Coluna do Ricardo Gomyde: O balanço final da Copa do Brasil e do Mundo

Compartilhe agora!

Ricardo Gomyde, em sua coluna deste sábado, depois de meses escrevendo sobre o mundo da bola, avisa que a partir da semana que vem passará discutir outros temas; "Durante os últimos anos, trabalhei na preparação brasileira para o sucesso do evento. E pude registrar nesta coluna um pouco do dia a dia deste grande evento", orgulha-se; Gomyde em seu balanço derradeiro sobre a Copa, considerando-se os 15 países que mais enviaram turistas ao país durante o Mundial, os visitantes sul-americanos foram representados por 364.092 pessoas, valor maior do que os 332.228 visitantes europeus e norte-americanos juntos; colunista vê legado na área do turismo; Não só Curitiba, que foi cidade sede com grande sucesso, mas todas as regiões turísticas do Paraná devem olhar para essa grande oportunidade que se abriu com a Copa!; leia o texto e compartilhe.
Ricardo Gomyde, em sua coluna deste sábado, depois de meses escrevendo sobre o mundo da bola, avisa que a partir da semana que vem passará discutir outros temas; “Durante os últimos anos, trabalhei na preparação brasileira para o sucesso do evento. E pude registrar nesta coluna um pouco do dia a dia deste grande evento”, orgulha-se; Gomyde em seu balanço derradeiro sobre a Copa, considerando-se os 15 países que mais enviaram turistas ao país durante o Mundial, os visitantes sul-americanos foram representados por 364.092 pessoas, valor maior do que os 332.228 visitantes europeus e norte-americanos juntos; colunista vê legado na área do turismo; Não só Curitiba, que foi cidade sede com grande sucesso, mas todas as regiões turísticas do Paraná devem olhar para essa grande oportunidade que se abriu com a Copa!; leia o texto e compartilhe.
Ricardo Gomyde*

Escrevo hoje pela ultima vez sobre a Copa do Mundo do Brasil deste ano. A partir de agora, tratarei de outros temas. Durante os últimos anos, trabalhei na preparação brasileira para o sucesso do evento. E pude registrar nesta coluna um pouco do dia a dia deste grande evento.

A Copa do Mundo no Brasil foi, para muitos turistas sul-americanos, a chance de participar do torneio mais importante do futebol mundial sem ter de cruzar o oceano. A proximidade geográfica dos países a algumas das cidades-sede, entre elas Curitiba, tornou viável o sonho de argentinos, uruguaios, colombianos e tantos outros a seguir a seleção de seu país no Brasil.

Considerando-se os 15 países que mais enviaram turistas ao país durante o Mundial, os visitantes sul-americanos foram representados por 364.092 pessoas, valor maior do que os 332.228 visitantes europeus e norte-americanos juntos, como era visível nas arenas e nos principais pontos turísticos do país.

Os argentinos representaram o maior número dos sul-americanos, com 166.772. Depois vieram os chilenos, com 52.427; colombianos, com 49.246; uruguaios, 35.018; peruanos, 21.084; venezuelanos, 20.064; e paraguaios, 19.481.

Já entre os europeus e visitantes da América do Norte, foram 111.380 norte-americanos, 40.517 mexicanos, 40.408 britânicos, 39.968 franceses, 35.640 alemães, 23.949 portugueses, 20.919 italianos e 19.447 espanhóis.

Os estrangeiros aproveitaram a estada no país para conhecer outros destinos turísticos. De acordo com pesquisa feita pelo Ministério do Turismo, em parceria com a FIPE, foram 378 municípios visitados até o fim da Copa, número que pode aumentar já que o estrangeiro fica, em média, de 13 a 15 dias no país.

Esse é um importante legado a ser explorado depois da Copa: consolidar os destinos turísticos paranaenses para esse grande contingente de vizinhos sul-americanos. O turismo regional é responsável pelo grande fluxo de deslocamento de visitantes no mundo, e na América do Sul podemos seguir o mesmo caminho. Não só Curitiba, que foi cidade sede com grande sucesso, mas todas as regiões turísticas do Paraná devem olhar para essa grande oportunidade que se abriu com a Copa.

*Ricardo Gomyde, especialista em políticas de inclusão social, foi membro da Comissão Organizadora da Copa do Mundo no Brasil em 2014. Escreve nos sábados no Blog do Esmael.

Compartilhe agora!

Comments are closed.