Gleisi deverá adotar Apucarana como modelo de gestão e desenvolvimento

O governo do município de Apucarana, que tem como prefeito o médico Beto Preto (PT) e vice o Júnior da Femac (PDT), pode ser uma das vitrines da campanha ao governo da senadora Gleisi Hoffmann (PT). A cidade vem se destacando no desenvolvimento social, empreendedorismo e geração de empregos, e pode ser adotada como modelo para um possível governo petista.

O governo do município de Apucarana, que tem como prefeito o médico Beto Preto (PT) e vice o Júnior da Femac (PDT), pode ser uma das vitrines da campanha ao governo da senadora Gleisi Hoffmann (PT). A cidade vem se destacando no desenvolvimento social, empreendedorismo e geração de empregos, e pode ser adotada como modelo para um possível governo petista.

A campanha da senadora Gleisi Hoffmann (PT) ao governo do Paraná deve adotar o município de Apucarana, no Vale do Ivaí, Norte do estado, como modelo e vitrine de administração pública.

A cidade governada pelo médico Beto Preto (PT), que tem como vice Sebastião Ferreira Martins Júnior, o Júnior da Femac (PDT), vem surpreendendo nos índices de empreendedorismo, geração de empregos e desenvolvimento humano.

O Ministério do Trabalho e do Emprego divulgou semana passada o panorama da geração de postos de trabalho nos cinco primeiros meses de 2014. O desempenho de Apucarana surpreendeu ao obter o 8!º lugar no estado em números absolutos na geração de empregos formais. Para o prefeito de Apucarana o resultado não ocorre por acaso.

Esse é mais um número que comprova a retomada do crescimento econômico em Apucarana, a partir de importantes ações que estão sendo implementadas, funcionam como indutoras de empreendedorismo, e que encontram respaldo junto aos setores produtivos!, avalia Beto Preto.

De acordo com ele, nesse contexto se incluem a aposta firme na qualificação profissional, por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec. Em parcerias firmadas ao longo de 2013, Apucarana obteve o melhor resultado per capta no Paraná, formando 700 trabalhadores pelo Pronatec!, lembra o prefeito.

Para o vice-prefeito Junior da Femac, que também é engenheiro civil, outro fator que comprova a boa fase econômica de Apucarana são os investimentos na construção civil. Ele lembra que, em 2012 a Caixa Econômica Federal liberou R$ 52 milhões em crédito para construção civil em Apucarana. Em 2013 esse montante saltou para R$ 125 milhões!, assinala.

Ele acrescenta que o diálogo franco e aberto com todo o setor produtivo, notadamente com interlocutores do polo de vestuário e confecções tem sido constante, sempre buscando apoiar e facilitar os empreendedores com as políticas públicas disponíveis.

Apucarana foi classificada em 3!º lugar no àndice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM), conforme matéria do Jornal Gazeta do Povo que relaciona o nível de empreendedorismo com o desenvolvimento social das cidades.

Com informações do Portal da Prefeitura de Apucarana.

Comentários encerrados.