Em nome do fisiologismo, Barbosa cria novo embaraço a seu sucessor no STF

do Brasil 247

Presidente da corte, Joaquim Barbosa, que renunciou no final de maio, teria adiado sua aposentadoria para agosto na tentativa de pressionar Ricardo Lewandowski a manter 46 funcionários de seu gabinete em cargos de confiança mesmo após sua saída; em nota, alegou que está fazendo tudo de acordo com as normas de transição do STF e com base nas "tradições da casa".

Presidente da corte, Joaquim Barbosa, que renunciou no final de maio, teria adiado sua aposentadoria para agosto na tentativa de pressionar Ricardo Lewandowski a manter 46 funcionários de seu gabinete em cargos de confiança mesmo após sua saída; em nota, alegou que está fazendo tudo de acordo com as normas de transição do STF e com base nas “tradições da casa”.

Depois de renunciar, adiar a aposentadoria e ainda pedir férias, o ministro Joaquim Barbosa voltou a criar um impasse para seu sucessor na Presidência do Supremo Tribunal Federal.

Barbosa anunciou sua saída da Corte no fim de maio, a 5 meses do término de sua presidência. Depois, adiou seu pedido de aposentadoria. Por trás da manobra, estaria uma tentativa de manter 46 funcionários de seu gabinete em cargos de confiança mesmo após sua saída.

Ele teria ligado pessoalmente para seu sucessor Ricardo Lewandowski para pedir a permanência deles em sua gestão, mas foi negado.

Contrariado, ele mandou ofício a Lewandowski, para levar a questão aos demais ministros do tribunal numa sessão administrativa em agosto, após retorno do recesso.

Em nota, Barbosa disse que está fazendo tudo de acordo com as normas de transição do STF e com base nas “tradições da casa”.

Leia aqui a reportagem de Valdo Cruz sobre o assunto.

8 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Cada dia que passa o Joaquim se torna mais Barbos(T)ão e sem dúvida nenhuma, uma criatura abjeta e desprezível. Somente os Coxinhas Rola-bostas Atucanados e Idiotas o idolatram.

  2. Na entrada, no meio e na saída, sempre criando confusões.

  3. Esse Barbosa!!! é a piada, por mais esforço é difícil manter a civilidade e o nível quanto fala desse cara.

  4. Querem jogar isso contra e na conta do Joaquim Barbosa?? TODOS fazem isso! TODOS. Lá em Brasilia como em todas as cidades do Brasil. Aqui no Governo do Estado, fizeram isso quando um Secretário saiu e o Ratinho assumiu. Foi Obrigado a manter os Comissionados amigos do ex secretário nos cargos. Portanto, essa é uma coisa imunda e que está na Raiz de todo e qualquer Governo. Não é algo exclusivo do Joaquim Barbosa. E o que a materia nao diz é se esses 46 são só comissionados ou funcionários do STF. Esclareça isso antes.

  5. seria interessante levantar, qual o valor pago a estes 46 cargos de confiança, com certeza ficaremos de olhos esbugalhados. deve ser muitos $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

  6. Imaginem 46 funcionários mamando,da quase para montar uma empresa de médio porte.
    Essa laia é a coisa mais nociva para o Pais e o retorno que dão são livrar a cara de bandidos políticos que são da outra facção.

  7. Partindo da premissa que é “tradição da casa” não manter corruptos de ‘colarinho branco’ atrás das grades, o Barbosa tá certo! RSRSRS