Ministério do Esporte rebate Washington Post sobre atraso de obras da Copa em Curitiba

Joel Benin, coordenador do Grupo Executivo da Copa (Gecopa), nesta quinta (8), rebateu reportagem do norte-americano Washington Post; dirigente do Ministério do Esporte garantiu que quatro principais itens foram debatidos e serão resolvidos até o início dos jogos na capital paranaense, bom como no resto do país: 1- energia e telecomunicações; 2- aeroporto e mobilidade urbana; 3- hotelaria; e 4- segurança; jornal reclamou do Centro de Mídia prometido pela Prefeitura, com conexão à  internet em redes wi-fi, que não ficará pronto até Copa; também recorda que, segundo a Paraná Pesquisas, 57,5% dos curitibanos reprovam o campeonato da Fifa na capital e que 87,5 por cento são contra o uso de dinheiro público para terminar o estádio do Atlético Paranaense.

Joel Benin, coordenador do Grupo Executivo da Copa (Gecopa), nesta quinta (8), rebateu reportagem do norte-americano Washington Post; dirigente do Ministério do Esporte garantiu que quatro principais itens foram debatidos e serão resolvidos até o início dos jogos na capital paranaense, bom como no resto do país: 1- energia e telecomunicações; 2- aeroporto e mobilidade urbana; 3- hotelaria; e 4- segurança; jornal reclamou do Centro de Mídia prometido pela Prefeitura, com conexão à  internet em redes wi-fi, que não ficará pronto até Copa; também recorda que, segundo a Paraná Pesquisas, 57,5% dos curitibanos reprovam o campeonato da Fifa na capital e que 87,5 por cento são contra o uso de dinheiro público para terminar o estádio do Atlético Paranaense.

Uma reportagem do jornal Washington Post, dos Estados Unidos, sobre a Copa do Mundo do Brasil, destaca os atrasos das obras para os jogos do campeonato mundial de futebol em Curitiba. Segundo a versão online, o país reduziu suas ambições iniciais citando a não conclusão do Centro de Mídia prometido pela Prefeitura com conexão à  internet em redes wi-fi.

O repórter Dom Phillips, informa que o esqueleto de metal de seis andares, que era para ser o Centro de Mídia Interacional, não ficará pronto e jornalistas do mundo inteiro serão alojados em tendas, ao lado do estacionamento.

O Washington Post vai na contramão do que diz o Ministério do Esporte, que ontem realizou uma reunião de trabalho na capital paranaense. O coordenador do Grupo Executivo da Copa (Gecopa), Joel Benin, informou ao Blog do Esmael que quatro principais itens foram debatidos e serão resolvidos: 1- energia e telecomunicações; 2- aeroporto e mobilidade urbana; 3- hotelaria; e 4- segurança.

O Washington Post ainda relata a polêmica sobre o valor da reforma da Arena da Baixa e atrasos nas obras em outras subsedes da Copa. O jornal também recorda que, segundo a Paraná Pesquisas, 57,5% dos curitibanos reprovam o campeonato da Fifa na capital e que 87,5 por cento são contra o uso de dinheiro público para terminar o estádio do Atlético Paranaense.

Comentários encerrados.