“Gleisi será nossa adversária somente no segundo turno”, avisa Requião

Senador Roberto Requião, na luta pelo tetra mandato ao Palácio Iguaçu, nesta terça (22), em Curitiba, reuniu seus comandados nas regiões para passar uma orientação estratégica: preservar a petista Gleisi Hoffmann no primeiro turno; peemedebista e a petista já trabalham com um cenário sem o governador Beto Richa (PSDB) na segunda etapa eleitoral; os dois candidatos esperam a repetição no estado, em outubro, do quadro eleitoral de 2012 na capital, quando o prefeito Luciano Ducci (PSB), que foi à  reeleição com apoio de Richa.

Senador Roberto Requião, na luta pelo tetra mandato ao Palácio Iguaçu, nesta terça (22), em Curitiba, reuniu seus comandados nas regiões para passar uma orientação estratégica: preservar a petista Gleisi Hoffmann no primeiro turno; peemedebista e a petista já trabalham com um cenário sem o governador Beto Richa (PSDB) na segunda etapa eleitoral; os dois candidatos esperam a repetição no estado, em outubro, do quadro eleitoral de 2012 na capital, quando o prefeito Luciano Ducci (PSB), que foi à  reeleição com apoio de Richa.

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, em Curitiba, reuniu sua tropa nesta terça-feira (22) para passar uma orientação estratégica: preservar a senadora Gleisi Hoffmann (PT) durante a corrida pelo Palácio Iguaçu.

Aos seus comandados regionais presentes no encontro de hoje, Requião foi enfático: “Gleisi será nossa adversária somente no segundo turno”.

O peemedebista e a petista já trabalham com um cenário sem o governador Beto Richa (PSDB) no segundo turno. Os dois candidatos oposicionistas vislumbram repetição no estado do quadro eleitoral de 2012 na capital, quando o prefeito Luciano Ducci (PSB), que foi à  reeleição com apoio de Richa, não avançou para a segunda etapa eleitoral.

Em 2012, todas as pesquisas eleitorais apontavam vitória de Ducci no primeiro turno. Entretanto, o atual prefeito curitibano chama-se Gustavo Fruet (PDT).

Comentários encerrados.