Por Esmael Morais

Dilma e Gleisi visitam vítimas de enchentes do rio Iguaçu em União da Vitória à s 13h30 desta terça

Publicado em 16/06/2014

Dilma Rousseff visitará áreas atingidas pelas enchentes do rio Iguaçu nesta terça, à s 13h30, a partir do município de União da Vitória, região Sul do Paraná; presidenta estará escudada pela senadora Gleisi Hoffmann e pelo presidente estadual do PT do Paraná, deputado Enio Verri, durante acompanhamento de resgate de vítimas pela Defesa Civil; chuvas dos últimos dias castigaram 52 mil moradores da região e deixaram 12 mil desabrigados, segundo o Ministério da Integração Nacional.

Dilma Rousseff visitará áreas atingidas pelas enchentes do rio Iguaçu nesta terça, à s 13h30, a partir do município de União da Vitória, região Sul do Paraná; presidenta estará escudada pela senadora Gleisi Hoffmann e pelo presidente estadual do PT do Paraná, deputado Enio Verri, durante acompanhamento de resgate de vítimas pela Defesa Civil; chuvas dos últimos dias castigaram 52 mil moradores da região e deixaram 12 mil desabrigados, segundo o Ministério da Integração Nacional.

A presidenta Dilma Rousseff desembarca nesta terça-feira (17), à s 13h30, em União da Vitória, região Sul do Paraná, para se solidarizar com as vítimas das enchentes do rio Iguaçu. Ela também deverá acompanhar trabalhos de ajuda da Defesa Civil na vizinha Porto União, Santa Catarina.

Segundos dados do fim de semana passado, 52 mil moradores foram afetados pela cheia do rio Iguaçu, dessas 12 mil pessoas estão desabrigadas e dependendo de ajuda do poder público.

Dilma será acompanha pela senadora Gleisi Hoffmann (PT) e pelo deputado estadual e presidente do PT do Paraná, deputado Enio Verri.

O governo federal contabiliza R$ 3,9 milhões destinados ao Paraná para auxílio à s famílias atingidas pelas chuvas. Desses recursos, R$ 2,1 milhões foram autorizados hoje por meio de publicação no Diário Oficial da União. O dinheiro foi indicado para a compra de mais 10.000 kits de alimentos (no valor de R$ 825,8 mil) e 8.000 kits dormitórios (no valor de R$ 1,3 milhão).