Jornalões do Paraná torcem contra candidatura de Requião. Por quê?

Diversos jornais de todo o estado colocam o deputado Caíto Quintana (PMDB) como candidato a vice na chapa de Beto Richa (PSDB). Acontece que o senador Roberto Requião e o ex-governador Orlando Pessuti também pleiteiam a legenda para concorrer ao governo. A menos de um mês da convenção partidária, a disputa está aberta e existem inclusive denúncias de compra de delegados para que votem pelo apoio peemedebista ao tucano. A torcida da velha mídia paranaense, como o leitor pode perceber, não é a favor de Caito, mas contra Requião ao antecipar o resultado da convenção estadual do partido. Movimento é orquestrado pelo Palácio Iguaçu ou espontâneo? Por quê?

Diversos jornais de todo o estado colocam o deputado Caíto Quintana (PMDB) como candidato a vice na chapa de Beto Richa (PSDB). Acontece que o senador Roberto Requião e o ex-governador Orlando Pessuti também pleiteiam a legenda para concorrer ao governo. A menos de um mês da convenção partidária, a disputa está aberta e existem inclusive denúncias de compra de delegados para que votem pelo apoio peemedebista ao tucano. A torcida da velha mídia paranaense, como o leitor pode perceber, não é a favor de Caito, mas contra Requião ao antecipar o resultado da convenção estadual do partido. Movimento é orquestrado pelo Palácio Iguaçu ou espontâneo? Por quê?

O deputado estadual Caito Quintana (PMDB) aceitou! a indicação de candidato à  vice na chapa de reeleição do governador Beto Richa (PSDB) para as eleições deste ano. à‰ o que garante uma nota distribuída à  imprensa de todo o estado pelo staff tucano. Acontece que o PMDB decidirá se terá candidatura própria ou se coliga com outro partido, somente na convenção partidária marcada para o próximo dia 20 de junho. Disputam o espaço para candidatura ao governo do o senador Roberto Requião e pelo ex-governador Orlando Pessuti.

Jornalões paranaenses não escondem de ninguém que torcem contra Requião. Mais: fazem campanha abertamente contra o senador como se fossem verdadeiros partidos políticos em campanha extemporânea. Claro, sempre disfarçados de veículos imparciais! e isentos!.

Paralelamente, suspeita-se que um leilão esteja ocorrendo para a compra delegados do PMDB à  convenção estadual. Requião disse solicitou à  Polícia Federal investigação rigorosa desses indícios de corrupção eleitoral.

Deputados da bancada peemedebista, pró-Richa, justificam que o governador tucano teria garantido em contrapartida à  coligação com o partido comando de secretarias em um futuro segundo mandato e acenado com a possibilidade de apoiar um candidato ao Palácio Iguaçu em, 2018, indicado pelo PMDB.

Caito pode estar sendo usado para fazer apenas o combate político e ideológico do Palácio Iguaçu, diz um observador dessa guerra aberta, haja vista o fogo amigo! disparado da própria bancada peemedebista contra o parlamentar sudoestino nas últimas horas.

Comentários encerrados.