Datafolha: Copa de 2014 não influenciou eleições

do Brasil 247

Segundo análise de Mauro Paulinho, diretor-geral do Datafolha, e de Alessandro Janoni, diretor de pesquisas, após a vitória da seleção contra o Chile, presidente Dilma Rousseff esboçou uma reação; no entanto, a humilhação! contra a Alemanha, a derrota para a Holanda e o fim do torneio reverteram parte desse ânimo; porém, a oposição não foi beneficiada pelo quadro; O saldo do evento na corrida presidencial pode ser considerado um empate sem gols entre o governo e a oposição!, diz a cúpula do Datafolha.

Segundo análise de Mauro Paulinho, diretor-geral do Datafolha, e de Alessandro Janoni, diretor de pesquisas, após a vitória da seleção contra o Chile, presidente Dilma Rousseff esboçou uma reação; no entanto, a humilhação! contra a Alemanha, a derrota para a Holanda e o fim do torneio reverteram parte desse ânimo; porém, a oposição não foi beneficiada pelo quadro; O saldo do evento na corrida presidencial pode ser considerado um empate sem gols entre o governo e a oposição!, diz a cúpula do Datafolha.

A pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira aponta que a Copa do Mundo não influenciou a disputa pela Presidência da República em 2014.

Segundo análise de Mauro Paulinho, diretor-geral do Datafolha, com Alessandro Janoni, diretor de pesquisas, após a vitória da seleção contra o Chile, Dilma esboçou uma reação. No entanto, a humilhação! contra a Alemanha, a derrota para a Holanda e o fim do torneio reverteram parte desse ânimo.

Segundo a direção do Datafolha, o orgulho com a seleção brasileira desabou e a avaliação positiva sobre a organização da Copa também sofreu queda, suficiente para voltar a dividir a opinião pública sobre o sucesso do evento; porém, a oposição não foi beneficiada pelo quadro.

O cenário da sondagem foi de estabilização: números mostram a presidente Dilma Rousseff (PT) com 36% dos votos (dois pontos a menos do que na pesquisa anterior); o tucano Aécio Neves tem 20% (mesmo índice de duas semanas atrás); Eduardo Campos (PSB) soma 8% (um ponto a mais); variações se deram dentro da margem de erro.

O saldo do evento na corrida presidencial pode ser considerado um empate sem gols entre o governo e a oposição!, diz a cúpula do Datafolha (leia mais).

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Fora burguesada, bicudos, psdbosta e tucanalhas. Nunca mais

  2. Dilma com certeza, essa mídia só quer ferrar com os brasileiros, manipular nossos ideais. FORA PSDB.

  3. È Dilma de novo, não tenho outra opção, só um insano vota nesse aécio neves.

  4. Há um esforço enorme do DATAFODA-SE em ver o Aébrio crescendo, mais isso infelizmente não esta acontecendo, ai vem as analises, sem pé e sem cabeça, empate técnico, DILMA 36 AÉCIO 20, a caminho do dobro das intenções de voto do Playboy, pesquisas encomendadas pela Rede Globo e Jornal Folha de São Paulo, ou melhor essas 2 empresas estão pagando a conta desses, e de outros levantamentos que vem por ai, quem paga tem direito de exigir, a metodologia empregada nas entrevistas com as pessoas é totalmente tendenciosa, e mesmo assim o quadro e esse ai inalterado, Rede Globo e Jornal Folha de São Paulo pretende influenciar fortemente no processo eleitoral desse ano, AS PESQUISAS E OS ANALISTAS DO CAPETA, o negocio e torcer os números e tentar adivinhar o que o povo esta pensando. Por tudo que já aconteceu esse ano no Brasil, o caus plantado pelo PIG que aconteceria durante a copa do mundo, incluindo os dois órgãos referido aqui, a imprensa Brasileira o PIG propriamente dito, não merecem um FIO DE PENTEIO de credibilidade.

  5. Só dá pra saber se influenciou ou não depois da eleição,que ainda será em outubro…

  6. A copa realmente não deve influenciar nas proximas eleições. O que fará um estrago sem proporções será a Economia. O País acaba de entrar em estagnação economica tecnicamente, segundo os mais experientes analistas a situação é muito preocupante.
    Chegou a recessão economica que ja começa dar sinais no nivel de emprego.

    • Antonio Golardo
      Segundo os analistas da Rede Globo, o senhor quer dizer? faça me o favor, e me responda em que época da historia do nosso pais tivemos uma situação econômica melhor do que temos agora??? papo furado as pessoas estão de saco cheio.

    • Antes de corrermos para as montanhas…
      Que tal um bolão?
      O Brasil quebra quando?
      A Mirian PIG já falou que o fim tava próximo trocentas vezes.
      E nada!
      Quem sabe não é desta vez.
      Vontade não falta, não é mesmo?
      O vencedor leva um livro do THC e outro do Serra.
      Topas!?

    • Esse Golardo parece ser mais um dos comissionados do Betinho, mas vamos la, como se o país tivesse capengando na economia, como se o país tivesse uma taxa de desemprego de 12% (tempo do teu presidente FHC), como se o risco Brasil hj passasse dos 2.000 pontos (época do teu FHC), como se em 8 anos geraram apenas 700.000 empregos, então PSDB nunca mais.

    • A criação do banco dos Brics foi comemorada pela CNI e por quem realmente entende de economia. Mais uma grande vitória do governo Dilma além de ter reduzido o desemprego à menor taxa já medida pelo IBGE.

  7. …,PESQUIZINHA MEQUETRÉFE…,ONDE TEM Á “MÃO”…,DA, FALHA/REDE ROUBO/VEJA/ESTADÃO/ÉPOCA ETC…,É MANIPULAÇÃO NA CERTA…,Á VERDADEIRA PESQUISA, QUEM TEM JUIZO SABE,DILMA REELEITA 65% DOS VOTOS VÁLIDOS E REQUIÃO NA VEIA,QUANTO Á OS COXINHAS,FODAM-SE!!! VIVA O BRASIL!!!