Polícia Federal chama black blocs para depor no dia de Irã x Nigéria

Os black blocs não contavam com a astúcia da Polícia Federal, que intimou líderes de protestos anteriores para depor durante o dia de Irã x Nigéira; pelas redes sociais, o grupo "Não Vai Ter Copa" convidou 59 mil pessoas para manifestação, desses 2,5 mil confirmaram presença; autoridades se antecipam à  possibilidade de protestos violentos e tentativa de invasão à  Arena da Baixada na capital paranaense.

Os black blocs não contavam com a astúcia da Polícia Federal, que intimou líderes de protestos anteriores para depor durante o dia de Irã x Nigéira; pelas redes sociais, o grupo “Não Vai Ter Copa” convidou 59 mil pessoas para manifestação, desses 2,5 mil confirmaram presença; autoridades se antecipam à  possibilidade de protestos violentos e tentativa de invasão à  Arena da Baixada na capital paranaense.

Pelo jeito, na segunda-feira 16, dia de jogo de Irã x Nigéria, na Arena da Baixada, não vai ter protesto de black blocs.

Cerca de 30 lideres que participaram de manifestos anteriores contra a Copa, em Curitiba, foram intimados pela Polícia Federal (PF) a depor durante o dia do jogo no estádio do Clube Atlético Paranaense.

Autoridades se antecipam à  possibilidade de protestos violentos e tentativa de invasão ao local do jogos da Fifa (clique aqui).

Pelo Facebook, o grupo “Não Vai Ter Copa” convidou 59 mil pessoas para manifestação a partir das 14 horas com concentração na Boca Maldita. Desses, 2,5 mil confirmaram presença.

A intimação de black blocs pela PF, segundo um graduado membro do Ministério do Esporte, ouvido pelo Blog do Esmael, ocorreu em todas as 12 subsedes da Copa.

Na última quinta (12), durante abertura do campeonato mundial, na capital paranaense, cerca de cem black blocs fizeram uma marcha de 900 metros, entre a Praça Santos Andrade (UFPR) e Largo da Ordem — o setor histórico. Não houve incidentes. O Blog do Esmael transmitiu ao vivo a movimentação.

Comentários encerrados.