Dilma: ‘Vou entregar taça e torço para que seja para o Brasil’

do Brasil 247

Em conversa pelo Facebook, presidente Dilma Rousseff confirma a entrega da taça para o vencedor da #CopaDasCopas no domingo 13 e diz que espera que o Brasil ganhe a competição; contra a Alemanha, diz ela, não importa o placar; "Só quero ganhar"; ao responder brincadeira de internauta que diz querer "mais Copa", provoca: "Antes falavam que não ia ter Copa. Agora, muita gente boa quer mais Copa. Tudo com gosto de quero mais"; presidente celebra sucesso do Mundial um dia depois de Aécio Neves ter apontado uso político do tema; presidente postou foto com gesto em forma de T, para homenagear atacante Neymar, que diz "é tóis".

Em conversa pelo Facebook, presidente Dilma Rousseff confirma a entrega da taça para o vencedor da #CopaDasCopas no domingo 13 e diz que espera que o Brasil ganhe a competição; contra a Alemanha, diz ela, não importa o placar; “Só quero ganhar”; ao responder brincadeira de internauta que diz querer “mais Copa”, provoca: “Antes falavam que não ia ter Copa. Agora, muita gente boa quer mais Copa. Tudo com gosto de quero mais”; presidente celebra sucesso do Mundial um dia depois de Aécio Neves ter apontado uso político do tema; presidente postou foto com gesto em forma de T, para homenagear atacante Neymar, que diz “é tóis”.

Em bate-papo com os internautas pelo Facebook, a presidente Dilma Rousseff fala na manhã desta segunda-feira 7 sobre a Copa das Copas e diz esperar que a entrega da taça, feita por ela no próximo domingo 13, seja para o Brasil. “Vou entregar taça, e torço para que seja para o Brasil”, escreveu a presidente, acrescentando que “qualquer placar serve”. “Eu só quero ganhar, postou na página do Palácio do Planalto na rede social.

Ao comentar brincadeira de um internauta, que disse querer “mais Copa”, provocou: “Veja você Israel, antes falavam que não ia ter Copa. Agora, muita gente boa quer mais Copa. Tudo com gosto de quero mais”. A declaração rebate os críticos e pessimistas em relação ao Mundial. A presidente celebra o sucesso da Copa um dia depois de o adversário Aécio Neves, do PSDB, ter dito que o governo faz uso político do tema.

Dilma também voltou a comentar a perda do craque Neymar nos restantes dos jogos da competição, após ter fraturado a terceira vértebra da região lombar. “A dor do Neymar ao ser atingido feriu o coração de todos os brasileiros. O Neymar está aí, mesmo ferido, querendo jogar. à‰ um guerreiro. O exemplo de resistência do Neymar vai fortalecer a Seleção. Fazê-la se superar”, disse.

Comentários encerrados.