Prova de amor: deputado desiste da reeleição para apoiar a esposa

O que parecia ser uma disputa conjugal teve um desfecho inesperado. O deputado estadual Felipe Lucas (PPS) desistiu de sua candidatura à  reeleição para apoiar a esposa Marisa Massa Lucas (PSC). O filho dos dois, Rafael Lucas (PSB), também é candidato, mas disputa uma vaga na Câmara Federal.

O que parecia ser o início de uma disputa conjugal teve um desfecho inesperado. O deputado estadual Felipe Lucas (PPS) desistiu de sua candidatura à  reeleição para apoiar a esposa Marisa Massa Lucas (PSC). O filho dos dois, Rafael Lucas (PSB), também é candidato, mas disputa uma vaga na Câmara Federal.

O deputado estadual Felipe Lucas (PPS), não será candidato a reeleição. Ele desistiu de concorrer nas eleições para apoiar a candidatura da esposa Marisa Massa Lucas (PSC), que irá disputar uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP).

Felipe diz que a decisão foi tomada considerando as chances que o casal teria em suas coligações. Marisa faz parte da Coligação Paraná Mais Forte formada por três partidos (PSC/PR e PT do B), que conta com o candidato Ratinho Junior, apontado como um forte postulante a uma votação expressiva. Caso isto se confirme nas urnas, elevam-se as chances de que a coligação faça um número maior de deputados estaduais, devido ao coeficiente eleitoral.

A estimativa do PSC, segundo Marisa, é de que poderão ser eleitos oito ou dez deputados pela Coligação. Já no PPS a expectativa quanto ao número de deputados que poderão ser eleitos é menor. E a quantidade de votos necessária para eleger um deputado estadual também deverá ser superior, conforme explica Felipe. Na vila política, Marisa exerceu o cargo de vice-prefeita de Irati por dois mandatos.

Nas eleições 2014, Marisa Massa Lucas fará campanha em parceria com o filho, o vereador Rafael Felipe Lucas (PSB), que concorrerá a uma vaga na Câmara Federal.

Com informações da Rede Sul Notícias.

31 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I just want to say I am new to blogging and honestly enjoyed this blog site. Likely I’m want to bookmark your blog post . You definitely come with terrific posts. Thank you for sharing your web-site.

  2. Qual é o problema do Felipe desistir em favor da esposa, e qual é o problema do filho sair candidato também?
    Não vejo nenhum, pois isto é normal no meio político, inclusive em outros países..Bush pai Bush filho.
    O que temos que analisar é a FICHA dos candidatos, isto sim é sério.

  3. Dr. Felipe tem profissão: é médico competente e pretende continuar atuando na profissão. Muito melhor do que muitos pangarés que estão na Alep que não têm profissão nenhuma e só mamam nas tetas da governo.

  4. DEPUTADO POUCO CONFIÁVEL, FAZ PARTE DOS GAFANHOTOS.

    NAO TEM PALAVRA , COLEGIO ELEITORAL DISTRIBUIDO PELA FAMILIA.

  5. Dá-lhe inveja! Dona Marisa foi vice-prefeita de Irati nos últimos dois mandatos. O vereador Rafael, advogado em segundo mandato, candidato a federal, acabou de ser apontado pelo jornal Folha de Irati (que é adversário deles!) como o vereador que mais aprovou projetos na história da Câmara de Irati (mais de 80 projetos de lei!). Dá-lhe inveja!

  6. Aqui em Irati, não tem jeito. A esposa do deputado Felipe Lucas quer pegar carona na votação do Ratinho Junior, seu parente e ainda levar o vereadorzinho (filhinho)para tentar ser deputado federal. A união na família é uma beleza, mas meramente interesse em não largar a política. Afinal, o deputado Felipe não fez nada pela região enquanto esteve em seus mandatos de deputado e ainda virou chacota quando recebeu do Requião aquele onibusão na escolinha de governo!!!

