requiao_seguranca.jpg

| Comente agora

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, mergulha na filosofia de Confúcio, de 500 a.C., para salientar a importância do passado na construção do futuro; ao fazer uma verdadeira autópsia na segurança pública do Paraná, que sofreu com falta de equipamentos e gasolina, o colunista especialista em políticas públicas afirma: “Vejo a manipulação do marketing que mente, maquia, ilude”; Requião Filho defende modelo de polícia cidadã com autoestima, democrática, equipada e inserida no contexto social; leia o texto e compartilhe.

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.