Dilma é afetada por desempenho pífio do PT em São Paulo, Rio, Bahia e Paraná. Que fazer?

do Brasil 247

Performance dos candidatos a governador Alexandre Padilha, em São Paulo, Lindbergh Farias, no Rio de Janeiro, Rui Costa, na Bahia, e Gleisi Hoffmann, no Paraná, onde o aliado Roberto Requião avança, afeta presidente Dilma Rousseff nas pesquisas; promessas de boas decolagens não se concretizaram; nos quatro Estados que reúnem mais de 40 milhões de votos, petistas estão nas últimas posições ou perdem espaço para adversários; com palanques frágeis onde o PT sempre foi forte, Dilma terá de contar com a recuperação de seu partido para evitar 2!º turno; o PT vai reagir?

Performance dos candidatos a governador Alexandre Padilha, em São Paulo, Lindbergh Farias, no Rio de Janeiro, Rui Costa, na Bahia, e Gleisi Hoffmann, no Paraná, onde o aliado Roberto Requião avança, afeta presidente Dilma Rousseff nas pesquisas; promessas de boas decolagens não se concretizaram; nos quatro Estados que reúnem mais de 40 milhões de votos, petistas estão nas últimas posições ou perdem espaço para adversários; com palanques frágeis onde o PT sempre foi forte, Dilma terá de contar com a recuperação de seu partido para evitar 2!º turno; o PT vai reagir?

O plano não está saindo como o que foi projetado. A ideia inicial do PT era poder vencer as eleições para governador em São Paulo, no Rio de Janeiro e na Bahia, mas as pesquisas, a esta altura, mostram uma realidade bastante diferente.

Em São Paulo, o candidato a governador Alexandre Padilha patina com 4% de intenções de votos, segundo a pesquisa Datafolha, na última posição da corrida ao Palácio dos Bandeirantes. No Rio de Janeiro, o senador Lindbergh Farias acaba de perder a terceira posição que vinha ostentando, superado pelo governador Luiz Fernando Pezão, do PMDB. Na Bahia, o deputado Rui Costa não vai conseguindo enfrentar a frente de partidos encabeçada por Paulo Souto, do DEM. A oposição ao governador Jacques Wagner já fala em vencer no primeiro turno. O desempenho do PT nos três Estados que reúnem mais de 35 milhões de eleitores tem uma grande prejudicada: a candidata à  reeleição Dilma Rousseff.

Também não as melhores as notícias do Paraná, onde a ex-ministra Gleisi Hoffmann, que começou a disputa eleitoral com todo o gás, enfrenta agora o crescimento do ex-governador Roberto Requião, do PMDB, na busca por uma vaga no segundo turno contra o governador Beto Richa, do PSDB.

A julgar pelo Datafolha divulgado ontem, a presidente está sendo afetada pelo desempenho dos petistas. Além de não conseguir escalar novos patamares no índice do instituto !“ oscilando negativamente para 36% de intenções de votos, dentro da margem de erro de dois pontos percentuais -, Dilma perdeu força nas grandes cidades e não tem, no momento, palanques fortes o suficiente para reverter a situação de imediato.

A exceção entre a fragilidade que a cerca é o candidato Fernando Pimentel, em Minas Gerais. Sem bater de frente na administração do governador tucano Antônio Anastasia, Pimentel vai conseguindo manter a liderança nas principais pesquisas, mesmo sem avistar, ainda, uma vitória em primeiro turno.

Em São Paulo, ao contrário, quem já vislumbra uma eleição tranquila é o governador tucano Geraldo Alckmin. Trata-se, ali, da situação que vai se mostrando, dentro de um quadro ruim, a mais negativa para a candidatura da presidente. Já se detecta que Alckmin começa a transferir votos para o presidenciável tucano Aécio Neves.

No Rio de Janeiro, Aécio se beneficia do racha do PMDB em relação a Dilma. O governador Luiz Fernando Pezão está crescendo nas pesquisas, e já deixa para trás o senador petista Lindberg Farias. A chamada chapa Aezão está funcionando, e Dilma não se beneficia em nada dela.

Na Bahia, a frente de centro-direita montada pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, em benefício de seu correligionário Paulo Souto, do DEM, está empurrando o deputado petista Rui Costa para o córner. No interior e na capital, a presença maior da coligação adversária já leva o candidato a senador Geddel Vieira Lima, do PMDB, a afirmar ao 247 que a eleição será resolvida em primeiro turno !“ contra o governador Jacques Wagner e a presidente.

