11 de julho de 2014
por esmael
10 Comentários

Veja essa: Joaquim Barbosa quer mandar no STF mesmo aposentado

do Brasil 247
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa encaminhou um novo ofício ao vice-presidente da corte, Ricardo Lewandowski, reiterando pedido pela manutenção de 46 servidores do seu gabinete na corte, após sua aposentadoria. Barbosa já deveria estar aposentado desde a última quinta-feira (10), mas adiou a saída para 6 de agosto.

O documento com o pedido esdrúxulo de Barbosa foi recebido nesta sexta-feira (11) pelo gabinete de Lewandowski. No ofício anterior, de segunda-feira (7), Barbosa havia enviado a Lewandowski uma relação de indicados aos cargos em comissão, funções comissionadas e demais servidores que ”deverão retornar” ao seu gabinete de ministro assim que ele deixar a corte. O caso gerou novo, e talvez o último, embate entre Barbosa e seu sucessor na presidência da corte.

Em novo ofício, datado do dia 9, Barbosa cita o regulamento interno do tribunal para justificar seu pedido. De acordo com as regras, quando um ministro está de saída, seus assessores serão exonerados 120 dias após seus afastamento.

“Em face da clareza das normas internas, sigo na expectativa de que as tradições desta Casa venham a ser observadas na presente transição, evitando-se, com isso, que se cause inesperado desassossego aos profissionais técnicos que, por longo tempo, vêm prestando inestimáveis serviços a este tribunal”, diz trecho do ofício.

Quatro ministros do STF ouvidos pelo jornal Folha de S. Paulo dizem que o ofício de Barbosa, apesar de legal, não é comum. A praxe é o presidente que deixa o cargo entregar um pedido de exoneração de todos os funcionários. Os concursados são realocados, e os que não são deixam o Supremo.

O gabinete sem o novo ministro tem de ficar aberto para consultas a processos existentes. Para esse serviço, bastam quatro ou cinco funcionários, 10% dos 46 que Barbosa deseja manter empregados. Cada gabinete tem, em média, 30 funcionários. Ou seja, o de Barbosa já é um gabinete com excesso de comissionados.

11 de julho de 2014
por esmael
2 Comentários

TSE divulga cálculo do tempo de rádio e TV de candidatos à  Presidência

via Agência Brasil

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quinta-feira (10) a estimativa de tempo que os 11 candidatos à  Presidência da República terão no horário eleitoral no rádio e na televisão, que começa no dia 19 de agosto. Os números serão apresentados aos partidos em audiência pública na quarta-feira (16). Após as coligações tomarem conhecimento da minuta, o plano de divulgação definitivo será colocado em votação no plenário do tribunal.

Segundo os dados, a coligação Com A Força do Povo, da candidata à  reeleição Dilma Rousseff (PT), terá 11 minutos e 48 segundos. A coligação Muda Brasil, do candidato Aécio Neves (PSDB), ficou com quatro minutos e 31 segundos. Eduardo Campos (PSB), da Coligação Unidos pelo Brasil, terá um minuto e 49 segundos.

O restante do tempo no rádio e na TV ficou dividido entre o PSC, do Pastor Everaldo (um minuto e oito segundos); PV, de!  Eduardo Jorge (um minuto e um segundo); PSOL, da candidata Luciana Genro (51 segundos), e Eymael, do PSDC (47 segundos). Os candidatos Levy Fidelix (PRTB), Zé Maria (PSTU), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO) terão 45 segundos para expor suas ideias.

O bloco de 20 minutos que será destinado aos que disputam a Presidência da República foi dividido de acordo com o número de partidos e coligações que registraram candidaturas ao cargo e a suas representações na Câmara dos Deputados.

O TSE definirá a primeira ordem de exibição dos programas em sorteio no dia 5 de agosto. Nos programas seguintes, a ordem seguirá o critério de rodízio. Caso a disputa vá para segundo turno, o bloco de 20 minutos será dividido de forma igualitária entre as coligações.

11 de julho de 2014
por esmael
20 Comentários

Maradona elogia Copa do Mundo: Brasil ganhou como país!

via Brasil 247

Celebridade esportiva mais controvertida do mundo, sem rivais nas escolhas políticas, dramas pessoais e capacidade de criar casos, o ex-jogador Diego Maradona é o torcedor número 1 da Argentina no Brasil. Ele está saboreando a ida da seleção de seu país, após 24 anos, a uma final de Copa do Mundo, além de estar se divertindo com a derrota da Seleção Brasileira, por 7 a 1, frente a da Alemanha. Estaria, em tese, numa situação para tripudiar do Brasil, mas sua opinião sobre o Mundial no País é bem diferente: – O Brasil perdeu em campo, mas ganhou como país, resumiu ele, na quinta-feira 10, no programa De Zurda (de esquerda), que faz para a emissora!  Telesur, da Venezuela.

Maradona indicou que a campanha de descrédito da capacidade de o Brasil organizar o Mundial, iniciada internamente, nas páginas da mídia tradicional, o deixou assustado, assim como a outros turistas: – O que se pintava é que seria um caos. Parecia que teríamos de comprar uma arma ao desembarcar por aqui, comparou. “Mas não foi nada disso”.