  7. Quais projetos que o deputado Lucas Felipe nao realizou que necessita que sua mulher faça por ele? E seu filho? Quais os projetos afinal de contas que seu “querido puai” poderia ter feito e nao fez, que o obrigue a ser um deputado federal? Deve ser muito bom ser político. Ingual a familia GARRAFA ou melhor Litro, sai o marido, depois a mulher e agora o filho.

  8. Por falar em AMOR quero aqui declarar meu amor incondicional ao GAIESKE, a GLEISI e ao PT do Paraná. Amo vocês!

    • Eu estou achando Fillo que você quer largar o fio para o Gaieski, não consegue esquecer do homem, que fixação por ele meu Deus do céu.

  9. Trabalhar e produzir não é o forte dessa gente, se deixassem colocariam a candidatura do cachorro e do papagaio da casa. Não foi por amor preferiram segurar um pássaro na mão que perderem os dois.

  10. É, realmente o AMOR tem muitos nomes, e seu uso depende tão somente dos interesses. Neste caso, fatalmente só se elegeria um. Com mais chances é a mulher, pois leva votos da legenda do Ratinho. Seria esquisito dois deputados, casados e se amando, como fala a notícia, em partidos diferentes e, dependendo da situação, em grupos com idéias e interesses diferentes. Como ficaria. Debates em casa? Sai prá lá.

  11. Pelo visto estas”candidaturas”dos familiares,pode ser denominada de :”a moda pessutão”cada familiar em um partido…………

  12. Esse Felipe Lucas tem que ser mesmo extirpado da política. Só pensa no próprio umbigo. Vejam só: Quando o partido dele fazia oposição ao Requião, ele ficava em cima do muro (a ponto de ser ridicularizado pelo Requião quando recebeu um ônibus de papel). Justamente por essa falta de postura política, não se elegeu, ficou como suplente, mas quando o Alceu Maron roeu a corda com o PPS e assumiu o mandato em outro partido, o PPS correu atrás, foi à justiça e conseguiu tirá-lo do cargo por infidelidade partidária, beneficiando assim o Felipe Lucas, que assumiu o mandato. Agora, em vez de retribuir o que o partido fez por ele, abre mão da candidatura para apoiar a esposa que é filiada em outro partido. Sujeitinho desqualificado.

    • Em nenhum momento do mandato o deputado ficou em cima do muro com o Requião.Inclusive, o prefeito de Irati, na época era Requião e os dois eram aliados politicamente.
      Infidelidade partidária é sim falta de ética.E o PPS brigou pela vaga do partido, q é o de direito.
      Cuidado com palavras tão pesadas,na internet também estão valendo as leis.

  13. Agora ficou bonito pro “sujinho” Rubens Bueno: brigou tanto pela vaga do Lucas na Assembleia e recebe este troco. Fora que não pode pisar em Paranaguá onde o eleitorado quer dar ovada nele…

    • Para o Rubens Bueno não muda nada. O PPS vai manter a representatividade na Assembleia com a eleição de Douglas Fabrício, Tercílio Turini e Cristina Silvestri. E quem deveria levar ovada do eleitorado de Paranaguá é o Alceu Maron, por sua falta de postura política, que custou-lhe o mandato. Se ele não tivesse saído do PPS, partido pelo qual chegou ao mandato de deputado, estaria exercendo o cargo até hoje.

  14. Chupa Rubens Bueno, trabalhou pra tirar o representante de Paranaguá, Alceu Maron e agora vai dormir com essa noticia…

    • Uma coisa não tem nada a ver com a outra. O Alceu Maron infringiu a lei da fidelidade partidária. E a pena para isso é a perda do mandato. Isso é lei brasileira, não lei do PPS. Perdeu o mandato porque queria colocar o pé em duas canoas. Se ele estivesse preocupado com a representatividade do povo do litoral teria ficado no PPS e agora estaria terminando legitimamente o mandato de deputado estadual.

