Em menos de 24 horas, Porto de Paranaguá volta atrás e “demite” convencionais do PMDB pró-Richa

E-mail interno da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), que o Blog do Esmael teve acesso com exclusividade, nesta quarta (11), em menos de 24 horas depois de denúncia, informa que a "demissão" de convencionais do PMDB do Litoral; delegado e parente de peemedebistas estariam trocando voto contra Requião, na convenção do partido, por cargo comissionado de R$ 7 mil ao mês; mesmo com suspensão de contratações, deputado João Arruda avisa que vai pedir na Justiça e à  direção nacional do PMDB a suspeição dos convencionais do Litoral. (Clique na imagem para ampliar).

E-mail interno da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), que o Blog do Esmael teve acesso com exclusividade, nesta quarta (11), em menos de 24 horas depois de denúncia, informa que a “demissão” de convencionais do PMDB do Litoral; delegado e parente de peemedebistas estariam trocando voto contra Requião, na convenção do partido, por cargo comissionado de R$ 7 mil ao mês; mesmo com suspensão de contratações, deputado João Arruda avisa que vai pedir na Justiça e à  direção nacional do PMDB a suspeição dos convencionais do Litoral. (Clique na imagem para ampliar).

Menos de 24 horas depois de nomear convencionais ou pessoas ligadas a delegados do PMDB à  convenção estadual do PMDB, a superintendência do Porto de Paranaguá voltou atrás e “demitiu” nesta quarta-feira (11) Camila Roque e Ivori José Dias.

Um e-mail interno da APPA, que o Blog do Esmael teve acesso com exclusividade, informa que as nomeações estão sem efeito. Além disso, a Divisão de Recursos Humanos pede “que sejam tomadas as providências cabíveis aos setores responsáveis (cancelamento dos acessos, ponto, informática, etc)”.

O deputado federal João Arruda acusou o governo Beto Richa (PSDB) de promover as nomeações com o intuito de derrotar o senador Roberto Requião na convenção estadual do PMDB no próximo dia 20 de junho.

Camila é filha do vereador Marquinhos Roque, presidente da Câmara Municipal de Paranaguá, que é delegado à  convenção estadual do PMDB. Ela também é sobrinha de outro convencional, Mário Cezar Elias Roque, conhecido como Maruca.

Já o delegado do PMDB de Guaraqueçaba, Ivori José Dias, tinha sido nomeado hoje pelo superintendente, através da Portaria n!º 181-APPA, para exercer o cargo de chefe da seção de operações Antonina simbologia CC-5.

Para o sobrinho de Requião, as duas nomeações mais do que batom na cueca significam provas concretas de que o governo de Beto Richa está comprando convencionais do PMDB para votarem a favor da coligação com o PSDB!.

O episódio desenterra fantasmas do passado. Em março de 2012, o governador Beto Richa demitiu o então superintendente dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), Airton Maron, que era alvo de investigação do Ministério Público e da Polícia Federal por suposta cobrança de pedágio partidário! utilizando cargos comissionados para essa finalidade (clique aqui).

O deputado João Arruda informa que, mesmo com a suspensão das contratações, vai pedir na Justiça e à  direção nacional do PMDB a suspeição dos convencionais do Litoral, ou seja, para que tenham seus votos invalidados na convenção do partido.

Comentários encerrados.