O ex-jogador circulou por diferentes cidades, sendo visto em jogos da Seleção da Argentina e de outras equipes. Ele não deixou de ser vaiado, algumas vezes, pelo público, em ofensas que faziam referência à  sua dependência química, enfrentada com um forte tratamento em Cuba. Por outro lado, foi saudado pelo cânticos de “Maradona é melhor que Pelé” entoados por milhares de argentinos que tomaram o País para acompanhar sua Seleção. Certamente a maior torcida estrangeira presente na Copa, os argentinos realizaram uma ‘invasão’ alegre e pacífica, premiada com a disputa da final da Copa.

Pelé, por outro lado, saiu da cena da Copa desde a terça-feira 8. Aquele deve ter sido talvez o dia mais triste da vida do “rei do futebol”. Naquela manhã, Edinho, seu filho, foi preso, em Santos, condenado a 33 anos de reclusão por lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas. à€ tarde, a equipe nacional sofreu a maior derrota de toda a sua história. O rei vinha acompanhando pessoalmente todos os jogos do Brasil no Mundial, mas agora está recolhido. Ele precisará ser forte para superar a tragédia familiar.

11 de julho de 2014
por esmael
4 Comentários

Ataques de Israel à  Faixa de Gaza já mataram mais de 100 nesta semana

Os ataques de Israel aos palestinos na Faixa de Gaza iniciados na terça-feira (8) já mataram ao menos 100 pessoas. Metade seria de civis. Cerca de 600 pessoas, a maioria civis, ficaram feridas. No último incidente, na madrugada desta sexta-feira, três pessoas morreram dentro de uma casa na cidade de Rafah, no sul do território. Não há relatos de mortos em Israel.

Segundo Israel, militantes palestinos lançaram cerca de 500 foguetes de Gaza contra o território israelense desde terça-feira. Os foguetes teriam sido interceptados e neutralizados por sistemas de defesa antimísseis. Pelo menos um foguete foi lançado do sul do Líbano em direção ao norte de Israel na manhã desta sexta-feira.

O primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que a operação israelense lançada na terça-feira contra alvos do Hamas está “progredindo como planejado” e deve entrar em nova fase. Ele não precisou os detalhes. O premiê israelense não deu indicações de quando ou se as tropas farão intervenções terrestres.

Na quinta-feira, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, fez um apelo para que israelenses e militantes palestinos interrompam as hostilidades, argumentando que o Oriente Médio “não tem como arcar com outra guerra”. Chefes de Estado de diversos países também fizeram apelos pelo fim dos ataques e pela retomada das negociações de paz.

Com cartazes de “Não matarás” e “Cadáveres não trarão segurança”, ativistas israelenses protestam contra ofensiva militar do seu país. As principais ONGs de direitos humanos do país divulgaram informações sobre as vítimas dos bombardeios israelenses no enclave palestino e grupos de esquerda organizam manifestações nas ruas das grandes cidades.

A primeira manifestação ocorreu na quarta feira (9), no centro de Tel Aviv. Cerca de 100 ativistas se reuniram em frente ao Teatro Habima!  !” teatro nacional de Israel !” segurando um grande cartaz com os dizeres: A Ocupação Está Matando Todos Nós!.

O conflito entre os dois lados foi reiniciado depois que um adolescente palestino de 16 anos foi sequestrado e morto em Jerusalém. A polícia suspeita que o crime tenha sido uma vingança contra a morte de três jovens israelenses, que foram sequestrados e mortos na Cisjordânia.

Com informações da BBC e do

11 de julho de 2014
por esmael
17 Comentários

Veja essa: 1!º suplente de Gomyde pula cerca! para o lado de Richa

Fidelidade não tem sido o forte na Coligação Paraná Olhando Para Frente, liderada pela senadora Gleisi Hoffmann, candidata ao governo do estado pelo PT. Depois de prefeitos do PDT flertarem com a reeleição do governador Beto Richa (PSDB), agora é a vez Elizeu Chociai, presidente do PTN e 1!º suplente de Ricardo Gomyde (PCdoB), na corrida pelo Senado, de “pular a cerca” rumo ao ninho tucano. Quem conta essa história é o Blog do Johnny, do Caderno Ponta Grossa:

Suplente de Gomyde ao Senado apoia aliados de Richa

O primeiro suplente do candidato a Senador Ricardo Gomyde (PC do B), o presidente estadual do PTN, José Elizeu Chociai, possui relações muito próximas ao PSDB e ao governador Beto Richa. Chociai apoiou Richa em 2010, foi secretário municipal de Gestão de Recursos Humanos no governo do ex-prefeito Pedro Wosgrau Filho (PSDB), e os seus candidatos a deputados federal e estadual em Ponta Grossa apoiam a reeleição de Richa.

O vereador Pietro Arnaud (PTB), candidato a deputado federal, e o deputado estadual Plauto Miró Guimarães Filho (DEM), recebem o apoio da frentinha! partidária formada pelo PTN/PTB/PTC/PRTB/PSL/PT do B na cidade, comandada por Chociai. Plauto inclusive esteve na última reunião do grupo para oficializar o apoio.

