Antepenúltima: Richa sofre mais uma condenação na Justiça

Uma verdadeira goleada é o que está sofrendo a assessoria jurídica do governador-candidato. Desta vez é o Governo que tem 24 horas para retirar todas as placas de obras espalhadas pelo Estado, que integram a propaganda institucional do governo do Paraná.  Nos últimos 15 dias, Beto Richa foi enquadrado outras cinco vezes por uso da máquina pública em benefício pessoal.

Uma verdadeira goleada é o que está sofrendo a assessoria jurídica do governador-candidato. Desta vez é o Governo que tem 24 horas para retirar todas as placas de obras espalhadas pelo Estado, que integram a propaganda institucional do governo do Paraná. Nos últimos 15 dias, Beto Richa (PSDB) foi enquadrado outras cinco vezes por uso da máquina pública em benefício pessoal.

A Justiça Eleitoral determinou a retirada, no prazo máximo de 24 horas, de todas as placas de obras espalhadas pelo estado, que integram a propaganda institucional do governo do Paraná. O Juiz Auxiliar Leonardo Castanho Mendes fixou multa de R$ 10 mil por placa em caso de desrespeito.

Na decisão, o magistrado chama a atenção para o fato de a propaganda não expressar conteúdo informativo ou educativo!, que não apresenta nenhuma relevância à  população! e que “evidentemente, referida propaganda irregular afeta a igualdade de oportunidades entre candidatos no pleito eleitoral!. A decisão da Justiça responde à  ação impetrada pela coligação Paraná Olhando Pra Frente! (PT-PDT-PCdoB-PRB-PTN), que tem Gleisi Hoffmann como candidata ao governo do estado.

Este é mais um episódio do uso da máquina pública em favor da campanha à  reeleição de Beto Richa!, destaca o coordenador jurídico da coligação Paraná Olhando Pra Frente, Luiz Fernando Pereira.

O advogado de Gleisi informa que, além das fotos anexadas ao processo para comprovar a propaganda irregular, o próprio manual de identidade visual do governo do estado serviu de prova para a evidência do crime eleitoral, quando delimita os espaços dedicados à s informações técnicas, como valor da obra, e os campos de marketing institucional.

Reincidente

Nos últimos 15 dias, Beto Richa foi enquadrado outras cinco vezes por uso da máquina pública em benefício pessoal.

Somente nesta semana, o governador já foi enquadrado pela utilização do Facebook oficial do Governo do Estado para fazer promoção pessoal e por publicidade ilegal nos sites da Copel e da Sanepar.

Em 21 de julho, Beto e a candidata à  vice foram condenados ao pagamento de multa, no valor de 15 mil UFIRs por terem utilizado o Twitter oficial do governo do Paraná para autopromoção.

A primeira multa foi aplicada em 17 de julho quando a Justiça determinou que, no prazo máximo de 24 horas, fossem retiradas das páginas na internet da Copel e da Sanepar as matérias que exibissem fotos de Beto Richa.

