Desenxabido, Serraglio costeia o alambrado da petista Gleisi Hoffmann

Na semana passada, em Cascavel, Serraglio costeou o alambrado da senadora Gleisi Hoffmann (PT), também candidata ao Palácio Iguaçu, em evento que estava seu arquirrival Zeca Dirceu (PT). Quem viu a cena não teve dúvidas sobre qual seria o lema do peemedebista em relação ao petista: 'Não te aguento, mas não te largo'.

Na semana passada, em Cascavel, Serraglio costeou o alambrado da senadora Gleisi Hoffmann (PT), também candidata ao Palácio Iguaçu, em evento que estava seu arquirrival Zeca Dirceu (PT). Quem viu a cena não teve dúvidas sobre qual seria o lema do peemedebista em relação ao petista: ‘Não te aguento, mas não te largo’.

O deputado federal Osmar Serraglio, presidente do PMDB do Paraná, anda bastante desenxabido depois da derrota que sofreu no partido para o senador Roberto Requião.

O deputado peemedebista lutou pela coligação com o PSDB do governador Beto Richa, pois sonhava com a vice do tucano. No entanto, prevaleceu a candidatura própria de Requião.

Na semana passada, em Cascavel, Serraglio costeou o alambrado da senadora Gleisi Hoffmann (PT), também candidata ao Palácio Iguaçu, em evento que estava seu arquirrival Zeca Dirceu (PT). Quem viu a cena não teve dúvidas sobre qual seria o lema do peemedebista em relação ao petista: ‘Não te aguento, mas não te largo’.

Flertando com Gleisi e com Ricardo Gomyde (PCdoB) para o Senado, Serraglio teria disparado contra o correligionário Marcelo Almeida: Não tem sentido o partido, que tanto bateu no pedágio, escolher para concorrer a senador justamente um empresário que lucra com o pedágio pago pelos paranaenses. Não concordo com isso!.

Comentários encerrados.