Se os candidatos a deputado de Chociai estão fazendo campanha pela reeleição do governador Beto Richa, ele está apoiando quem mesmo para o governo do Estado?

O presidente do PTN-PR teve a sua candidatura avulsa vetada pela candidata ao governo Gleisi Hoffmann (PT) e exigiu da petista a primeira-suplência ao Senado para permanecer em sua coligação, além de estrutura para a campanha.

11 de julho de 2014
por esmael
8 Comentários

Em nome do fisiologismo, Barbosa cria novo embaraço a seu sucessor no STF

do Brasil 247

Presidente da corte, Joaquim Barbosa, que renunciou no final de maio, teria adiado sua aposentadoria para agosto na tentativa de pressionar Ricardo Lewandowski a manter 46 funcionários de seu gabinete em cargos de confiança mesmo após sua saída; em nota, alegou que está fazendo tudo de acordo com as normas de transição do STF e com base nas "tradições da casa".

Presidente da corte, Joaquim Barbosa, que renunciou no final de maio, teria adiado sua aposentadoria para agosto na tentativa de pressionar Ricardo Lewandowski a manter 46 funcionários de seu gabinete em cargos de confiança mesmo após sua saída; em nota, alegou que está fazendo tudo de acordo com as normas de transição do STF e com base nas “tradições da casa”.

Depois de renunciar, adiar a aposentadoria e ainda pedir férias, o ministro Joaquim Barbosa voltou a criar um impasse para seu sucessor na Presidência do Supremo Tribunal Federal. Leia mais

11 de julho de 2014
por esmael
2 Comentários

Paranavaí tem comitê para combater a corrupção eleitoral

Paranavaí está rearticulando o Comitê 9840 de combate à  corrupção eleitoral. Organizado inicialmente em 2012, o comitê visa promover a conscientização da comunidade. O trabalho será centrado no combate à  compra de votos nas mais variadas formas. O Comitê 9840 pretende levar a mensagem à s escolas, universidades e para as ruas, através de pedágios e panfletagem, e através da mídia local.

O Comitê também pretende realizar sabatinas com todos os candidatos a deputado (estadual e federal) da região para debater as propostas. Também serão recebidas denúncias que sejam acompanhadas de provas ou indícios que possam ser investigados. Participam do Comitê: dirigentes da OAB, do Observatório Social de Paranavaí, do Conselho Comunitário de Segurança, maçons, entre outros setores da sociedade.

Histórico

Em 1999, o Congresso Nacional aprovou a Lei 9840, de iniciativa popular, protocolada no Congresso Nacional com mais de um milhão de assinaturas, visando combater a corrupção eleitoral. Desde então, outras medidas foram aprovadas em nome da ética e da moralidade, atendendo a vontade da população brasileira de eliminar da vida pública os corruptos e os corruptores. Exemplos disso são as leis que proíbem o nepotismo e a da ficha-limpa, responsáveis por ajudar na necessidade de depuração do processo político.

Com informações do Diário do Nordeste

11 de julho de 2014
por esmael
18 Comentários

Coluna do Ricardo Mac Donald: Curitiba não merece! (continuação)

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, volta a afirma que Curitiba não merece ficar refém de um sindicato que põe uma faca no peito da Administração Municipal! e nos usuários de ônibus; segundo o capitão do time do prefeito Gustavo Fruet (PDT), o Sindimoc (Sindicato dos Motoristas e Cobradores) tem problemas para explicar como mortes, dinheiro apreendido, notas fiscais frias, dentre outras barbaridades; colunista pede a intervenção firme do Ministério Público para inibir a baderna!, segundo ele, que tende a continuar e pior, expandir!; colunista relata ainda que, depois de tentativa de fraude eleitoral ser frustrada pela Justiça, agora é que quatro chapas se registraram; Oxalá apareça alguém com capacidade de diálogo!, torce o secretário Municipal de Governo; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, volta a afirma que Curitiba não merece ficar refém de um sindicato que põe uma faca no peito da Administração Municipal! e nos usuários de ônibus; segundo o capitão do time do prefeito Gustavo Fruet (PDT), o Sindimoc (Sindicato dos Motoristas e Cobradores) tem problemas para explicar como mortes, dinheiro apreendido, notas fiscais frias, dentre outras barbaridades; colunista pede a intervenção firme do Ministério Público para inibir a baderna!, segundo ele, que tende a continuar e pior, expandir!; colunista relata ainda que, depois de tentativa de fraude eleitoral ser frustrada pela Justiça, agora é que quatro chapas se registraram; Oxalá apareça alguém com capacidade de diálogo!, torce o secretário Municipal de Governo; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Mac Donald*

à‰ justo que um Sindicato com tantos problemas, como é o caso do Sindimoc, fique pondo uma faca no peito da Administração Municipal e na população que precisa do ônibus? Não teria que se reorganizar e apurar as mortes, o dinheiro apreendido e mal explicado, as notas fiscais frias, os funcionários fantasmas, como foi mostrado seguidas vezes na imprensa? Leia mais