PPS pressiona pela candidatura de Bueno ao Palácio Iguaçu

Deputado Tercilio Turini, líder do PPS na Assembleia, nesta sexta (60), juntamente com a juventude do partido, lançou a pré-candidatura de Rubens Bueno ao governo do Paraná; candidatura própria do partido do "voto limpo" significa um importante golpe no projeto de reeleição do tucano Beto Richa.

Deputado Tercilio Turini, líder do PPS na Assembleia, nesta sexta (60), juntamente com a juventude do partido, lançou a pré-candidatura de Rubens Bueno ao governo do Paraná; candidatura própria do partido do “voto limpo” significa um importante golpe no projeto de reeleição do tucano Beto Richa.

O deputado federal Rubens Bueno, presidente estadual do PPS e do partido na Câmara, está sendo pressionado pelas lideranças do partido para disputar o governo do Paraná. O nome do parlamentar é o mais robusto dentro do partido do “voto limpo”.

O primeiro a levantar a bandeira da candidatura própria foi o deputado estadual de Londrina, Tercilio Turini. Segundo ele, o PPS tem condições de viabilizar um nome e apresentar propostas.

Na prática, o governador Beto Richa (PSDB) perde um importante aliado na luta pela reeleição. Bueno concorreu ao Palácio Iguaçu em 2006, ficando em 4!º lugar, quando obteve pouco mais de 8% dos votos válidos.

“Como está chegando o momento das definições, o PPS tem a obrigação de entrar no debate e até avaliar a possibilidade de lançar uma chapa majoritária, de se apresentar como alternativa aos atuais pré-candidatos”.

Além de Turini, o segmento jovem do partido, composto pela JPS (Juventude Popular Socialista) aprovou no último encontro, da semana passada, o apoio à  candidatura própria.

Decidimos pelo nome de Rubens Bueno. à‰ nossa posição. Já no ano passado optamos pelo nome de Soninha a presidente, mas democraticamente o diretório nacional escolheu a aliança com Eduardo Campos. Respeitamos a decisão e acatamos. Acreditamos que o partido tem que oferecer outro caminho para o Paraná!, disse Miguel Donha Júnior, que coordena a JPS do Paraná.

Comentários encerrados.