Enquanto os candidatos do PT não melhorarem suas performances, não há palanques fortes o suficiente, nos maiores Estados, em apoio à  Dilma. A exceção é Minas Gerais, onde a realidade, para os petistas, está se mostrando melhor do que as projeções. Aproveitando-se dos erros do PSDB local, mas sem atacar diretamente o governador Antonio Anastasia, o ex-ministro Fernando Pimentel vai liderando a corrida sem sofrer grande ameça, ainda que não vislumbre um vitória em primeiro turno.

Diante dessa situação de problemas generalizados !“ e de difícil solução !“ nos principais terrenos eleitorais do País, Dilma vai contando cada vez mais com seus próprio esforços para manter suas chances, ainda vivas, de resolver a disputa em primeiro turno. Quem vai pode ajudá-la?

28 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Não estou entendendo a ptzada abandonou a gleisy e agora é Requião?

  2. So’ nesses estados?! Em todo pai’s SIM! Desempenho maravilhoso apenas em Cuba,Venezuela, agora “afagando“ tambem o vermelho Putin, o puto, e recebendo esses assassinos no Palacio, na granja do torto, residencia presidencial, com o poste vestido(a) de vermelho; nos estadios onde foi vaiada e xingada foi vestida de verde! Tem gente ainda que apoia comunistas e depois vao chorar como a venezuela de maduro, o IMATURO, ou cuba dos castros que CASTRARAM a liberdade dos cubanos que se jogam no mar pra fugir do parai..,,digo inferno ou a russia de putin que idolatra lenin,stalin,todos ASSASSINOS!!! Ta’ faltando a china, coreia do NORTE, iraque,bolivia,equador, argentina, por enquanto…

  3. Caro amigo eleitor,nos precizamos de fazer uma leitura sobre as pessoas que estao concorrendo aos grandes cargos e votar em quem temais condiçoes de fazer uma boa adimistraçao nao pelo poder aquisitivo mas pelo que ja fez pelo paiz ou pelo nosso estado sem briga sem falar mal de niguem simplesmente pelo senso adimistrativo

  4. Estranha esta pesquisa, porque o Aecio não consegue fazer o governador na sua terra; sera porque os mineiros nâo se deixam mais enganar, igual no Parana, fora beto,Roberto Requiaõ na cabeça.

  5. tucanada vcs nao ganham nem pra sindico de predio…o povo nao gosta de voces e voces nao gostam do povo é simples assim.

  6. A Dilma não precisa do pt no Paraná o REQUIÂO sozinho vai ajuda-la . Nosso governador ja disse que o aecinho tem que cherar em outras plagas . VOLTA REQUIAÔ

  7. O que fazer? Bota a viola no saco e corre pra Cuba. Aproveita que o ditador cubano está por aqui e pede asilo lá no país maravilhoso, perfeito e vermelho.

  8. a gleisi já era a partir do momento que ela colocou na casa civil aquele crimminoso como assessor ela sepultou sua carreira política isso sem falar do vargas e a política anti ambiental do pt

  9. Sorte da Gleyse que o Mamona depois de mandar invadir a fazenda da Arapuel, deve cair igual uma maçã podre.o povo do Paraná odeia radicais e o Mamona ganhava sempre com as calças na mão.

    • Oderico não diga besteira, o mamona vai ganhar pela quarta vez e o piá vai perder o governo do estado, como perdeu a prefeitura de Curitiba

  10. Para quem esta com preguiça de ler, é o seguinte: PT não se reelege para presidência nem para o governo dos Estados, talvez, talvez, no máximo em Minas Gerais.

  11. A Gleisi é atrapalhada pelo marido e ofuscada pelo Requião!

    • Com todo o respeito aos demais comentaristas, a campanha não começou oficialmente e, eu quero ver quando começar a lembrar do atraso no pagamento dos fornecedores e também do esquecimento que o atual governo teve, com pagamento das oficinas que fizeram reparo nas viaturas da área de segurança, saúde, e, também,o atraso no pagamento aos fornecedores da merenda escolar. O QUE O GAROTÃO ALEGOU,NÃO TEM NADA A VER COM A REALIDADE…. ISSO PODEMOS PROVAR. J.P.DO VOZ

  12. A Glacy bloqueou tudo quanto foi dinheiro para nosso Estado e quer se dar bem aqui? Melhó votá no Giê Buki.

    • Amiga , com todo o respeito, isto não é verdade . Gostaria muito que vc e o Beto , mostrassem os documentos e/ou o depoimento que comprovem esta tese. Toda a vez que o “governo” do parana levantou este papo , foi se descobrindo que no final sempre faltava alguma coisa no… paraná. Ou era o limite da tal da responsabilidade fiscal outra pataquada.
      Vc consegue levar a serio um governo que vende floresta ? que retira as ações do pedágio pra “negociar” e nunca negocia ? Desculpe eu não posso considerar um governo de uma pessoa que jamais trabalhou em outra coisa que não seja politica. Quero ver a carteira de trabalho deste “guri”.