21 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Voto de cabresto aos Oficiais da PMPR: Polícia Militar do Paraná somente promoverá Oficiais que pedem votos para Beto Richa em reunião a acontecer depois das eleições
    Na Polícia Militar do Paraná somente serão promovidos a Coronéis, Tenentes-Coronéis, Majores, Capitães e Tenentes quem apoiar o candidato da situação e seu patrão, Beto Richa, conseguindo angariar votos à ele. Se não se aliar a esse grupo seleto, não serão promovidos, nem que tenham pontos positivos para isso (método para classificar os Oficiais PM).
    Explico melhor: a função de Comandante-Geral da Polícia Militar do Paraná – PMPR é ocupada por um dos Coronéis da PM que faz parte da base aliada do Governo, se tratando de cargo de confiança, tanto que, ele é indicado pelo governador Beto Richa. Até aí, sem problemas.
    As promoções na PMPR são regidas pela Lei nº 5.944, de 21 de Maio de 1969, também chamada de Lei de Promoção de Oficiais. Este diploma legal especifica em seu artigo 9º, inciso “I” que dentro de oito dias da data de abertura de vaga em quadro de Oficiais, uma Comissão de Promoção de Oficiais deve se reunir para verificar quem serão os promovidos. Vejam que são apenas oito dias da vaga.
    Ocorre que há vagas em aberto desde abril de 2014, mas a Comissão de Promoção de Oficiais não pôde se reunir para promover quem merece porque o Comandante-Geral, que também acumula a função de presidente dessa comissão, tem que respeitar a ordem do governador de não promover simpatizantes da oposição, principalmente os que se declararam a favor do candidato da oposição Roberto Requião. E, para tentar evitar mandados de segurança judicial, evitou fazer as reuniões para promovê-los causando-lhes inúmeros prejuízos financeiros.
    E não para por aqui o desrespeito à lei cometido pelos mais altos servidores públicos da Polícia Militar do Paraná, os Coronéis que compõe essa Comissão e o Comandante-Geral da PMPR.
    Veja: todos os Oficiais que tem méritos ganham pontos por curso superior, mestrado, doutorado, especializações, sendo então classificados em uma lista chamada de “merecimento”. E essa lista possui uma ordem classificatória de quem possui mais pontos e menos pontos (1º colocado, 2º colocado e assim por diante). Nos governos anteriores, principalmente no Governo Requião, quem merecia e possuía mais pontos era promovido, independente em quem votasse.
    Para se promover o Oficial que o Governador quiser na PMPR, ele se utiliza do Comandante-Geral desta Organização, o qual pode se utilizar da possibilidade de dar um conceito de 0 a 12 para quem quiser, sem precisar mesmo justificar. Desta forma, dá-se um conceito 11,5 ou mesmo 11,9 aos simpatizantes do governo e conceito 6 para todos os demais.
    Pela valoração dos pontos, o Comandante-Geral pode fazer isso, mas ao arrepio da lei, pois o diploma legal supracitado especifica em seu artigo 40 que os requisitos legais seria conduta militar, espírito militar, cultura policial militar, caráter, conduta civil, dedicação ao trabalho. No governo Beto Richa, caráter não é importante, mas votos sim. E infelizmente as qualificações policiais (mestrado, doutorado, especializações e cursos na PMPR) valem muito pouco perto do conceito emitido pelo Comandante-Geral.
    Parece ingenuidade dos Oficias da PMPR todos saberem que seus comandantes estão agindo fora da lei, dando um péssimo exemplo a todos e a grande maioria ficar no silêncio, mas infelizmente não há o que fazer. Como na ditadura militar, quem no mínimo expõe a verdade é severamente punido com baixos conceitos, transferências para trabalhar de 200 a 450 quilômetros de onde reside, obrigando dessa forma a esposa largar seu emprego, mudar escola de filhos, etc. Sem contar com julgamentos diferentes e severos ao extremo em questões administrativas para gerar punições à estes Oficiais que podem chegar até a penas de restrição à liberdade (detenção, prisão), travestido de legalidade aparente.
    Ou seja, nadar contra a maré fará o Oficial morrer afogado, pois não aguentará a pressão de dizer a verdade e sofrer as conseqüências.
    Mas e como isso se transformou também em voto de cabresto aliado ao desespero da candidatura de Requião, explicarei agora.
    Como falei acima, ilegalmente não se abre a Comissão de Promoção de Oficiais para não promover quem apóia o Requião e não angariar votos para ele. Mas o pior ocorreu recentemente: O Comandante-Geral da PMPR não vai abrir a Comissão de Promoção de Oficiais (o qual preside) até outubro de 2014 (depois do primeiro turno ou segundo turno, conforme o resultado das eleições), para coagir todos os Oficiais da PMPR a virarem cabos eleitorais do Beto Richa ou serão preteridos, ou seja, não serão promovidos.
    Ou seja, não é apenas voto de cabresto, mas cabo eleitoral de cabresto. E tudo o acima exposto pode ser provado e facilmente verificável com qualquer oficial da PMPR que não simpatize com o Beto Richa.
    Isso que nem estou considerando o fato, que por enquanto é um forte boato difundido, de Oficiais que não deveriam ser promovidos por não terem pontos para isso, o serão se doarem mensalmente a diferença salarial decorrente de sua promoção aos partidos aliados do PSDB durante o pleito eleitoral. Mas vou juntar novas provas disso antes de expor publicamente esse fato, inclusive com o nome dos Oficiais PMs envolvidos, filmagens e comprovantes bancários.
    Parece besta falar que o apoio dos Oficiais da PMPR influência o resultado das eleições, mas tem influencia sim. Todos eles praticamente fazem parte ou da maçonaria, ou do grupo dos evangélicos, de lideres atuantes em igrejas, de Rotarys e Lyons do Paraná todo, sendo pessoas influentes nas comunidades onde vivem e, o simples fato de mencionarem que votarão no Requião em reuniões que participam diariamente levarão outros inúmeros cidadãos não militares a votarem de forma semelhante.
    Sem contar com o fato de que a tropa está insatisfeita com o governo atual, que nem gasolina ou alimentação fornece. Fato público e notório. Então, segurar os comandantes garante que não haverá reivindicações por parte de cabos, soldados e sargentos. Força de manobra repressiva também da tropa, através de promoções ilegais.
    Todos os anos nos últimos vinte e cinco anos, no dia de aniversário da PMPR, 10 de agosto, há uma reunião da Comissão de Promoção de Oficiais para promover quem merece e tem mais pontos, mas, diante do que foi exposto, isso não ocorrerá esse ano.
    Para que tais informações não virem apenas fofoca, está sendo encaminhado junto com outros documentos ao Ministério Público Estadual, Gaeco, Corregedoria da PMPR, bem como aos principais veículos de comunicação do Paraná, para que algo seja feito a respeito. Se é que a ditadura militar acabou mesmo ou foi apenas trocada dos generais das forças armadas para os coronéis da PM.

