Governo Richa se explica à  coluna de Enio Verri mais uma vez

Outra vez, o Governo Richa pede direito de resposta para a coluna do deputado Enio Verri (PT), e o assunto é um novo pedido de aumento da Copel para a tarifa de energia, solicitado à  Aneel. Após recuar do aumento de 35% diante da repercussão negativa, Richa solicitou a Aneel autorização para aumentar em 25% a tarifa; a diferença ficaria para o ano que vem.

Outra vez, o Governo Richa pede direito de resposta para a coluna do deputado Enio Verri (PT), e o assunto é um novo pedido de aumento da Copel para a tarifa de energia, solicitado à  Aneel. Após recuar do aumento de 35%, Richa solicitou a Aneel autorização para aumentar em 25% a tarifa; a diferença ficaria para o ano que vem.

Em sua coluna de segunda-feira (8) aqui no Blog do Esmael, o deputado estadual Enio Verri (PT), criticou a nova solicitação de reajuste de energia enviada pela Copel à  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), solicitando 25% de aumento na tarifa. A Copel enviou uma nota contestando a coluna de Verri.

Fato semelhante já ocorreu quando o governo pleiteou o primeiro reajuste de 35%, mas recuou diante da repercussão negativa. Naquela oportunidade, Verri criticou o governo em sua coluna, e a Copel solicitou direito de resposta que foi atendido. Respeitando o princípio democrático do contraditório, publicamos a seguir a íntegra da nova mensagem enviada pela Copel:

Em relação à  coluna do deputado Enio Verri, esclarecemos:

Não é a Copel nem o Governo do Paraná quem define o reajuste da tarifa da luz.

A definição do reajuste é, sim, feita pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), do Governo Federal, até porque a distribuição da energia é um monopólio, por isso a Copel não tem autonomia para definir sua tarifa.

O reajuste definido pela Aneel de 35,05% não contempla o diferimento do ano passado, como informou erroneamente o deputado, até porque o diferimento é de 4,34%, e não de 3%, como informou erroneamente o deputado.

A pedido do Governo do Estado, a Copel não aplicará o diferimento de 4,34% neste ano. Se tivesse incluído, somados aos 35,05% definidos pela Aneel, o reajuste agora seria de 39,39%.

A diferença de 3% a que o deputado se refere é porque a Aneel tem uma expectativa ainda maior de acionamento de usinas térmicas nos próximos meses, acionamento este feito pelo Governo Federal.

E é justamente este acionamento de usinas térmicas que tem elevado as tarifas em todo o País.

Companhia Paranaense de Energia!

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Hi there. I discovered your site by the use of Google while looking for a related topic, your web site got here up. It seems to be good. I have bookmarked it in my google bookmarks to visit then.

  2. I simply want to tell you that I’m newbie to weblog and certainly enjoyed this blog site. Very likely I’m going to bookmark your website . You absolutely have perfect articles and reviews. Many thanks for sharing with us your blog site.

  3. Caros, ideologias e irracionalidades a parte, se alguém se der ao luxo, eu fiz isso, de entrar no site a ANEEL verá:

    Cabe à Agência Nacional de Energia Elétrica ““ ANEEL estabelecer tarifas que assegurem ao consumidor o pagamento de uma tarifa justa, como também garantir o equilíbrio econômico-financeiro da concessionária de distribuição para que ela possa oferecer um serviço com a qualidade, confiabilidade e continuidade necessárias.
    Cabe a pergunta, a COPEL está tão ruim assim que precisa deste aumento para manter o seu equilíbrio econômico-financeiro? O que foi feito?

  4. Que chatice esses assuntos requentados…
    Começa logo campanha!

  5. O antiPT, a perqunta que não quer calar, porque o governo do PR pediu um reajuste para o agencia nacional de energia elétrica de aproximadamente 35% e depois fez aquele circo, é para enganar os paranaense me explique isso….

  6. Em suma, a Copel, não desdisse que pediu o aumento. Quem defere ao aumento, é sabido, é a Aneel, mas quem pede, não é ela. Ou seja, o governo do estado tenta enredar os consumidores, neste caso, nós, com um sofisma, para tirar o seu da reta. Já deu essa, de vitimismo.

  7. O que esse sujeito dep do Pt não explica é como a Dilma Quebrou o Setor Elétrico do Brasil. Esqueceu também de dizer que a Dilma Vetou aumento de Energia pra apenas tentar ganhar pontos com a População. Isso esses porcos Petistas não explicam.

  8. Este aumento é uma manobra política em escala federal. Porque a única coisa que pode abalar a reeleição da Dilma é o aumento da inflação. E o aumento da energia afeta os custos e consequentemente o aumento em cascata de preço dos produtos e serviços. Este governo de m… poderia jogar a favor do povo e não conceder este aumento.

  9. As apresentações na assembléia ontem foram técnicas
    e pautadas em fatos e dados. Citaram até o aumento da AES Sul
    do RS q teve 30% de aumento em Maio e não diferiu nada.
    No mais fica os discursos eleitoreiros onde a verdade é a
    primeira vítima. Lamentável.