Coluna do Marcelo Araújo: Gustavo Fruet é um prefeito omisso e fujão

Publicado em 9 junho, 2014
Compartilhe agora!

"Quem sabe espelhar-se no Rei Juan Carlos da Espanha? Quem sabe abdicar?". à‰ o prega nesta segunda o colunista Marcelo Araújo, que acusa o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), de ser "omisso" e "fujão"; colunista critica a indústria da multa na capital e erros crassos em campanhas educativas; "Gustavo Fruet, sozinho você estaria bem assessorado", recomenda; de acordo com o especialista em multas e trânsito, na reinauguração da Rodoferroviária, semana passada, o prefeito teria fugido pelas portas dos fundos para não encontrar-se com guardas municipais que discutiam plano de cargos e salários; leia o texto e compartilhe.
“Quem sabe espelhar-se no Rei Juan Carlos da Espanha? Quem sabe abdicar?”. à‰ o prega nesta segunda o colunista Marcelo Araújo, que acusa o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), de ser “omisso” e “fujão”; colunista critica a indústria da multa na capital e erros crassos em campanhas educativas; “Gustavo Fruet, sozinho você estaria bem assessorado”, recomenda; de acordo com o especialista em multas e trânsito, na reinauguração da Rodoferroviária, semana passada, o prefeito teria fugido pelas portas dos fundos para não encontrar-se com guardas municipais que discutiam plano de cargos e salários; leia o texto e compartilhe.
Marcelo Araújo*

Esperança se transforma em desesperança. Quem tem esperança, espera, quem a perdeu se desespera. O prefeito de Curitiba é isso. A esperança estava centrada em seu preparo, mas cada dia mostra que está despreparado para a função. Penso até que ele mesmo não contava com a vitória, na qual apostou todas as fichas, fez de tudo o que a cartilha mandava, até casou de papel passado como diz o caipira.

A grande imprensa que o apoiou hoje dá demonstrações claras de insatisfação e decepção, cada vez perdoando menos o imperdoável. Prefeito, você acusou seu antecessor de OMISSO, mas você é OMISSO à  décima potência!

Uma coisa é defender a equipe que eventualmente comete uma falha defensável, mostra grandeza, liderança, fortaleza. Outra coisa é omitir-se diante de graves e reiteradas falhas imperdoáveis, humilhantes, vexatórias.

Apenas na minha área, uma tentativa de fraude em 60 mil multas que foram canceladas apenas porque denunciamos; milhares de multas aplicadas irregularmente na Linha Verde; uma campanha de trânsito (Vó Gertrudes) insonsa, inodora, impalatável, rica em erros crassos de continuidade e informações; o caso das lotéricas e o EstaR.

Gustavo Fruet, sozinho você estaria bem assessorado. Mas você é OMISSO. Não creio que sua equipe erre deliberadamente, dolosamente com consciência e vontade de errar, creio até que erram querendo acertar. Quem sabe ajam culposamente, por imperícia, imprudência ou negligência. Mas como advogado acredito que a melhor tese de defesa para sua equipe seja baseada na inimputabilidade, condição que não se resume apenas em ser menor de 18 anos.

Alguns gestos demonstram a personalidade do governante. Isso não foi muito divulgado, mas não é segredo no meio. Recentemente um episódio na reinauguração da rodoferroviária deixou claro qual é a sua. Guardas Municipais se deslocaram da Câmara Municipal para o local para discutir seu plano de cargos e salários, por sugestão de seu líder na Casa de Leis. Qual sua postura com a chegada da tropa? FUGIU! Não se divulgou isso na mídia, mas nos celulares dos presentes isso corre solto.

Ao chegar à  Prefeitura, hoje, e olhar nos olhos dos Guardas, abaixe a cabeça porque ele sabe que na hora da batalha o comandante vai fugir; eles sabem que você, Fruet, é nosso Francesco Schettini que fugiu com as mulheres e crianças enquanto o navio afundava.

Quem sabe espelhar-se no Rei Juan Carlos da Espanha? Quem sabe abdicar? Você é OMISSO!

De multa eu entendo!

*Marcelo Araújo é advogado, presidente da Comissão de Trânsito, Transporte e Mobilidade da OAB/PR. Escreve nas segundas-feiras para o Blog do Esmael.

Compartilhe agora!

Comments are closed.