Coluna do Marcelo Araújo: Fruet pode enfrentar greve do trânsito na Copa

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, conta que os trabalhadores da Urbs, através do SindiUrbano, pode decretar greve em plena Copa do Mundo; colunista desmente pioneirismo de Curitiba como "primeira" capital a locar veículos elétricos Twizy, da Renault; "...o mesmo fabricante também cedeu veículos elétricos para serem usados pela CEB (Companhia Energética de Brasília) que faz parte da Secretaria de Obras do Governo do Distrito Federal, além dos Correios", diz o especialista em trânsito e multa que também repercute opinião de Jaime Lerner acerca do metrô e da via calma! criada na Avenida Sete de Setembro pelo prefeito Gustavo Fruet; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo, em sua coluna desta segunda, conta que os trabalhadores da Urbs, através do SindiUrbano, pode decretar greve em plena Copa do Mundo; colunista desmente pioneirismo de Curitiba como “primeira” capital a locar veículos elétricos Twizy, da Renault; “…o mesmo fabricante também cedeu veículos elétricos para serem usados pela CEB (Companhia Energética de Brasília) que faz parte da Secretaria de Obras do Governo do Distrito Federal, além dos Correios”, diz o especialista em trânsito e multa que também repercute opinião de Jaime Lerner acerca do metrô e da via calma! criada na Avenida Sete de Setembro pelo prefeito Gustavo Fruet; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo*

Recentemente o prefeito Gustavo Fruet anunciou que Curitiba é a primeira Capital a contar com uma “frota pública” de veículos elétricos. Certamente um orgulho para os curitibanos. No entanto, faltou dizer que a primazia se refere apenas a Capital de Estado, não valendo para capital do país, no caso Brasília (para quem não sabe também é Capital, mas do Brasil).

Segundo o Correio Braziliense, o mesmo fabricante também cedeu veículos elétricos para serem usados pela CEB (Companhia Energética de Brasília) que faz parte da Secretaria de Obras do Governo do Distrito Federal, além dos Correios.

Ressalva na expressão “frota pública” que se entenderia aquela pertencente ao poder público (veículo oficial), e no caso os veículos são cedidos em comodato, lembrando ainda que Curitiba praticamente não possui frota pública, vez que os veículos são na grande maioria locados (categoria particular), o que na nossa opinião é a melhor escolha.

Se fosse adquirir um Twizy elétrico a Prefeitura desembolsaria R$ 200 mil, conforme a reportagem citada.

Tem chamado a atenção a artilharia iniciada pelo jornalista Celso Nascimento contra o prefeito de Curitiba, seu pupilo até então. Quem conhece o arqueiro da Gazeta do Povo sabe que muitas vezes não é dele o “animus nocendi” (vontade de prejudicar, e nesses casos age sem “animus”, um desanimado, ou melhor inanimado).

Na semana passada, Nascimento ecoou as palavras do urbanista, ex-prefeito e ex-governador Jaime Lerner que (des)qualificou o metrô como obsoleto e caro, chamando de subdesenvolvido o país que faz isso e criticou ainda o fato do sistema novo derrubar um já existente. Certamente essas palavras e o eco trarão efeitos negativos no processo licitatório. Ainda repercutiu as críticas de Jaime Lerner à  “via calma”, que o tem deixado “nervoso”.

Antes, porém, Celso Nascimento já havia dado duas alfinetadas na malfadada regularização do EstaR e destacou a investigação do Ministério Público de Contas.

Por fim, o jornalista relembrou o caso da cessão funcional dos agentes de trânsito para a Setran, providência ao nosso ver absolutamente regular e legal, tanto que a atual administração manteve e manterá dessa forma, até porque não nos parece avizinhar-se um concurso para novos agentes. Seria até uma incoerência vez que nos últimos dias está sendo travada luta desgastante para garantir os direitos desses trabalhadores e um aumento real, que se não chegar a bom termo poderá gerar uma paralisação da categoria nesta semana.

De multa eu entendo!

*Marcelo Araújo é advogado, presidente da Comissão de Trânsito, Transporte e Mobilidade da OAB/PR. Escreve nas segundas-feiras para o Blog do Esmael.