  2. Acredito que não seja por propaganda eleitoral indevida a retirada de placas sobre o governo Berto Richa, mas sim pela propaganda enganosa que levou o Paraná a bancarrota neste quatro anos de Richa como governador. Tá na hora de mudar e para isso o que manda é a experiência de que conhece muito bem o lado do executivo como do legislativo. E este candidato tem nome. É REQUIÃO.

  3. Ainda digo aos senhores,vão ter que engolir o Beto por mais quatro anos, e ele leva essa no primeiro turno para desespero de PTralhas e gardenais.

  4. Estas multas não são nada, qualquer coisa vende a Harley Davidson e pronto, tá quitado o débito.

  5. Mesmo que tenha que cumprir a lei e retirar as placas, acredito que algum dinheiro foi gasto na confecção e instalação das mesmas, e deixo no ar uma pergunta:
    PRA QUEM FICAM OS GASTOS? SERÁ QUE É PRA NÓSSSSS?????

  6. São malditas as condenações do Beto Richa. Já, as do PT são injustas, é perseguição, coisa do PIG…

  7. BOA TARDE ESMAEL,

    Podem multar a vontade, pois o POVO PAGA ou alguém seria ingênuo de acreditar e/ou afirmar o contrário?

  8. Agradeço ao Esmael este espaço para esclarecer alguns aspectos da campanha de 2014.
    Tenho dois candidatos cítricos sob o meu comando, um denominado OB laranja e ou outro chamado bagaço.
    O OB laranja por ser um absorvente íntimo é um pouco mais discreto mas mesmo assim deve tirar um pouco de sangue dos adversários.
    O Bagaço, oriundo do sudoeste é conhecedor inclusive do sistema prisional que frequentou em 2007. Este é como o pitbull que avança ao meu comando.
    Como vocês podem ver estou bem mais equipado para vencer essas eleições e continuar enriquecendo todos os playboys que estavam falidos em Curitiba.
    Espero que esse povo otário vote em mim para que eu possa concluir a minha missão que é acabar com o Paraná. Abraço a todos.

  9. Aguardamos para que sua ultima condenação venha a ser nas urnas!!! E a de ser!!!!

  10. Se não pode a um candidato… NÃO pode A todos, a justiça tem que mandar arrancar as placas de “obras” do Governo federal também. E o Desespero do PT é tão grande que a unica a ingressar na justiça eleitoral é a Glesi, porque sabe que não vai se eleger nem a zeladora de cortiço. Enquanto isso o Requião… vai seguindo em frente. kkk Deixe que os NANICOS ( Richa e Gleisi ) se matem.kkkk

  11. É seu Beto Richa… parece que agora acabou a brincadeira*

  12. chupa beto na velocidade 5.

  13. Candidato Richa da Sogra Fantasma, faz que vai no banheiro c%*@ e some de uma vez.

  14. Chega a ser ridículo esta judicialização da campanha que esta senhora está promovendo. Apresentar proposta que é bom, ela não está preocupada. Vai levar uma lavada nas urnas.

    • Zulmira Meine,
      esta senhora está promovendo? Apenas mais uma pergunta: Quantas vezes o governador Beto Richa tentou censurar o Blog do Esmael?
      Parecer do Ministério Público Eleitoral, emitido pela Promotora Adriana Aparecida Storoz Mathias dos Santos, afirma que o govenador Beto Richa não tem razão em seu pedido de censura contra o Blog do Esmael; “Não há prejuízo na disputa eleitoral, nem possibilidade de que os leitores possam vir a confundir os comentários do blog com pesquisa eleitoral”, diz um trecho do documento; apesar da implacável perseguição do governador tucano contra o Blog do Esmael, placar no Tribunal Regional Eleitoral é de 5 x 0 a favor da liberdade de expressão; abaixo, leia a íntegra do parecer do MP.

  15. É claro que o nobre rábula tem que fazer que trabalha para receber seus pomposos honorários, mas é muita picuinha. Alguém acredita que vai perder ou ganhar uma eleição por causa de uma placa? É por isso que a senadora do Gaievski, o TARADO DE REALEZA, vai perder feio essas eleições. Ela não se estabelece.

  16. Sim! E os quatro $$ do aluguel não funciona? KKK