Richa vai parcelar tarifaço de 35% na energia, revela presidente da Copel

Governador Beto Richa vai parcelar tarifaço de 35% para os 4,2 consumidores residenciais e industriais paranaenses; informação é do presidente da Copel, Lindolfo Zimmer, à  agência Reuters; portanto, tarifaço será mantido por Richa, mas a tungada no bolso dos consumidores será, aos pouquinhos, em prestações a la Casas Bahia.

Governador Beto Richa vai parcelar tarifaço de 35% para os 4,2 consumidores residenciais e industriais paranaenses; informação é do presidente da Copel, Lindolfo Zimmer, à  agência Reuters; portanto, tarifaço será mantido por Richa, mas a tungada no bolso dos consumidores será, aos pouquinhos, em prestações a la Casas Bahia.

O presidente da Companhia Paranaense de Energia (Copel), Lindolfo Zimmer, disse nesta quarta-feira (25) que o tarifaço de 35% na energia dos consumidores poderá ser parcelado. A medida é para reduzir o impacto na reeleição do governador Beto Richa (PSDB), pois o índice de reajuste repercutiu muito mal e foi alvo de severas críticas dos adversários políticos.

“Pode ser possível aliviar sem grandes sacrifícios, ou sacrificando parcialmente, aí todo mundo se sacrifica um pouco — o consumidor paga um pouco mais, a distribuidora investe um pouco menos e também os acionistas têm que ter um pouco mais de paciência”, afirmou ontem Zimmer à  agência de notícias Reuters.

O governador do PSDB “suspendeu” o tarifaço se dizendo “surpreso” com o aumentão aprovado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). No entanto, o tucano omitiu que é o acionista majoritário, no caso do governo do Paraná, quem pede autorização para reajustar as tarifas de energia.

Resumo da ópera: o tarifaço será mantido por Richa, mas a tungada no bolso dos consumidores será, aos pouquinhos, em prestações a la Casas Bahia.

11 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Essa página tá sempre dando um jeito de manter Beto Richa culpado de todos os problemas do Paraná. Se aumenta a energia é culpa de Beto, se cancela o aumento é porque Beto quer tirar o corpo fora. se mantém o aumento, mas parcela….blá, blá, blá.
    O alto custo da energia elétrica é um problema nacional, que tem como principal vilão o Governo Federal, da Dilma, da Gleisi Hoffmann.

  2. Dilma e Gleisi, rindo do povo do PR. Sabemos que a verdade é que o ”Governo Dilma prejudica o povo do Paraná, na tentativa de prejudicar o concorrente de sua afilhada política”.O governo Federal, através na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mandou aumentar a tarifa para 35,05% no Paraná. Por quê? O mais óbvio: prejudicar eleitoralmente o governador do estado, Beto Richa (PSDB) já que a concorrente dele é Gleisi Hoffmann (PT). Além de jogar dinheiro na conta de empresas terceiras que se beneficiarão com o aumento e que podem fazer doações posteriormente para as campanhas. Está na cara só não vê quem não quer

  3. Vale lembrar que as concessionárias, devido a estiagem, compraram energia cara e venderam com o preço sem reajuste, agora precisam recompor prejuízos anteriores acumulados também. O índice não é anormal, vejam:

    O aumento na conta de luz tem sido aplicado em todas as regiões do país, mas foi ainda mais agressivo para os gaúchos. Enquanto o Rio Grande do Sul teve reajustes médios acima de 25%..
    http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/economia/noticia/2014/06/consumidores-devem-encarar-tarifaco-na-conta-de-luz-ate-2018-4534559.html

    A definição de um reajuste parcial ocorreu no ano passado, quando o controlador “” o governo do Paraná “” apresentou à Aneel o pedido de aplicação de um índice menor, em resposta à onda de protestos ocorridos em junho daquele ano.
    http://www.valor.com.br/empresas/3592144/aneel-aprova-aumento-medio-de-3505-nas-tarifas-de-energia-da-copel

    Ainda nesta terça, a Aneel aprovou reajuste médio de 40,42% para os cerca de 40 mil clientes da Cocel, distribuidora que atende à cidade de Campo Largo, no Paraná. O aumento começa a valer nesta terça. Para as residências, o aumento médio será de 37,24%. Já para a indústria, será de 43,44%.

    A agência provou também alta média de 42,73% para a tarifa da CFLO, distribuidora que atende a 54 mil unidades no município de Guarapuava, também no Paraná. O reajuste começa a valer no próximo domingo (29). Para consumidores residenciais, o reajuste médio será de 38,54%. Para a indústria, de 49,64%.
    http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2014/06/apos-surpresa-richa-decide-suspender-aumento-nas-contas-de-luz.html

  4. Tu viu Esmael o Beto Richa pediu aumento da luz em vários estados e a Annel autorizou em todos.

  5. o beto play como a história do sapo na panela que é aquecida aos poucos até ferver e cozinhar o sapo, assim o beto quer fazer com os paranaenses

  6. Se perder a eleição, então, o reajuste total será no dia 6 de outubro. Se ganhar, no dia 2 de janeiro de 2015. Ou seja, estamos lascados.

  7. Duvido muito q isto seja verdade, a final o senhor esmael já errou algumas vezes em suas matérias, e se fossem parcelar ele não pediria um cancelamento da tarifa e sim um adiamento da mesma!!

    • Eleitora alienada, foi a Copel quem pediu o aumento, o maior acionista desta empresa é o estado, ou seja, quem pediu o aumento foi o governo Richa.

  8. …,O “PRÍNCIPE” DO PARANÁ…,PODE TUDO…,QUE INVEJA DO JUDICIÁRIO DA FRANÇA…,REFORMA DO JUDICIÁRIO,JÁ!!!ACORDA PARANÁ,ACORDA BRASIL!!!EM TEMPO:…,O BRASIL,É O ÚNICO PAÍS DO MUNDO ONDE, UM BANDO DE VELHOS MALÁCOS,VOTAM ATÉ MORRER…