15 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Vias Calmas – nesta terça-feira deve ser publicada uma análise critica sobre o assunto num jornal de grande circulação. Vamos aguardar…

  2. Depois que perdeu a boquinha na prefeitura so fala mal de Curitiba, antes era mil maravilhas, o povo mudou esta cansado desses aproveitadores.

  3. ESSE BOBALHÃO DO MARCELO ARAUJO… NÃO TEM OUTRO ASSUNTO, QUE NÃO SEJA O FRUET….CIUME DE HOMEM É COISA FEIA MESMO.
    AFFF !!

  4. Este tal de Marcelo pelo jeito tem um sonho de ser Prefeito q dó rsrsr….

  5. CARGO – Eu fico impressionado como a palavra ‘cargo’ exerce uma influência devastadora na cabeça das pessoas que orbitam pela coisa pública. Parece que a vida se resume a ‘cargo’. Para quem é da iniciativa privada, profissional liberal, estranha essa fixação, pois em termos financeiros fica muito aquém das possiblidades que o mercado oferece, sem contar com o ônus que você precisa afastar-se das atividades profissionais (Advogar – licença na OAB), fica constrangedor ministrar palestra com remuneração (já que é ‘autoridade’), não resta tempo para dar aulas na cidade e para ministrar em outras é um terrível transtorno. Da maneira que os comentaristas falam de ‘cargo’ parece ser uma dádiva, mas é uma ‘carga’.

  6. Você é daqueles que se ganhar um Cargo, esquece tudo e passa a ser puxa-saco.

  7. A paralisação seria da urbs inteira, os funcionários da setran são da urbs cedidos a secretaria, mas não vai haver greve o sindiurbano é pelego e vai fazer uma nova assembleia dia 23 e ainda tem uma liminar mandrake que proíbe a greve , na copa e fora copa não terá greve. e o carro elétrico da setran quando será o aluguel para abastacer não gasta mas de aluguel vai todo o lucro da gasolina e mais um pouco.

  8. Paralização dos “trabalhadores” da Setran ou da URBS? Isso só faria bem pra Curitiba, quanto menos parasitas nas ruas melhor pros cidadãos.

  9. Fruet Governador, o que seria de mim sem suas manifestações, você é ótimo e muito divertido. Vamos por partes:
    1) Sou Marcelo Araújo, está escrito no final do artigo. Você, quem é?
    2) Os Guardas Municipais não são baderneiros, e ele fugiu sim aos gritos de:VERGONHA!!! Estavam apenas querendo dialogar;
    3) A pintura de faixa verde na exclusiva de ônibus foi um mero acaso, assim como azul no Rio de Janeiro, e não é cor prevista na legislação para essa finalidade;
    4) Via calma será publicada uma análise crítica em breve,além das feitas pelo Jaime Lerner;
    5) Não há ‘frota pública’ de elétricos, e sim cessão, ou então ele pagou R$ 200 mil por brinquedo;
    6) O metrô caro e obsoleto segundo Jaime Lerner, sim!
    7) O tal Secretário não estava presente na conversa que se deu na casa da mãe do meu ex-colega de faculdade para saber o conteúdo da conversa, e quem pediu o que para quem.

  10. Este Traiano anti-Fruet só fala M…

  11. Quem é você para falar do melhor prefeito do mundo?

    O único que tem coragem de enfrentar manifestações de baderneiros…
    O único que pintou ruas na copa com as cores da bandeira…
    O único que criou a via calma…
    O único que comprou frota pública de carros elétricos…
    O único que vai fazer o metrô…

    Você não é aquele que pediu um carguinho e não ganhou, segundo o melhor secretário de governo deste lado do Atlântico?

    • Quem é você que defende esta porcaria de prefeito?? Eu hein!? Credo!!
      Pintar ruas na copa diante de toda a palhaçada que ela representa não é bonito, não é bacana. É ridículo e não se alinha com a revolta da população.
      A via calma é uma porcaria. Piorou em muito o transito na via. Está todo mundo reclamando de mais esta cagad…
      Forta pública? Mentira!! Aliás, que bom que é mentira, pois seria de um retrocesso sem tamanho. Mas é bem a cara deste fruet fazer isso mesmo. Só faz m…
      O metrô deste senhor também é um lixo e vai custar muito caro. Você também vai pagar por ele.