      • Caro Eduardo, sei que o senhor recebe muito bem do PT para passar o dia defendendo esta cambada. Estou com 37 anos e nunca vi esta mulher fazer nada útil por nosso Estado, só nos prejudicou. Portanto, se limite a dirigir a palavra para os da sua laia.

        • Você deveria enxergar que o desgoverno não cumpre a legislação, principalmente a LRF devido ao elevado número de comissionados daí o cara quer se passar de santos e bvs concordam que o cara não respeite a lei, a que nível chegamos. Voto no Requiao, pois acredito em sua capacidade de governar mas não vem falar que o desgoverno está sendo prejudicado. Primeiro cumpra a lei depois disso ele pode reclamar qualquer empréstimo junto ao governo Federal.

        • Minha querida se vc não quer que lhe dirijam a palavra, não comente no blog!

          PS: Aproveite pra mandar seu curriculum pois a mamata na teta do governo tá acabando. Ano que vem vai ter que ralar pra conseguir emprego. Não vai ter a internet do Palácio Iguaçu pra ficar usando.

  13. O PT do Pr. perdeu a oportunidade de ajudar o Estado, a gora é tarde.

  14. Vale lembrar aos tucanos que Haddad começou la em 2012 com apenas 3% nas pesquisas e no final se saiu melhor quem riu por último.

    • A oposição vai tentar manipular a opinião pública até a eleição, sempre é assim que acontece. Após a abertura das urnas os institutos pedem desculpas pelos erros que sempre acontecem.

    • Na última eleição todas as pesquisas disseram em algum momento que Fruet e Haddad ficariam fora do segundo turno e veja o que aconteceu. Depois do sucesso da Copa que os jornalões diziam que o Brasil passaria vergonha agoramudaram o didiscurso como Miriam Leitão que hoje disse que o sucesso do evento se deve à simpatia dos brasileiros. Será que foi a simpatia que construiu os estádios, garantiu a segurança dos torcedores e funcionamento dos aeroportos? Será que foi a simpatia que fez a drenagem dos estádios funcionar perfeitamente? Será que não aconteceram os previstos apagões nos estádios devido à simpatia dos brasileiros? Ou seja, a Copa foi um sucesso porque além da simpatia do povo brasileiro houve sim um grande empenho do governo Dilma.

      • O BOBÃO V NASCEU ASSIM OU FEZ CURSO PARA SER BOBO. OS ESTADIOS, A SEGURANÇA, A DRENAGEM DOS ESTADIOS, OS NÃO APAGÕES FORAM FRUTO DO MEU DO TEU E DO DINHEIRO DE TODOS OS BRASILEIROS E AGORA VAMOS FAZER OQUE COM TODOS ESSE ESTADIOS;

    • O Amigo do Lula, Padilha está em quarto em SP. O Lindenberg, em Quarto no RJ, E não é só em SP,RJ, BA e PR não, Uma boa parte do Nordeste não vota nessa Senhora. Acordaram por lá!!! Sinal que não querem ser Gado do PT. A Gleisi aqui, não se elege nem a Zeladora de Cortiço. A Dilma pelo Datafolha caindo caindo, Sua aprovação está desabando, atpe as eleições…. É sepultar o PT sem direito a Velas, Vao pedri asilo em CUBA, Já que a Dilma cedeu a Granja do Torto ao Presidente Cubano. Fora Dilma, Fora Esgoto do PT, Fora CUBA.

    • O PSDB sempre criticou Dilma por não repassar à população o preço alto do combustível comprado pela Petrobrás. Portanto fica claro pelo link abaixo que Aécio e seu partido defendem o aumento do preço da gasolina o que aumentará a inflação e levará o país à recessão. Ao invés de ficar criticando Dilma por que a imprensa não pergunta a Aécio como ele reduzirá a inflação aumentando o preço da gasolina.

      http://www.psdb.org.br/petrobras-perde-r-700-milhoes-por-mes-por-defasagem-no-preco-dos-combustiveis/