no Sudoeste.

Requião afirmou que disse em uma entrevista à  Rádio Municipal FM 92.5, de Quedas do Iguaçu, que seria preciso verificar a situação da propriedade da fazenda Araupel porque há disputa da área com o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra. “Eu não instiguei invasão alguma, como esses irresponsáveis me acusam. Processo nessa cachorrada”, fuzilou.

Na onda da judicialização da eleição, o candidato do PMDB conta já ter acionado a Justiça Eleitoral 28 vezes nas últimas duas semanas.

Sobre o quiproquó na Arapuel

O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) ocupou na manhã de ontem (17) uma área de 35 mil hectares no município de Rio Bonito do Iguaçu e Quedas do Iguaçu, região Sudoeste, cujas terras são griladas! pela fazenda Araupel.

Cerca de 3 mil famílias do Acampamento Herdeiros da Luta 1!° de Maio reivindicam a área grilada! que pertenceria à  União para fins de reforma agrária.

Comentários encerrados.