Vereadora denuncia: “Governo Richa está comprando delegados do PMDB”

Publicado em 3 junho, 2014
Compartilhe agora!

Vereadora Neide Sena, de Goioerê, Noroeste do Paraná, denuncia ação do governo Beto Richa para comprar delegados do PMDB na região; em Maringá, segundo o experiente jornalista à‚ngelo Rigon, voto contra Requião vale até R$ 20 mil; o próprio senador teria recebido proposta de R$ 30 milhões para desistir da convenção no próximo dia 20 de junho; deputado peemedebista, pró-coligação com PSDB, também há teria oferecido pacote de viagem ao Caribe, claro com direito a acompanhante; partidários da candidatura própria afirmam ter vídeo provando corrupção eleitoral.
Vereadora Neide Sena, de Goioerê, Noroeste do Paraná, denuncia ação do governo Beto Richa para comprar delegados do PMDB na região; em Maringá, segundo o experiente jornalista à‚ngelo Rigon, voto contra Requião vale até R$ 20 mil; o próprio senador teria recebido proposta de R$ 30 milhões para desistir da convenção no próximo dia 20 de junho; deputado peemedebista, pró-coligação com PSDB, também há teria oferecido pacote de viagem ao Caribe, claro com direito a acompanhante; partidários da candidatura própria afirmam ter vídeo provando corrupção eleitoral.
A vereadora Neide Sena, de Goioerê, Noroeste do Paraná, subiu à  tribuna ontem à  noite para denunciar ação do governo Beto Richa (PSDB) para comprar de delegados à  convenção estadual do PMDB, que no próximo dia 20 de junho decide ou pela candidatura própria ou coligação com o tucano. As informações são do portal Guia Goioerê.

Segundo a vereadora, que é delegada do PMDB, representantes do governo Richa na região a procuraram para lhe oferecer vantagens em troca do voto na convenção. “Não vendo meu voto por dinheiro, favores ou cargo em administração”, disparou.

Na semana passada, o jornalista à‚ngelo Rigon, em seu blog, afirmou que um voto contra Requião na convenção peemedebista estaria valendo R$ 20 mil (clique aqui).

O próprio senador Requião recebeu proposta de R$ 30 milhões para desistir da convenção estadual do PMDB, conforme registro do Blog do Esmael. O parlamentar teria mandado o interlocutor para a Puta Que Pariu! e ameaçado chamar a polícia.

O k-suco deverá ferver ainda mais nos próximos dias, pois partidários da candidatura própria afirmam possuir vídeo em que prefeito oferece cargos e dinheiro em nome de deputados e do governador Beto Richa. Também há outro em que parlamentar do PMDB pró-coligação com o PSDB que oferece pacote de viagem ao Caribe, claro com direito a acompanhante.

Compartilhe agora!

Comments are closed.