Beto Richa “sem vice, sem documento”

O governador Beto Richa está tendo um problemaço para escolher o vice, depois do "não" de Ratinho Júnior; missão poderá ficar com Ney Leprevost ou mesmo repetir Flávio Arns; parodiando o conhecido disco de Caetano Veloso, o governador tucano segue sem vice, sem documento! na corrida pela reeleição.

O governador Beto Richa está tendo um problemaço para escolher o vice, depois do “não” de Ratinho Júnior; missão poderá ficar com Ney Leprevost ou mesmo repetir Flávio Arns; parodiando o conhecido disco de Caetano Veloso, o governador tucano segue sem vice, sem documento! na corrida pela reeleição.

O jovem deputado Ratinho Júnior (PSC) disse ontem “não” definitivo ao governador Beto Richa (PSDB), que continua correndo atrás de um vice para disputar a eleição de outubro.

O PSC vai à  convenção estadual neste sábado (28), quando aprovará apoio à  Richa e à  petista Dilma Rousseff (PT). O entendimento foi costurado pelo ex-presidente Lula, em São Paulo, durante jantar com a família Ratinho (clique aqui).

Com o não! de Ratinho, o tucano agora tenta outro nome à s pressas segundo o lema “não tem tu vai tu mesmo”. O atual vice Flávio Arns (PSDB) e o deputado Ney Leprevost (PSD) são os mais lembrados para a missão.

O diabo é que os que antes eram preteridos, tal qual a donzela, se fazem de difíceis. Ambos temem ficar sem mandato, pois sentem cheiro de enxofre no ar. Podem até aceitar o desafio, mas o valor da fatura será alto. Arns quer voltar à  Educação e Leprevost sonha com a Saúde.

Por enquanto, parodiando o conhecido disco de Caetano Veloso, o governador tucano segue “sem vice, sem documento”.

Comentários encerrados.