PDT intensifica diálogo com Requião

Executiva estadual do PDT, liderada pelo médico Haroldo Ferreira, se reúne nesta sexta (27) para avaliar proposta de coligação com o PMDB de Roberto Requião; segundo Valmor Stédile, dirigente pedetista, o diálogo com os peemedebistas é bastante intenso; na trincheira peemedebista, de acordo com João Arruda, a sensação é de que as chances de entendimento com os brizolistas são grandes.

Executiva estadual do PDT, liderada pelo médico Haroldo Ferreira, se reúne nesta sexta (27) para avaliar proposta de coligação com o PMDB de Roberto Requião; segundo Valmor Stédile, dirigente pedetista, o diálogo com os peemedebistas é bastante intenso; na trincheira peemedebista, de acordo com João Arruda, a sensação é de que as chances de entendimento com os brizolistas são grandes.

O advogado Valmor Stédile, membro das direções nacional e estadual do PDT, em mensagem ao Blog do Esmael, nesta quinta (26), informa que é intenso o diálogo do partido brizolista visando uma coligação com o PMDB do senador Roberto Requião.

Aliás, foi de Stédile a proposta de abertura negociação com Requião e delegação de poderes para a executiva estadual do PDT finalizar os entendimentos até o dia 30 de junho.

Amanhã, sexta-feira (27), o presidente estadual em exercício do PDT, Haroldo Ferreira, convocou reunião da executiva para debater proposta de coligação com o PMDB. Tudo com a chancela do presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, e de Osmar Dias, que o é presidente estadual licenciado do PDT do Paraná.

Na trincheira de Requião, segundo o deputado João Arruda, o sobrinho incumbido de discutir as composições partidárias, “as chances de coligação com o PDT são as mesmas que tínhamos de vencer a convenção no PMDB”. São grandes, portanto.

Comentários encerrados.