Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

Coluna do Marcelo Araújo: “Secretaria de Negócios” na Prefeitura de Curitiba?

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, sugere a existência de uma oculta "Secretaria de Negócios" na Prefeitura de Curitiba; colunista afirma que município "bate cabeça" ao propor nova lei regulamentando o controle eletrônico do EstaR; "...pois em 1975 a Lei 5233/75, sancionada por Saul Raiz e que aparentemente está em vigor, já estabelecia o controle de tempo de estacionamento por meio de parquímetros, em substituição aos saudosos discos giratórios que eu tive a oportunidade de ver funcionar na minha infância", diz o especialista em multa e trânsito; Araújo promete ainda, para a próxima coluna, revelação bombástica acerca dos pontos na carteira que o tiraram há dois anos da Secretaria de Trânsito; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, sugere a existência de uma oculta “Secretaria de Negócios” na Prefeitura de Curitiba; colunista afirma que município “bate cabeça” ao propor nova lei regulamentando o controle eletrônico do EstaR; “…pois em 1975 a Lei 5233/75, sancionada por Saul Raiz e que aparentemente está em vigor, já estabelecia o controle de tempo de estacionamento por meio de parquímetros, em substituição aos saudosos discos giratórios que eu tive a oportunidade de ver funcionar na minha infância”, diz o especialista em multa e trânsito; Araújo promete ainda, para a próxima coluna, revelação bombástica acerca dos pontos na carteira que o tiraram há dois anos da Secretaria de Trânsito; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo*

Começará a ser testado um sistema inovador de controle eletrônico do EstaR por meio de telefones celulares e smartphones, o que faz com que Curitiba se mantenha sempre na vanguarda, e a atual gestão emociona e orgulha os curitibanos pela criatividade e inovação.

O jornalista Gladimir Nascimento entrevistou a empresa CellPark responsável pelos testes que buscarão demonstrar a eficiência do novo sistema.

Já está em tramitação na Câmara Municipal um projeto de lei justamente para autorizar o executivo a implantar essa inovação. Tal projeto tornou-se a Lei 13321/2008 e a entrevista que me referi foi feita em 2008.

Parquímetros também podem ser testados em Curitiba, aliás poderiam ter sido testados pelo pai do atual prefeito, Maurício Fruet, pois em 1975 a Lei 5233/75, sancionada por Saul Raiz e que aparentemente está em vigor, já estabelecia o controle de tempo de estacionamento por meio de parquímetros, em substituição aos saudosos discos giratórios que eu tive a oportunidade de ver funcionar na minha infância.

As reportagens recentes (as de 2014) sobre o tema repetidamente inovador sempre inclinam para a expressão negócio!, o que me faz pensar e até sugerir que haja uma Secretaria de Negócios!, até com atribuições de avaliar as maiores vantagens sob os vários aspectos para a cidade. Tornar o que é de fato, de direito…

Começa também a fiscalização do uso indevido da faixa exclusiva da XV nesta segunda-feira (é faixa exclusiva, e não exclusiva faixa exclusiva, pois já existem outras na cidade como já abordamos).

A pergunta a ser feita, antes que haja problemas e eu tenha que levantar o tema: um automóvel utilizando a faixa exclusiva indevidamente, de forma contínua, flagrado por três agentes em três pontos diferentes, levará apenas uma autuação ou três autuações? Com a palavra a Secretaria de Trânsito.

Muitos leitores têm cobrado minha posição sobre o pedágio e também ainda! cobram esclarecimentos sobre os tais pontos na carteira. Vou falar sobre isso sim, e a melhor data será 14/07 já que 15/07 fará dois anos que o jornalista Celso Nascimento publicou seu famoso artigo, e muita verdade será dita.

Deixo uma reflexão sobre tema correlato: se o PT não corrobora com situações semelhantes, e acusa o gestor público de omisso ao tolerar situações assim, o que dizer da Diretora Geral da PRF, antiga Superintendente no PR, que controla a maior malha viária do país, ter passado pela mesma situação? Coerência? Falou pra Dilma que ela é omissa, prefeito Gustavo Fruet?

De multa eu entendo!

*Marcelo Araújo é advogado, presidente da Comissão de Trânsito, Transporte e Mobilidade da OAB/PR. Escreve nas segundas-feiras para o Blog do Esmael.

Comentários desativados.