Prefeito de Guarapuava corta 40% no próprio subsídio e 10% dos comissionados e secretários

O prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho (PPS) anunciou na terça-feira (17) uma série de medidas de redução de gastos na administração municipal, começando pelo próprio subsídio, dos secretários municipais e funcionários comissionados da prefeitura. As medidas também incluem redução no custeio das secretarias municipais na ordem de 15%. A cidade sofreu com as fortes chuvas no início do mês e teve o estado de emergência decretado pelo prefeito no último dia 08.

O prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho (PPS), anunciou nesta! quarta-feira (18) uma série de medidas de redução de gastos na administração municipal; começando pelo próprio subsídio, dos secretários municipais e funcionários comissionados da prefeitura. As medidas também incluem redução no custeio das secretarias municipais na ordem de 15%. A cidade sofreu com as fortes chuvas no início do mês e teve o estado de emergência decretado pelo prefeito no último dia 08.

A redução dos subsídios do prefeito, da vice, do secretariado e de cargos comissionados acima de R$ 3 mil, além do aperto! no custeio de secretarias foram os principais pontos do pronunciamento do prefeito Cesar Silvestri Filho (PPS) no começo da tarde desta quarta (18), em Guarapuava.

Falando para cerca de 250 pessoas no auditório da Faculdade Guairacá, o prefeito disse que o seu subsídio será reduzido em 40%, da vice prefeita Eva Schran em 10%, mesmo percentual válido para o corte do secretariado e sobre o TIDE (Tempo Integral de Dedicação Exclusiva) de comissionados que ganham acima de R$ 3 mil por mês. Da vice, secretários e comissionados o corte será pelo período de seis meses, já do prefeito será em caráter definitivo.

Soma-se a essa decisão o ajuste orçamentário que prevê redução de 15% nos gastos de custeio nas secretarias municipais. Em seis meses queremos economizar cerca de R$ 10 milhões!, disse o prefeito. Segundo Cesar Filho, o grande desafio hoje é restabelecer a rotina de Guarapuava, depois das fortes chuvas que atingiram o município.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. I think this article is very helpful for people,it has solved our problem,thanks!

  2. Rá! O kiko velho; primeiro aumenta o salário em 70%, e agora baixa em 40%. Meu herói. E para completar vai tentar emplacar a Dona Florinda de Dep Estadual. Só falta em outubro a matungada votar nessa criatura.

  3. Agora os desavisados vão aplaudir sem saber que o mesmo prefeito tão logo assumiu a prefeitura reajustou seu salário em 70%.
    http://uol-noticias.jusbrasil.com.br/politica/104134323/prefeito-de-guarapuava-pr-concede-70-de-aumento-ao-proprio-salario-e-preve-reajuste-de-10-a-servidores

    • Bem coisa do PPS, 23 política do jeito certo. Tão certo que o Rubens Bueno queria taxar a soja em 9%, ao estilo Cristina Kirchner, aí vem o dep. Sandro Alex dizer que votou contra a medida provisória do tipo que joga confete para si mesmo. O povo não é mais bobo, esta turma está saindo melhor que a encomenda. #vaifaltaroleodeperoba

  4. Esse ano é Dona Cristina Deputada Estadual e Edony Kluber Deputado Federal.

  5. Esse é o nosso querido Prefeito, sempre preocupado com o povo, foi ele que foi pessoalmente prestar auxilio as vitimas dessa terrível enchente aqui em Guarapuava, tenho orgulho de ter votado nele.

  6. Se não for recomendação do Tribunal de Contas é demagogia.

    e o salário dos médicos do município? que são limitados pelo salário do Prefeito? deverão ser reduzidos também?

  7. Ele só não contou que foi o Tribunal de Contas que recomendou ele fazer isso, quis dar uma de herói, mas a máscara cai, mentira tem perna curta.