      • Walmir Marcondes, nao sabe nada inocente. O Maron saiu do PPS porque o Rubens sujinho vendeu se pro Baka em Paranagua. Por isso em Paranagua o Ruben$$$$ eh conhecidissimo. E de mais a mais o PPS esta em extincao!

        • e ai, FABIO, esse MARON amarelo desde o inicio nunca foi PPS, tampouco, apoiou candidatos do PPS, perdeu porque não cumpriu a lei, e não adianta choraminga e fica inventando.

        • O Rubens vendeu-se a troco de que??? Isso é conversa do Maron pra tentar justificar a saída do PPS, o que não conseguiu na justiça. E outra coisa: o Maron, quando viu a coisa preta, pediu pra voltar para o PPS mas não foi aceito.

        • Você é que não sabe da missa um terço. O Maron saiu do PPS iludido pelo povo do PSDB, achando que com isso seria prefeito. Não foi eleito e ainda perdeu o mandato de deputado. É o que acontece com quem quer colocar o pé em duas canoas.

  15. Esmael porque naõ há nenhuma publicação sobre a atitude arbitrária da URBS, e das Empresas que para não CUMPRIR Determinação Judicial de Colocar cobradores, quer Proibir os Curitibanos de entrar nos MicroOnibus se não tiver Cartão???

    A URBS, não pode me Obrigar a fazer e não pode me Proibir a entrar em Onibus de Curitiba, se eu tenho o Dinheiro da Passagem em mãos. Essa Decisão atinge o que a Constituição Prevê em Seu artigo 5º da Constituição Federal estabelece o que se convencionou a chamar de direito de ir e vir de todos os cidadãos brasileiros. Ou seja, qualquer pessoa, livre ou não de deficiência ou mobilidade reduzida, deve ter o direito de poder chegar facilmente a qualquer lugar. Portanto essa Atitude da URBS é Inconstitucional. A URBS e a Prefeitura e as Empresas para Desobedecer e Burlar a decisão judicial de colocar cobradores nos Onibus, quer OBRIGAR, o uso do Cartão, sem ele ninguem poderá entrar nos Onibus. Isso é Crime. Onde está a OAB? porque a OAB agora se faz de MORTA??????? E o MP???? Porque a população só tem OBRIGAÇÕES e DEVERES, e Jamais tem Direitos??? que país é esse? que Gangue é essa que se instalou na Prefeitura???

    • Vitor, isto também vale para as concessionárias de pedágio? visto que as mesma só recebem em dinheiro vivo, não aceitam cartão de débito e nem de crédito. Moral também não tem opção.

    • Vítor, isso significa prefeito fraco!

      Além de ter que correr atrás de cartão, ainda aumentaram a passagem para R$ 3,00 e acabaram com postos de trabalho!

  16. Que tal esta família, sera q n tem mais ninguém p c candidatar…Jesus…..

    • Essa Marisa Massa Lucas tem parentesco com a
      família dos Roedores Massa?
      E ainda tem o filhinho de bônus para Federal?
      Voto 99.999 e confirmo duas vezes.
      Não tem Jeito…

      • Esta mulher foi 2 vezes vice prefeita de Irati, ótima aprovação.Desenvolveu vários projetos sociais e ela não é parente do Ratinho, nem do Felipe Massa e também de um outro corredor antigo q se chamava José massa Neto.Sobrenomes iguais existem diversos.

    • Você conhece esta família?Este homem é médico, nunca deixou de atuar na medicina , o q indica q ele não é só um político.Leia o q ele fez qdo assumiu a prefeitura de Irati.Trouxe como deputado o IFET, escola técnica,lutou bastante pelos pequenos agriculturas do interior. Sua esposa foi 2 vezes vice prefeita e teve sempre uma ótima aprovação nos dois mandatos. O filho é o vereador que mais desenvolve projetos na Câmara e projetos sérios, não bobagens.