Chuvas causam mortes e destruição no Paraná; população espera socorro

Já são dez mortos e 71 municípios em estado de emergência em função das fortes chuvas que castigam o Paraná desde a última sexta-feira. A capital e a região central do Estado foram as mais atingidas. Diferente da lenta reação nas enchentes que castigaram o litoral do estado em 2011, dessa vez o governo do Estado tentou dar uma resposta mais rápida. Resta saber se essa mobilização não se restringe ao calor das notícias e se a população dessa vez será realmente socorrida.

Já são dez mortos e 71 municípios em estado de emergência em função das fortes chuvas que castigam o Paraná desde a última sexta-feira. A capital e a região central do Estado foram as mais atingidas. Diferente da lenta reação nas enchentes que castigaram o litoral do estado em 2011, dessa vez o governo do Estado tentou dar uma resposta mais rápida. Resta saber se essa mobilização não se restringe ao calor das notícias e se a população dessa vez será realmente socorrida.

As fortes chuvas que atingiram o Paraná desde a última sexta-feira trouxeram problemas para mais de 70 municípios, afetando cerca de 50 mil pessoas, com um saldo de dez mortes. Guarapuava (Centro) registra os maiores volumes de chuva de forma concentrada. Curitiba teve o maior número de pessoas desabrigadas e desalojadas.

Diferente da enchente que destruiu boa parte do litoral do Estado em 2011, dessa vez o governo reagiu com prontidão. Naquela oportunidade, a demora do governo em perceber a gravidade da situação revoltou a população de cidades como Morretes e Antonina. Moradores locais que perderam suas casas nos deslizamentos chegaram a esperar mais de dois!  anos para terem uma casa novamente. Pontes e estradas também demoraram anos para serem reconstruídas.

Em reunião de emergência realizada no final da tarde de ontem (08) no Palácio Iguaçu, o governador Beto Richa (PSDB), a Defesa Civil e alguns secretários de Estado apresentaram um balanço. Hoje o governador assinará decreto de emergência para as 71 cidades. Ao decretar estado de emergência, há a dispensa de licitação para realizar obras emergenciais, o que facilita o socorro à  população atingida pelas chuvas.

O governo do estado, com apoio do governo federal, deve oferecer ajuda humanitária com cestas básicas, colchões, lonas e cobertores. Em Curitiba e região as famílias estão sendo relocadas para escolas estaduais. A Defesa Civil abriu uma campanha de doações de colchões, cobertores, roupa de cama, fraldas, água, materiais de higiene e de limpeza, roupas e cestas básicas. As doações podem ser entregues nas unidades da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de qualquer cidade do Paraná.

13 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. …,DURANTE ÁS ENCHENTES NO ANO PASSADO QUE ALAGOU 200 CIDADES NO ESTADO DO PARANÁ,ESSA BOSTA QUE SE DIZ GOVERNADOR,QUÁ,QUÁ,QUÁ,VIAJOU PARA DUBAI NOS EMIRADOS ÁRABES…,DESTA VEZ, PARA ONDE SERÁ Á VIAJEM????…

  2. KKKKKKKKKK, Sao Pedro ficou tao bravo com as mentiradas do RINCHA na TV, q mandou o maior diluvio no PR, QUERO VER O BETO RINCHA DE BURRO, IR A TV DIZER Q O PARANÁ SOFREU A MAIOR CATÁSTROFE DO BRASIL!!KKKKKKKKKKK,

  3. e tem tonto que vai dizer que a culpa é do PT kkkkk

  4. Momento propício para revisão do decreto estadual que transfere para as prefeituras poderes para autorizar a ocupação de várzeas!

  5. Sei que os Comissionados Rola-bostas vão negar, mas a culpa por essa desgraça é do Beto (PSDB) que não tem nenhum projeto ou ação para evitar essas tragédias. Em São Paulo do Alckimin (PSDB) falta água, em Minas Gerais do Anastasia (PSDB) falta água no norte do estado e alagamentos na região sul. Conclusão, PSDB odeia povo!

  6. minha esposa esta presa, perto de cascavel,saiu ontem as 15 horas de florianopolis, com a pluma, esta desesperada, naõ dão solução nenhuma. o que fazer? nem empresa, nem governo. se paga imposto neste País pra que?

  7. Onde está o senador Requião nesse momento de tanta dor para o povo paranaense?????

    Ou melhor, donde estas?

    Certamente esta junto das pessoas que o elegeram, no interior do Paraná, distribuindo esperança, ajudando com donativos!!!

    Nada, ta passeando na america do sul, provando restaurantes carissimos para postar sua avaliação no twitter!!

    É isso que você quer para o Paraná????

    • Isso é atribuição dos Governos Municipais, Estadual e Federal, pelo que sei, o Requião não é Prefeito, Governador (ainda) e nem Presidente ou Ministro ( como a Loira narizinho arrebitado foi). Vem a Tua Dilma e diz, TODO APOIO AO PARANÀ, agora? depois da Desgraça? E depois. NÃO FAZ MAIS QUE SUA OBRIGAÇÃO.

  8. Certamente pra comprar lona plástica, colchão, telha, cobertores, qualquer meia dúzia de cachaça ou dos vinhos que o ex presidente toma dá pra ajudar cada município. Sobrevoar locais de tragédias, todo político faz, agora COLOCAR O DINHEIRO GROSSO em obras de infraestrutura esses ladrões não colocam, seja qual for a esfera, governador, deputados, senadores ou presidentes. Veja a situação da baixada fluminense onde o ex governador Sérgio Cabral e a “presidANTA” Dilma voaram por vários dias e o dinheiro jamais chegou. Bando de Ladroes, merecem morrer afogados nestas enchentes ou que o avião ou “licóptero” caiam. É um favor pra nação.

    • Nem sobrevoando ou caindo licóptero acontece nada, caro dinheiro cangibrinico.
      Caiu um popóptero la em Minas, com 500 kg e salvo as carreiras dos políticos, que continuam salvas, não aconteceu nadinha…

  9. Demorou a se pronunciar , em Esmael?
    Priorizou o”s” cavalo”s” do BobReq, enquanto
    amassávamos barro desde sexta. Morador do seminário
    é assim.