Que tem a ver o tucano Beto Richa com os protestos dos black blocs no PR?

“Há algo de estranho no reino da Dinamarca”, cravou William Shakespeare na peça Hamlet. Talvez haja como suspeitam os repórteres Denise Mello e Antônio Nascimento, da rádio Banda B, de Curitiba (clique aqui).

Defensores públicos do Paraná, pagos com dinheiro de todos, através dos cofres do governo estadual, aguardavam ontem (16), no 1!º Distrito da Polícia Civil, a chegada de uma dezena de black blocs presos pela Polícia Militar.

Os defensores públicos foram instituídos pelo Estado para supostamente defender aquele cidadão que não tem dinheiro para tal. Os detidos vandalizando a capital paranaense eram todos filhinhos de papai! de classe média alta para cima.

A manifestação partiu da Boca Maldita em direção à  Arena da Baixada, onde jogavam Irã x Nigéria, embora essa informação tenha sido sonegada pelos líderes do protesto (clique aqui).

O Blog do Esmael transmitiu ao vivo as três horas de confusão proporcionada pelos encapuzados nas ruas centrais de Curitiba. A população se revoltou com o vandalismo e quebra-quebra promovido pelos mascarados. A polícia foi aplaudida pela intervenção.

Com tesão de argola, os black blocs mandaram este blogueiro tomar naquele lugar que eles estão acostumados por vontade própria. A elite branca também mandou semana passada a presidenta Dilma “tomar no cu” durante abertura da Copa.

Agora há algo de estranho nisso tudo. Os defensores públicos estavam de plantão para defender os violentos black blocs. O que tem a dizer sobre isso o governador Beto Richa (PSDB). Qual a relação entre tucanos e mascarados?

Assista ao vídeo acima e opine.

Com informações e imagens de MEG.

Comentários encerrados.