PCdoB oficializa na segunda-feira pré-candidatos em Curitiba

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) vai reunir a militância em Curitiba para apresentar os pré-candidatos a deputado estadual, federal e senado da legenda. O vereador de Foz do Iguaçu, Nilton Babato, é aposta da legenda para o Senado. No plano nacional, os comunistas apoiam a reeleição de Dilma Rousseff(PT); para governador a aliança pode ser com a senadora Gleisi Hoffman(PT) ou com o também senador Roberto Requião (PMDB), caso sua candidatura seja viabilizada.

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) vai reunir a militância em Curitiba para apresentar os pré-candidatos a deputado estadual, federal e senado da legenda. O vereador de Foz do Iguaçu, Nilton Babato, é aposta para o Senado. No plano nacional, os comunistas apoiam a reeleição de Dilma Rousseff(PT); para governador a aliança pode ser com a senadora Gleisi Hoffman(PT) ou com o também senador Roberto Requião (PMDB), caso sua candidatura seja viabilizada.

O PCdoB vai reunir militantes e amigos nesta segunda-feira, 16, à s 18h30min, no Sindicato dos Engenheiros do Paraná (Senge) para apresentar as pré-candidatos de Curitiba e região metropolitana à  Assembleia Legislativa, Câmara Federal e ao Senado. O encontro também visa preparar a convenção estadual marcada para o próximo dia 28, quando o partido deverá oficializar sua chapa para as eleições de outubro.

Neste ano o PCdoB deverá participar da disputa pelo Senado, com a indicação do professor e escritor Nilton Bobato, atual vereador em Foz do Iguaçu e ex-presidente estadual da legenda. A primeira (e também a última) vez em que os comunistas disputaram o Senado foi em 1986, quando apresentaram o nome do professor Adeloir Rossi. Agora o partido pretende realizar um chamamento pela renovação da representação paranaense na Câmara Alta.

Para a Câmara Federal se destacam as pré-candidaturas do presidente da Câmara dos Vereadores de Ponta Grossa, Aliel Machado; e do ativista pelos direitos civis LGBT e presidente da ABGLT, Toni Reis. Para deputado estadual, o PCdoB apostará no nome do seu presidente estadual, o ex-deputado federal e assessor do Ministério do Esporte, Ricardo Gomyde. Ao todo são sete pré-candidatos a deputado estadual e três para federal.

Novo projeto

Segundo Nilton Bobato, a candidatura, sendo aprovada pela convenção do dia 28, representa um movimento político-eleitoral em torno da proposta de um novo projeto nacional de desenvolvimento. Um projeto cujo fundamento programático compreende a luta pela soberania e defesa da nação brasileira, a democratização da sociedade, o progresso social e a integração solidária da América Latina!. Um projeto que inclui importantes reformas estruturais, dentro do qual o pré-candidato do PCdoB defenderá a melhor posição possível do Paraná.

Integrante da campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff, a candidatura de Nilton Bobato defenderá quatro reformas consideradas essenciais, a começar pela política, com o objetivo de elevar a participação do povo na política, fortalecer os partidos e combater a influência do poder econômico e financeiro nas campanhas. Outra reforma, a da democratização da mídia monopolista, visando proporcionar à  sociedade o efetivo direito a uma comunicação plural, com plena liberdade de expressão. A reforma urbana deverá responder à  crise nas cidades, com ênfase na mobilidade urbana, segurança e moradia popular. Por fim, a reforma tributária progressiva, que tribute mais as fortunas, o rentismo, e desonere a produção e o trabalho.

3 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Não acredito na composição do PC do B ,pois o grupo que se apresenta ai,não seria muito diferente dos anteriores,historicamente não tem nada que os credencia os como trabalho prestado á sociedade paranaense e curitibana. Portanto as opções ai destacadas pelo então partido,não teria notoriedade junto aos eleitores.

  2. Acredito muito nesse novo PCdoB, parece que enfim as brigas internas foram deixadas de lado para fortalecer o partido. Não acho que eles vão chegar a eleger algum desses candidatos, mas sem dúvida essa eleição marca um novo começo para os comunistas no Paraná.

    Minha maior dúvida é? Eles vão de Gleisi ou Requião

  3. Meu voto é do Toni!!!!!!Quando tiver material para distribuir pode contar comigooooooo!!!!!!(Gomide never!!!!!)